# # # #

Esposa estuprada que virou puta

938 palavras | 0 |4.40
Por

Tenho a fantasia de assistir minha esposa com outro, mas não de uma forma tão comum, gostaria que fosse o mais “selvagem” possível.

Minha esposa e eu temos ambos na faixa dos 40 anos. Ela morena, tem uma bunda grande e seios fartos. Por ser evangélica, jamais permitiria esses tipos de coisas, nossas transas se limitam a um papai-mamãe bem normal feito a cada 15 dias e olhe lá. Partindo para minha fantasia sem enrolar mais, seria assim: Estaríamos nos dois em casa, já tendo combinado com dois amigos, eles invadiriam minha casa sem que ela soubesse quem fossem eles, como se fossem bandidos em busca de objetos de valor, que não possuiríamos é claro. Aos poucos eles começariam a ficar mais agressivos, começando a ameaçar a fazer algo com ela dizendo, já que vocês não tem nada de valor, acho que vou dar um trato nela. Dizendo coisas do tipo, em um tom ameaçador e bem firme. Ela paralisada, eu começo a pedir para que não façam isso, quando o outro, tranca a porta, e segura firme a minha esposa e puxando pelos braços, arrasta ate o quarto, o outro vai logo em seguida onde deitam ela na cama e falam ao ouvido dela, se ela cooperar irão acabar rápido e ela ainda irá gostar, se não cooperar irá demorar e ainda ela vai sofrer. Quando ela balança a cabeça em consentimento. Em seguida, o que estava segurando-a, solta e ela fica deitada, sem reação, ele vai até a porta e deixa entreaberta para que eu possa ver o que esta acontecendo.
Sendo dois amigos, ambos bem fortes, um da pele mais clara e o outro mais escura, o da pele mais escura era mais alto e também mais bruto, ele pega a perna dela, tentando abrir e ela tranca, não deixando ele abrir, nisso ele fala bem firme com ela, _ você não disse que iria cooperar? e com sua força consegue abrir a perna dela, que de saia, deixou sua calcinha a mostra, uma calcinha bem comportada e de crente, o que faz eles rirem. O outro, que estava ao lado da cama, abriu o zíper da calça jeans que usava e colocou para fora aquele pau. Era bem maior que o meu, já estava duro, precisava de duas mãos fechadas para segurar inteiro, ainda sobrariam uns 3 dedos. Ele vai ate a boca de minha esposa e passa o pau nela, segurando pelo queixo fazendo-a abrir e colocando aos poucos dentro da boca dela, o outro rapaz, estaria passando a mão pela cintura dela, abaixando a calcinha tirando de uma vez, sem cerimonias. Revelando uma buceta bem inchada, suculenta, com grelo escondido, a pele bem lisinha como se fosse um pão de massa fina. ele coloca a cabeça entre as pernas dela e quando fica ofegante perto da buceta, ela estremece ao que ele encosta a língua no seu grelo, deixando ele duro e aparente.
Meu pau já estaria em minha mão, enquanto assistia a cena, dois homens na minha cama com minha esposa, e ela nem estaria mais relutando, a boca daquele homem negro estava na buceta dela, chupando com vontade e ela parecia gostar, se contorcia enquanto tinha um pau em sua boca e uma boca em sua buceta. Um deles pergunta para ela se o marido dela fazia isso com ela, e manda ela responder, ela dizia que não, Quando o que estava com o pau na boca dela, disse que hoje ela deixaria de ser mulher e viraria puta, e que sabia que ela estava gostando, mas fez questão de perguntar se ela queria, ela apenas consentiu com a cabeça.
Ele tira o pau da boca dela, que estava babada, ela não sabia chupar, ele apenas havia colocado o pau na boca dela e deixou lá dentro. Tirou por completo sua roupa, e trocou de lugar com outro, que também tirou a roupa revelando um pau ainda maior que o primeiro, e ambos tiram a roupa dela, deixando ela sem nada e colocando ela de joelhos no chão, primeiro vc vai aprender a chupar. Ela segurava o pau sem jeito, e insinuava um boquete muito mal feito, quando de repente recebe um leve tapa na cara, exigindo que se esforçasse mais, aos poucos ela já estava chupando melhor, com mais vontade, e trocava entre os dois. Era demais para mim, minha esposa virando puta, foi muito melhor que eu imaginava, colocaram ela de quatro na cama, enquanto ela chupava um deles, o outro penetrava ela, socando bem forte dentro dela, tirando o pau e colocando inteiro, de uma vez, de onde eu estava, dava pra ver a buceta dela se abrindo, recebendo aquele pau com vontade, foi a vez do outro, que não teve dificuldades em penetra-la, metia com mais vontade ainda, apoiava sua mão na cintura dela, enquanto com a outra, puxava seus cabelos. Ele passou a dar tapas em sua bunda quando ela começou a gemer, prestes a gozar, eu nunca vi minha esposa gozando, ela estava linda, com dois paus nela, enquanto gozava deliciosamente. pra finalizar, eles fizeram questão de depositar todo leite dentro da boca dela, o primeiro não conseguiu e acabou escorrendo por sua cara, já o outro, enfiou o pau inteiro na boca dela, fazendo ela sufocar e em seguida gemeu alto enquanto gozava dentro dela.
Ela ficou deitada na cama por um tempo depois que eles saíram. Em seguida eu entrei, falei toda a verdade para ela e a comi como nunca havia feito antes.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 20 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos