# # #

Castigo da Menina de 10 Anos

1077 palavras | 54 |3.22
Por

O nome do conto já diz do que ele fala e pau no cu do arrombado que vier encher o saco aqui. O meu nome é Wanderson da Costa, mas o pessoal por aí me conhece como Deco ou Decão do Bar, tenho 48 anos e vou contar uma parada que aconteceu uns 15 anos atrás mais ou menos. Sempre trabalhei num bar pé de chinelo que só vai pião e vagabunda e uma dessas vagabundas foi a Silvana, uma morenona gostosa pa caralho, com as perna grossa, bundão, peituda, cintura fina, um sonho de mulata mesmo. A Silvana ficava sempre se oferecendo pra mim e eu não sou de dispensar uma buceta dessas, meti a rola na primeira oportunidade, na segunda e fui comendo. Chegou um dia que ela me chamou pra fuder na casa na casa dela e descobri que ela tinha uma filha de tinha nove anos, a Natielly. A Natizinha já era gostosinha igual a mãe, só não tinha peito ainda, mas os coxão e o bundão já eram uma delícia. Nunca fiz questão de esconder os olhares pra menina e a Silvana não tava nem aí, logo começamos a namorar e logo ela me botou dentro da casa dela.
Depois de uns meses já tinha ficado claro que a Natizinha era um capeta, mas a mãe gostava que ela fosse porque quanto mais a menina aprontasse, mais ela podia castigar e a Sil adorava bater na menina, xingar de tudo que é nome. A gravidez da Natielly não foi planejada e pra Sil tinha atrapalhado a vida dela.
Pouco depois da menina completar dez anos, eu cheguei em casa um dia e tava a Sil gritando com a Nati.
– Não acredito que tu destruiu a minha maquiagem, sua pirralha!
– Quebrei mesmo! Vai me bater? Bate! Aqui ô. – A Nati desafiou na cara dela, de tanto apanhar já devia tá acostumada.
– Num vo nem me meter. – Falei indo pro quarto.
Só ouvi a Natizinha repetindo “ai ai ai” quando a Sil veio puxando ela pelos cabelos pra dentro do quarto também e falando. – Não vou te bater não, sua vagabundinha. Hoje vai ser bem pior.
– Que porra é essa? – Falei já ficando puto. – Já falei que não vou me intrometer nessa merda. A filha é tua, te resolve pra lá!
– Não, amor. Você vai me ajudar a castigar essa putinha e vai gostar. Come ela. – A Sil falou com um sorriso maldoso na cara.
– Como é que é? – Eu e a Natizinha falamos ao mesmo tempo, chocados.
– Foi o que eu disse: come ela. – A Sil continuou sorriso e jogou a menina pra cima de mim. – Eu sei que tu quer, sempre soube que esse momento ia chegar. Essa capetinha malcriada merece, arregaça as preguinhas dela.
– Tá falando sério? – Na cabeça de cima veio todos os medos das merdas que poderiam acontecer, mas lá em baixo o pau já dava sinal de que queria meter naquela puta nova.
– Não, tio. Por favor. – A menina já me olhava assustada, mas eu só tava esperando a confirmação da mãe.
– Enraba. Come o cuzinho dela sem dó. – A Sil mandou de novo, se aproximando ela mesma e subindo a saia da própria filha a força. – Olha essa bundinha redonda. Eu sei que tu quer meter nela. Mete, vai.
Nem pensei duas vezes, joguei a menina na cama e segurei com uma mão só, já que ela era pequena e dava tranquilo de segurar, com a outra mão arriei a calcinha, abri minha calça e bati uma punheta olhando praquela bunda gostosa e virgenzinha. Logo a rola tava dura feito uma barra de ferro, cuspi na cabeça e pincelei o cuzinho, cuspi mais e dei uma boa forçada. A Natizinha gritou, mas a Sil aproveitou pra enfiar um pano na boca dela. Cuspi mais e forcei de novo no cu, quando ia cuspir mais uma vez a Sil fala.
– Não precisa de tudo isso não amor. É um castigo, mete logo o pau.
Do jeito que ela mandou, eu continuei forçando naquele cu apertado. A cabeça custou ainda mais pra entrar pelo tanto que a Natizinha lutava pra sair, mas ainda assim entrou. E nisso eu não parei de empurrar, dei outra cuspida pra facilitar pra mim mais do que pra menina e assim a rola foi destruindo as preguinhas daquela criança até estar toda dentro.
A Natizinha parou de se contorcer e apertou o lençol, dava pra ver as lágrimas escorrendo e quando comecei a bombar, mesmo devagarzinho, dava pra escutar ela gritando de dor mesmo que abafado por causa do pano. Meu pau babava tanto que ficou mais fácil de meter, então aos poucos fui metendo mais rápido e mais forte, segurando aquele corpinho pequeno de criança embaixo de mim.
– Toma, sua pirralha vagabunda. – A Sil falou sorrindo e deu alguns tapas na cara da Natizinha enquanto eu comia ela sem dó. – Isso que vadiazinhas como você merecem, tomar muito no cu pra aprender. Mete forte, Deco. Mete até os ovos nessa putinha.
Do jeito que a mãe queria, eu fudi a filha, descontei toda a vontade que eu já tinha de comer aquela puta mirim com o desejo da Sil, que até começou a tocar uma siririca depois de um tempo de metessão.
– Caralho que cuzinho apertadinho e gostoso. Porra eu vou gozar.
Foi eu falar isso que a Sil mandou eu tirar o pau, puxou a Natizinha pelo cabelo de um jeito que a menina caiu da cama, toda mole já sem força, fez ela ficar de joelho e mandou ela ficar de boca aberta e engolir, se não ia ser bem pior pra ela.
Aproveitei e gozei um monte na boca da Natizinha. Foi muita porra mesmo. Melhor gozada da vida até então.
Ficamos juntos muito tempo ainda e castigamos muito a Natielly ainda. Uns anos depois ela fugiu de casa e foi morar com uma amiga. Diz que hoje tão juntas tipo sapatonas, mais eu não sei de certeza. Nem eu nem a Sil falamos com ela depois disso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,22 de 114 votos)

Por # # #

54 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo.

    Esse casal de merda tem mais que se fode. Essa puta esse viado vão. Os dois se.fode

  • Responder piroca gostosa

    Eu acho que com o convite da pessoa pode, agora tenta pegar a meninas novinhas saindo do colégio e fode e no final pede de presente as calcinhas delas com cheiro de xixi misturado com xoxota infantil é uma delícia.

  • Responder Mariana

    Com consentimento não tem problema nenhum, eu e meu marido ensinamos nossa filha a brincar desde cedo e hoje com 11 ela adora, nós 3 transamos juntos quase todo dia é muito especial o que temos

    • antenor

      que delicia conta mais

    • Mariana

      Antenor, nós moramos em uma casa muito pequena com apenas um quarto, quando ela fez 2 anos tiramos o berço porque ocupava muito espaço e ela começou a dormir com a gente na cama. Nunca deixamos de transar por ela estar no quarto e continuamos com ela na nossa cama então foi muito natural incluir ela no nosso sexo mas sempre com muito carinho. Meu marido só penetrou ela pela primeira vez com 8 anos. Hoje ele esta desempregado e eu saio pra trabalhar com faxina, sempre que chego em casa encontro os dois transando. O sexo é muito natural na nossa casa.

    • PELOTAS RS

      Acho muito exitante…
      So que no meu ponto de vista…
      Nao e critica; cada um sabe da sua vida.
      Eu acho que a partir de uns 11 anos e se a menina demonstra interesse por sexo e normal a iniciacao.
      Muito novinha acho complicado….
      A crienca nao tem entendimento das coisas.
      O ciclo natural seria pelo ciclo menstrual….
      A descoberta pelo olhar curioso.
      As primeiras curiosidades de se tocar o proprio corpo. Etc…..

    • Nossa mariana muito bom i

      Isso tudo é bom demais mariana

    • Pabllo

      E melhor aprender em casa do que pegar uma barriga de moleque e depois se chamada de putinha ja cresce sabendo o que e

  • Responder Pior conto

    Tomara que vários homens no presídio castigem vc e a Sil do mesmo jeito o pior . Demônios

    • L****

      Filhos da puta tomare que quando vcs forem pro inferno satanas faca igual com vcs psicopatas tem como evitar ter filho sabia ja fodi mil vezes e ate hoje nao engravidei filha da puta sem vergonha

  • Responder Imbecil

    Vc é Estrupador . Ela a Sil é uma psicopata ordinário

  • Responder Alguem

    Bando De vagabundo tem que ir para cadeia filho DA puta

  • Responder Apreciador

    Esse povo é foda. Vêm num site como esse, leem os contos e depois ficam pagando de moralistas! Tem mesmo é que comer essas coisinhas, aproveitar mesmo! Assim, na marra!

    • Kira

      Ser contra pedófilia não é ser moralista,seu projeto. Só queria 2 minutinhos com você, iria te arrebentar tanto que sua mãe não iria te reconhecer.

  • Responder Odiei este conto

    O que você fez com essa menina não vai ficar assim. Mesmo que passe 30 anos você e essa vagabunda que é “mãe” dessa menina, se é que pode chamar de mãe uma desgraça dessa, vão pagar caro. A justiça é tardia, mas não falha, seja lá qual for. Que vocês morram guilhotinados.

  • Responder Anônimo

    Falando nos comentários daqui e outros contos. pessoal isso não passa de contos, de histórias da cabeça do povo. Claro isso pode facilitar para os pedófilos praticar suas putarias com crianças, coisa que acho errado. Não curto muito contos que se refere a crianças. Acho que meu pau nem sobe. Contos são contos. As pessoas tem ótima imaginação.
    Referindo a esse contos, achei sem graça. O filha da puta poderia ter negado isso e assim ir contra a porra da mãe. Vocês que gostam de escrever sobre criança, tomem cuidado pra não subir pra cabeça e fazer coisas errada na vida vida real. Pedofilia é crime.

  • Responder Ana

    Credo que horror

  • Responder Sandra

    uau Queria estar la pra ajudar a castigar a vadiazinha, ia sentar na cara dela até sufocar enquanto voce fode bem gostoso

    • Anônimo

      Delicia

    • Anônimo

      Tesão demais

  • Responder Anônimo

    Delicia de conto! melhor coisa do mundo é arrombar uma pirralhinha. E com aprovação da mãe é mais gostoso ainda, e o sofrimento delas é maior

    • Paulo foz

      Sem chance, uma menina se der chance tem que ter no mínimo 15 anos mas ela tem que querer

  • Responder Mp

    Nojo

  • Responder Anônimo

    Vocês são um bando de pedófilos nojentos, isso é crime, sexo com criança com ou sem consentimento é crime.

    • Painho

      Crime é o caralho.
      Elas gostam de ser putar de macho desde o dia que nasce.
      Meter em criancinha é bom é gostoso.
      Ainda mais se for forçado.
      Fica mais gostoso.
      Eu estupro mesmo minhas tres filhas a de 11 ja ta toda arrombada.

    • Ped Pedro

      Painho é isso aí porra

    • Filha da puta

      Ok bv

  • Responder Anônimo

    Tem mais é que arrombar o rabo dessas ninfetas

    • vanesia

      Nojeto de mais não gosteii

    • Anônimo

      Nojento

    • Anônimo

      Isso. Tem que fuder a bucetinha delas

    • Pai estuprador

      É isso ai.
      Arrombar o cú e a bocetinha toda.
      Deixar toda frouxinha.

    • São Paulo

      Muito bom

  • Responder Luis

    Conto diferente pra dizer o mínimo . A mãe poderia estar com raiva da menina e com ciúmes de você por saber que você sempre quis a menina sempre as desejou descaradamente . Não pensou nisso??!! Segundo poderia fingir entrar no jogo da mãe , e depois comer a menina com o consentimento dela, seria muito melhor. Dessa forma ela seria sua até hoje . Más enfim cada um faz o que quer na vida e aguentar as consequências .

