# # #

O padre Nícolas amava as crianças da Comunidade

788 palavras | 1 |4.31
Por

Ele amava as crianças tanto que comeu todas elas ao todo foram 35 e eu estava no meio.

Os moleques adoravam o padre, ele distribuia doces, pagava picolés para todos, era uma festa. Toda criança ao completar 12 anos tinha que fazer primeira comunhão e consequentemente tinham que se confessarem antes e é aí que o padre se aproveitava. Estávamos nos preparando para fazer esta primeira comunhão e todos deveriam passar pelo padre para se confessarem. Pedrinho foi o primeiro e acabou sendo a primeira vitima. Percebendo que ele estava andando as pernas abertas eu o interpelei. Que foi Pedrinho, você está andando de pernas abertas? Tá mancando porque? Então ele me contou, foi o padre Nícolas, ele me comeu ontem quando fui me confessar. Ele me disse que só me perdoaria se eu desse para ele tambem. Contei a ele sobre nossas trocas trocas e ele me disse que o pecado era muito grave.Me levou para a sacristia e me enrabou. Olha miguel o cara é um cavalo, quase não aguentei aquilo tudo, e ele só ficou contente depois de colocar tudo e gozar bem np fundo do meu cú. Pelo que eu sei ele já comeu uns 8 meninos desde que começou a preparação para comunhão. Confesso que fiquei com medo mais ao mesmo tempo curioso. O mais engraçado é que ele só pegava meninos, as meninas ele não assediava.èramos acostumados a fazer troca troca, mais todos tinham os paus pequenos e aquela do padre para nós era novidade. Eu mesmo morria de curiosidade, queria ver aquela benga que o Pedrinho disse ser enorme Dias depois decidi encarar o padre, mesmo porque não dava para escapar, tinhamos que nos confessar. Entrei na igreja com as pernas tremendo. pensei em não contar todos os pecados, mais minha mãe me disse que era preciso confessar tudo que havia feito de errado, senão o pecado se tornava ainda maior. Então iniciei minha confissão e contei tudo ao padre, contei que havia feito troca troca com vários moleques, que havia comido o cusinho da marilda, que já havia dado para o meu primo mais velho, enfim contei todos pecados que eu julgava ter cometido. E o padre só me escutava, quando terminei ele me disse: Puxa filho acho que você não terá salvação, a não ser que…….. e se calou e eu lhe perguntei: A não ser o que padre.? E ele me respondeu com um sorriso nos lábios. A não ser filho que você deixe eu comer este se rabo tambem, assim eu o perdoarei tudo. Eu já esperava por aquilo, tinha uma certa curiosidade, queria ver o tamanho daquela benga que o Pedrinho havia dito. Ele saiu do confessionário e disse me acompanhe filho e se dirigiu a uma sala atraz da sacristia. Foi entrando e tirando a roupa e mandando-me tirar a minha, obedeci e quando olhei para ele pelado eu quase cai de costas, tamanho susto, aquilo devia ter uns 28 cms grosso e cabeçudo parecia a pica de um jegue.Ele já estava preparado para o ato, Ali tinha uma mesa e a bisnaga de Ky já estava sobre a mesa.Muito assustado eu disse: Padre eu não vou aguentar tudo isso não, é muito grande e ele respondeu:: Aguenta sim, todos aguentaram e já foi me debruçando sobre a mesa e passando KY no meu rabinho.Me deu um tapa na bunda que doeu até minha alma e enfiou o dedo indicador e ficou girando como se estivesse abrindo meu cusinho. O dedo não doeu mais quando colocou a cabeça eu vi estrelas, tentei escapar, mais não foi possivel, ele me segurou e travou-me entre as sua pernas. Deu-me mais um tapa na bunda que parecia que queria arrancá-la do lugar.De uma socada só, guardou a metade daquela benga deentro do meu rabo, eu gritei e ele falou, não grita senão eu bato mais. Gemi baixinho e fiquei quieto e ele deu mais uma socada e guardou o resto que faltava. Me senti totalmente, totalmente preenchido, aquela pica empurrava meu umbigo para cima. Ele urrava e bombava selvagemente o meu cú sem nenhuma pena. Não parecia um ser humano comendo outro ser humano, parecia um cavalo possuindo uma égua. De repente gozou feito um louco derramando rios de porra no meu rabo. Eu não consegui gozar, gozei sim depois do ocorrido tocando punheta. Terminou, se vestiu e me mandou vestir e disse: Pode ir estás perdoado!! Este padre hoje está preso, pegou 18 anos de cadeia por estupro de vulneráveis e consta que ao todo Consta dos autos que ao todo ele abusou de 35 garotos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,31 de 26 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jair ID:1dbfi46wwkx9

    Na minha cidade tinha um padre viado e a molecada viviam enrabando ele.Eu mesmo comi ele várias vezes. ele era novinho devia ter uns 30 anos, nunca vi gostar de pica daquele jeito, ele chegava a chorar na pica. Ele aguentava pica de qualquer taamanho, um colega nosso tinha uma benga de 28 cms. e ele engolia tudo e ainda pedia mais Depois ele foi traansferido e ficamos sem nossa mulher.