# # # #

2 primos comeram o meu cú quando eu era novinho – parte 2

2790 palavras | 4 |4.73
Por

Meu Primo Eric chegou mais cedo do trabalho e pegou no flagra eu de joelhos no meio das pernas do irmão dele com a cara toda gozada.

Continuação da parte 1… /2023/01/2-primos-comeram-o-meu-cu-quando-eu-era-novinho-parte-1/

CONTO FICTÍCIO

…Eric: Que porra é essa?!

O Eric ficou surpreso com aquela cena, enquanto Eu e o Vinicius com nossos corações disparados com o flagra e o susto, ficamos sem reação, sem saber o que fazer. Eu todo sem graça, não sabia onde enfiar a cara, não sabia o que dizer. Até que eu tento me explicar.

Eu: Eric… eu posso explicar, não é nada disso que você está pensando, eu só… Ele me interrompeu e disse.

Eric: Nada disso que estou pensando? Acabei de chegar e estou vendo você ajoelhado no meio das pernas do meu irmão com a cara toda gozada, eu sei exatamente o que você fez.

Lucas: Mas eu só…

Eric: Mas nada. Vai lavar esse rosto e depois volta aqui no quarto.

Obedeci, fui no banheiro, lavei o rosto e voltei, esperando levar a maior bronca e com medo dele contar para a minha Mãe ou para o meu Tio. Quando cheguei no quarto deles novamente, Eric já tinha se trocado, tinha tirado a roupa do trampo e estava só de samba canção. Fiquei parado olhando pro corpo definido dele. E então ele começou a falar.

Eric: Olha priminho, eu prometo que não vou contar nada pra ninguém.

Eu: Sério? Obriga…

Eric: Mas… eu tive um dia muito estressante no trabalho, fiquei puto com meu chefe. E agora você vai me ajudar a tirar o meu estresse e fazer eu relaxar. Você vai fazer exatamente o que estava fazendo no meu irmão, até eu ficar satisfeito.

Eu: Mas Eric, eu só pedi pro Vinicius deixar eu experimentar, matei a curiosidade, foi só uma vez, eu não sou gay.

Eric: Não quero saber, você fez nele e agora vai fazer em mim, até mesmo porque, nem todos os paus são iguais, um são maiores, outros menores, tem mais grossos, mais finos, tortos pra esquerda, direita, etc. Tenho certeza que você vai gostar do meu leitinho mais do que o do meu irmão, o meu é melhor que o dele, vem aqui experimentar vem. Falando isso ele baixou a samba canção e o pauzão dele de 19cm saltou pra fora, meia bomba.

Eu: Não cara, que isso, não vou fazer em você não, eu só quis experimentar e agora já está de boa, já sei o gosto.

Eric: É… eu tentei por bem, mas se você não quiser por bem, vai ser por mal. Eu não estou pedindo, ou você vem aqui e chupa o meu pau com gosto, ou eu conto pra sua Mãe que vi você pagando um boquete pro Vinicius.

Eu: Não, por favor, não conta nada pra minha Mãe, eu chupo você.

Eric: Então ajoelha logo aqui e me mama bem gostoso vai, cai de boca no meu pau priminha. Hoje vou aproveitar que cheguei bem cedo em casa e vou usar e abusar de você, você vai fazer tudo o que eu mandar. E acho bom você deixar esse pau bem molhado, bem babado, porque depois vou enfiar ele todinho dentro de você, hoje você só sai desse quarto grávido, vou te arrombar todinho, amanhã você não vai conseguir nem sentar, vai andar torto, quero ver a desculpa que você vai dar pra sua Mãe tentando se explicar kkkkkk.

Ele me pegou com força, fez eu ajoelhar na frente dele e puxou minha cabeça de encontro com o pau dele. O Vinicius espantado não falou nada, só ficou vendo a cena do Eric se aproveitando de mim.

Eric: Vai putinha, chupa essa porra vai. Faz igual você fez no meu irmão.

Eu estava um pouco assustado com a situação, mas ao mesmo tempo aliviado, porque ele disse que não contaria pra ninguém, que era só fazer o que ele queria. Então me acalmei e tentei aproveitar a situação, claro, fingindo que não estava gostando daquilo, mas por dentro tinha ficado com bastante tesão.

Cheguei perto dele e fui sentindo aquele cheiro de pau depois que a pessoa volta do trabalho, aquela mistura de suor com cheiro de macho. Comecei chupando o saco dele, ele só aproveitando o momento e eu ali chupando bem gostoso o saco dele enquanto batia uma punheta pra ele bem lenta e devagar. Mas diferente do Vinicius eu não fiquei provocando ele, fui fazendo tudo mais rápido dessa vez.

Depois de chupar um pouco as bolas dele, fui subindo e dando uns beijos de baixo pra cima no pau dele até chegar na cabeçinha. Depois que beijei a cabeça do pau dele, eu fui cair de boca, mas dessa vez, foi eu quem fui provocado. Quando fui abocanhar o pau dele, ele tirou de perto da minha boca, logo depois se aproximou de novo, eu abri a boca achando que ele iria enfiar, mas não, ele tirou de novo, e fui seco fechando a boca, me enganou de novo. Depois ele veio e bateu com o pau na minha cara, ficou esfregando ele no meu rosto. E eu adorando aquilo, ele esfregando o pau em mim e eu sentindo aquele cheiro de macho bem de perto.

Ele começou a passar a cabeça nos meus lábios, então pensei “ufa, é agora…” abri a boca e ele tirou de novo, aquilo estava me deixando louco e ao mesmo tempo com raiva, assim como o Vinicius ficou quando provoquei ele. Minha vontade era pegar logo aquela vara enorme com as duas mãos e abocanhar ela logo de uma vez, mas esperei pra ver o que ele iria fazer, se ele me provocasse mais uma vez eu não iria aguentar. Até que ele começou a bater com o pau na minha cara e disse.

Eric: Você está louco pra chupar meu pau né priminha?

Eu: Eu não…

Eric: Sei… não né kkk… pode continuar fingindo que não está gostando, daqui a pouco você vai estar pedindo, implorando pra chupar e pra levar rola no cúzinho. Agora vai, pede pra chupar meu pau pede.

Eu: Não, eu…

Eric: Vai! Pede logo porra, eu sei que você quer. Mas pede com jeitinho, igual menininha carente. Eu já não aguentando mais, só obedeci.

Eu: Deixa eu chupar o seu pauzão Primo? Quero sentir o gosto do meu outro macho, quero seu leitinho na minha boquinha. (Acho que exagerei um pouco por ter me empolgado e já não estar aguentando mais das provocações dele e acabei falando essas coisas, mas eu já não estava nem ligando mais, só deixei rolar).

Eric: “Seu macho”? Hahaha gostei, aprendeu isso nos filmes?

Vinicius: Não, ele aprendeu comigo kkk, mostrei pra ele como satisfazer um macho. E ele foi obediente, uma mulherzinha de verdade. Mas ainda não estou satisfeito, também quero participar.

Eric: Kkkkk entendi, mas relaxa ai, você teve sua vez, agora é a minha hora de aproveitar, depois eu compartilho ele, por enquanto nossa priminha é só minha. Agora vai, abre a boca putinha, que agora você vai sentir a rola de um macho de verdade.

Eu abri a boca e ele foi enfiando o pau dele, ele foi colocando bem devagar, eu achei que não iria aguentar, ele enfiou até o fundo e eu dei uma engasgada, mas ele tirou rápido e disse “Calma priminha, já já você acostuma, logo 19cm não vai ser nada demais pra você kk”. Voltou a enfiar e foi fazendo movimentos de vai e vem bem devagar, aos poucos fui acostumando, ele segurando minha cabeça com as duas mãos e metendo devagar, aproveitando cada segundo. Depois que acostumei comecei a chupar ele por vontade própria, passar a língua em volta e tudo mais, nem tinha percebido que ele tinha tirado as mãos de mim, ele estava parado e eu fazendo tudo.

Continuei chupando ele bem gostoso, e ele adorando aquilo, mas eu também estava. Aquele pauzão dele era enorme, mal cabia na minha boca, 19cm era muita coisa, mas aos poucos fui acostumando e depois já não era nada demais pra mim, era bem maior e mais grosso que o pau do Vinicius, eu estava adorando chupar o pau no Eric. Depois de um tempo, comecei a acelerar, eu queria muito sentir o gosto da porra dele, pra ver se era diferente do Vinicius, fui chupando ele e batendo punheta pra ele ao mesmo tempo. Ele percebeu que eu queria fazer ele gozar logo e disse.

Eric: Calma priminha, está com pressa? Eu disse pra você que iria usar e abusar de você, vou aproveitar cada segundo, não quero nada com pressa, ainda temos muito tempo, agora chupa meu pau bem gostoso vai, sente o sabor dele, sente o sabor do seu macho.

Eu: Desculpa meu macho, eu queria tomar seu leitinho, mas agora vou te mamar bem gostoso, esse vai ser o melhor boquete da sua vida. Vou sugar você até esvaziar suas bolas, vou deixar você seco de tanto chupar seu pau. Aquilo deixou ele louco de tesão, ficou muito excitado, o pau dele começou a pulsar.

Eric: Nossa, isso me deixou excitado pra caralho, não esperava ver você falando isso, me pegou desprevenido kkk, mas gostei demais. Agora sim está parecendo uma putinha de verdade querendo satisfazer seu macho. Agora vem logo aqui e mama meu pau bem gostoso vai sua safada, cachorra, vem logo que eu quero gozar logo nessa sua boquinha e depois vou comer seu cú bem gostoso, vou foder tanto seu rabo que ele vai ficar no formato do meu pau, para você saber quem é o seu dono, meu irmão vai se divertir com você mas nunca vai te satisfazer de verdade, sou eu quem vai te dar prazer, é com meu pau que você vai gozar igual uma vadia, sem tocar no pau.

Eu: Sim, você é meu dono, é você quem vou obedecer daqui pra frente, pode fazer o que quiser comigo. Agora me da esse pauzão gostoso e goza logo na minha boquinha vai, goza pra mim, goza.

Eric: AAHHH! Vadia, isso, chupa vai, que boquinha gostosa do caralho! (Eu chupando o pau dele e olhando pra ele, ele olhando pra mim, deu um sorriso e deu um tapa na minha cara, depois outro, puxou meu cabelo e disse…) “Vagabunda! Hoje vou encher você de leite, capaz de você engravidar kkkk, e daqui em diante vai ser minha mulherzinha, vai me satisfazer sempre que eu tiver vontade, se eu mandar, você faz. Você vai ser meu depósito de porra, sempre que eu tiver vontade vou me esvaziar dentro de você”.

Continuei chupando aquele pau gostoso com vontade, chupava enquanto batia uma pra ele, depois batia uma enquanto chupava o saco dele, voltava pra cabeça do pau dele, lambia ele todo, depois abocanhava de novo, estava amando tudo aquilo, me sentia a mulherzinha dele de verdade, a única coisa que eu queria era satisfazer o meu macho, nem estava ligando muito pra mim, só queria sentir os jatos de porra dele na minha boca e na minha cara. Estava com muito tesão, queria muito dar pra ele, e sentir aquele pauzão todo enfiado no meu cú, e sentir ele socando com força dentro de mim.

Ele segurou minha cabeça e foi socando de novo, dessa vez mais rápido e com mais força, achei que ele estava prestes a gozar, mas ele reduzia a velocidade e socava bem no fundo da minha garganta, segurava ali por um tempo, comigo sem respirar, e depois soltava, depois fazia de novo, e de novo. Depois deixou minha cabeça de lado pra ficar socando o pau na minha bochecha, fazendo ela ficar bem esticada, ele socava e esfregava ali antes de tirar, depois fazia o mesmo de novo, ele queria aproveitar cada segundo daquele boquete, ele estava se aproveitando e me usando do jeito que ele queria.

Então ele disse que estava quase gozando, disse pra eu deitar na cama virado pra cima mesmo. Deitei, ele veio por cima com o pau na minha cara, e disse, “abre a boca vai putinha, agora vou foder sua boquinha até gozar no fundo da sua garganta”. Eu obedeci e abri a boca, ele enfiou o pau todo na minha boca e começou a meter, fez um vai e vem bem rápido, e naquela posição parecia que estava fodendo uma mulher mesmo, mas era minha boca.

Ele estava metendo bem forte, e eu lá me esforçando ao máximo pra segurar e conseguir aguentar todas as socadas dele até ele gozar gostoso na minha boca, eu queria engolir tudo, sem desperdiçar uma gota do leite do meu macho. Até que ele grita.

Eric: AHH! CARALHO! VOU GOZAR AGORA, VOU GOZAR! E eu ali embaixo dele sem conseguir falar nada, ele só socando na minha boca com força e eu fazendo aqueles barulhos molhados “gló gló gló gló”.