    • jorge ferreira da silva

      Concordo com você luis, embora tenha mãe safada que não gosta da filha, isso não é correto, não gostei, nada feito na marra eu sou contra, gosto da coisa feito com consentimento e com muito carinho, não precisa se preocupar com a idade da menina desde que ela aceite e goste de brincar, no inicio é só brincadeira depois a coisa vai evoluindo e você termina fodendo a bichinha, comecei com uma que tinha seis aninhos e comecei dando beijinhos na pepekinha, depois chupando seu grelinho e por fim esfregando a rola na rachinha e ante dela completar oito anos já tinha estourado o cabacinho dela sem trauma, hoje ela esta com 13 e ainda fodo ela com menos frequência mais sempre que temos oportunidade matamos a saudade das nossas brincadeiras

  • Responder SP SP

    Transo com minha filha desde que ela completou 14 anos hoje ela tem 25 e continuamos fazendo mesmo ela casada, acredito que conquistando seja muito melhor do que estuprando. Enfim achei pessimo o conto nojento define melhor

    • Anônimo

      Boa tarde, conta como foi..até hoje rola ???

  • Responder Anônimo

    Muito bom seu relato tem que meter mesmo nessa putinha parabens cara

    • Anônimo

      Era bom que comecem seu rabo tbm seu marico , empurrar toda ate ovo te deixar todo arrombado

    • Saf164

      Alguém mete em mim
      Não paro de me masturbar
      Quero uma rola me arrombando

  • Responder Marcelo RJ

    Ta ai a diferença de incesto e estupro.
    Transo com minha filha desde quando ela tinha 12 e quis transar comigo.
    Hoje tem namorado, mas sempre me procura.
    Conquistado não deixa trauma nas crianças.

    • Saudoso

      Tbm sou contra violência tem que ser com conquista… Com carinho toda menina gosta não importa a idade

    • Rodrigo

      Isso é vdd marcelo? Tem historias?

    • Saudoso

      Vms conversa algum de vocês tem telegram?

    • Anônimo

      Vc é um nojento e pervertido..nojento

    • Alicinha

      exatamente..tb sempre gostei ..mas com carinho… vamos falar [email protected]

    • jorge ferreira da silva

      Marcelo também sou contra o estupro, já o incesto e muito bom desde que seja consentido, não importa a idade, de seis aninhos endiante você já começa a ensinar com brincadeirinhas e beijinhos, se ela gosta começa a pedir pra você brincar mais e você vai avançando nas brincadeiras deixa ela pegar na sua rola e brincar e diz pra ela passar na pepekinha e você começa as forçadinhas, ela as vezes reclama e você diz que doi so um pouquinho e é muito gostoso e ela vai aguentado aos poucos e logo a bichinha ta engolindo sua rola, hoje ela ta com quinze e diz que sempre quer brincar comigo e assim que ela chama foder de brincar gostoso, ninguém nunca soube nem suas melhores amiga e diz que mesmo depois de casada quer brincar comigobasta que eu nunca procure outra mulher pois ela so não tem siumes damãe dela que sabe que ela quase não gosta mais de transar mais outras mulheres não pode, somente ela viu como é gostos transar com sua querida filhinha é muito bom depende de você ensinar direitinho

    • Vou denunciar o site

      Lixo do caralho,como que um homem tem coragem,vey p mim vc n é homem,as menina ficou c trauma e fugiu,ficou c nojo de nois homens e virou sapatona,vc é um lixo ambulante,eu teria nojo de mim se fosse vc,como pode cara,nojento,porco,estupro,vc tinha a buceta da puta da mãe dela cara comia a vagaba mais a criança não seu lixo,vc tem que ser preso não,tem que te levar pras zideia,prós cara meter cabo de vassoura em seu cu,seu arrombado,porco,vc n é nem homem,que nojo fdp

    • Anônimo

      É verdadade concordo com você
      quando a menina quê.por livre e espontânea vontade
      não é estrupo não não não.e não vai
      ser nunca nunca nunca uma coisa não tem nada a ver com a outra
      a verdade é essa

  • Responder ANONIMO

    Cara, vc vai pagar e bem caro por isso, não vem com essa história q isso faz mais de 15 anos, Seu filha de uma puta, vc e essa vagabunda terão o q n merecem.

  • Responder Nando

    Melhor seria com o consentimrnto, com conquista é muito mais gostoso!

    • Eletrônico

      Tbm sou contra a violência, sem sentido!

  • Responder Anônimo

    Nossa que nojo, tomara que morram seus nojentos

  • Responder Anônimo

    .malditos