Eric: Engole tudo vai putinha, toma toda minha porra, tomaaa. OOOHHH!! AAAHHH!!!!

Ele começou a gozar muuuito, era muita porra, e vários jatos bem grossos, eu achei que iria aguentar beber tudo por já ter feito antes com o Vinicius, mas o Eric gozou 2x mais, era muita coisa pra eu conseguir engolir tudo. Ele continuou gozando e gozando, até que não aguentei mais e empurrei ele, ele ficou ajoelhado com o pau no meu rosto e foi batendo uma punheta pra terminar de gozar os jatos finais. Enquanto eu fui engolindo o leitinho que ele tinha me dado na boquinha, ele foi gozando na minha cara toda.

Eric: OOOHHH! Caralho que delicia porra, que tesão. Toma na cara toma sua cachorra, toma leitinho na cara toma. Vai ficar viciado em tomar leite de macho. Não vai conseguir ficar um dia sem o pau do seu dono. Ele soltou o último jato de porra no meu rosto, eu mal conseguia abrir os olhos, foi porra pra tudo quanto é canto do meu rosto.

Eu: Que delicia meu macho, eu amei, bem que você falou, sua porra é bem mais gostosa que a do Vinicius. Gostei muito mais da sua, estou querendo até repetir rs.

Eric: É putinha? Sabia que você iria gostar, eu falei que você iria ficar viciada no pau do seu macho kk. Mas relaxa que ainda tem muito mais pra você. Ele deitou na cama com as pernas abertas e disse, “agora vem cá vem putinha, mama o meu pau bem gostoso, deixa ele limpinho e bem babado que já já vou comer seu cú”. Eu obedeci, fiquei de quatro na cama, fui até ele, no meio das pernas dele e cai de boca naquela vara gostosa, voltei a chupar ele bem gostoso.

Vinicius: Mano, não estou aguentando mais, fiquei até agora olhando vocês e batendo uma punheta mas parece que meu pau vai explodir, deixa eu me juntar a vocês por favor Eric. Deixa eu comer nossa putinha primeiro, meu pau é menor que o seu, pelo menos eu aproveito um pouco e vou deixando ele mais abertinho pra você, já vou acostumando nossa putinha antes de você arrombar ele todo e rasgar ele no meio kkk.

Eric: Tá bom vai… eu deixo você começar. Até mesmo porque se eu começar nem vai ter graça pra você mais, vou arrombar ele todo e você mal vai conseguir meter nele depois kkk. Vai lá, fode nossa priminha bem gostoso vai, deixa ela preparada, antes de receber o pau do dono dela.

Vinicius: Opa, pode deixar, que agora esse cúzinho é todo meu, vou montar na nossa priminha e encher ela de porra, vou meter até cansar, vou deixar ela toda esfolada. E ela já está na posição perfeita já hahaha.

Lucas (Eu): Então vem logo Vini, come meu cúzinho come, fode o cúzinho da sua priminha fode, goza dentro de mim, quero sentir todo seu leitinho dentro de mim, você foi o primeiro a gozar na minha boca e quero que seja o primeiro e gozar dentro de mim. Eu empinei a bunda pra ele e disse “Vem cá vem, come meu cúzinho”

(Lembrando que: Meus primos, 2 morenos altos, definidos e depilados, um com 16 anos e o outro com 18. Eu tinha 11 anos e na época era mais baixinho, um pouco gordinho, então tinha um pouquinho de peitos na época, e uma bundinha bem grande e lisinha)

Continua…

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,73 de 15 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Claudinei ID:6stwykeoid

    A novinho desejo que voce perca se cabacinho com um negao bem pauzudo . Com uma rola de uns 30 cm. A primeira rola a gente nunca esquece. Se for enorme melhor ainda. Tenho certeza que voce vai se transformar numa putinha.

  • Responder Sla ID:1daicwpzrc

    Amei esse tbm,gozei mt igual o primeiro, adoro passivos submissos
    Parabéns autor

    • Lúcifer ID:1wlyfmzk

      Obrigado por ler, é muito bom ver que vocês estão gostando dos contos.

      Vou começar a parte 3 agora, quero ver você continuar gozando bem gostoso em todos os meus contos, se você já gostou da parte 1 e parte 2, vai gostar ainda mais do final, vou fazer você gozar bastante.

  • Responder Novinho quer rolaAinda ID:g61zb7344

    Posso ser submisso e obediente ao macho tb me chamo Dudu