# # #

Uma gostosa brincadeira – Parte 01 by Paula

1258 palavras | 3 |2.13

Oi, me chamo Paula, tenho 31 anos, casada, tenho 1,70 de altura, 80 kg e tenho uma bunda muito, mas muito grande, que pela quantidade de homens que vejo olhando, devem achar muito gostosa. Meu marido morre de ciúmes, reclama quando uso roupas mais curtas, dos meus ex-namorados então, só falta enfartar quando lembra deles. E para piorar, o Renato, meu último ex, trabalha na mesma empresa que trabalho, inclusive no mesmo escritório. Certa vez, reclamando com uma amiga, ela me disse que era só atiçar um pouquinho que ele mudava este ciúme rapidinho, que o marido dela era mesma coisa, mas ela mudou ele rapidinho, então com algumas ideias desta amiga, resolvi testar com meu marido também.
Comecei a andar com saias mais curtas e blusas bem decotadas, no início meu marido ficou só olhando, não falou nada, mas um dia, estava na cozinha e ele reclamou que minhas roupas estavam muito curtas, e que minha blusa era só abaixar que estava aparecendo tudo, olhei para ele com um sorrisinho na boca, disse que realmente ele tinha razão, que eu deveria ter mais cuidado, inclusive falei que estava curvada na bancada do escritório, e diversos homens não paravam de passar para um lado e para outro, depois vi que meus seios estavam aparecendo e eles quando passavam não paravam de olhar, e, inclusive tinha percebido que tinha alguns do escritório que estavam atrás e não paravam de olhar minha bunda, meu marido ficou mudo, e saiu meio que sem saber direito o que dizer…
A noite, começou a perguntar se já me tinham olhado assim antes, respondi que não tinha percebido antes como percebi hoje, mas que ia ver se eles olhavam, ele riu um pouquinho e disse “mas não é para gostar não”, também dei um risinho safado, foi quando ele me pegou e me lascou um beijo, tirou rápido minha roupa e me comeu bem forte, adorei, tinha tempo que ele não me comia com tanta vontade.
No outro dia bem cedo, escolhi uma calcinha bem pequena, uma blusa com um decote bem generoso, uma calça bem coladinha branca e um pouco transparente, e como minha calcinha era branquinha, dava para ver nitidamente. Quando meu marido me viu deste jeito, ficou meio pasmo e me perguntou onde ia, sorri e falei que ia trabalhar, mas que ia ver se alguém ia me olhar e contaria para ele. Ele deu um sorriso meio safado e disse que era para contar mesmo. Foi um sucesso no escritório, andava rebolando de um lado para o outro, sabendo que vários machos estavam de pau duro vendo minha calcinha minúscula, ou vendo meus seios quando abaixava, inclusive meu ex, que disse que eu estava bem diferente depois que terminamos, que eu tinha mudado para muito melhor, quando fui andando dei uma olhadinha para trás e vi ele olhando para minha bunda quase hipnotizado.
Contei para meu marido tudo como foi no escritório, ele quase me sufocou com o beijo que me deu, e nem preciso dizer que ele me comeu a noite inteirinha, e toda hora me pedia para dizer como estavam me olhando, quantos tinham visto minha calcinha, meus seios, e principalmente, se meu ex tinha me olhado também, neste momento falei que sim, que o Renato além de ficar olhando para minha bunda, vendo minha calcinha, não tirou os olhos dos meus seios e que tinha abaixado de propósito para ele ver melhor minha calcinha, nesta hora meu marido soltou um urro e gozou como nunca tinha feito antes.
A semana passou com a mesma rotina, acordava de manhã, escolhia uma calcinha gostosa, e sempre com uma roupa que deixava ela bem realçada, e para variar, os machos do escritório ficaram me comendo com os olhos, descaradamente. Até que na sexta feira, o Renato veio com uma de que tinha que fazer uma planilha, que eu sabia mexer melhor e que queria que fosse sábado ao seu apartamento para ajudá-lo, falei que ia ver e que ligava para ele a noite. Quando contei para o meu marido, achei que por causas dos ciúmes antigos, ele não ia gostar, mas ele disse que não tinha problema nenhum, que era para ir sim, de preferência “bem gostosa”, dei uma risadinha e falei que pode deixar, liguei para o Renato e confirmei. No sábado, acordei, tomei um banho e chequei sem roupa nenhuma após o banho para meu marido e disse no ouvido dele, “quero que você escolha e me ajude a vestir minha calcinha, do jeito que você quiser para me deixar bem gostosa”. Ele escolheu minha menor calcinha, branquinha também, então coloquei de novo minha calça branca coladinha, uma blusinha bem soltinha e não coloquei sutiã, deixando meus seios praticamente a mostra sem nem precisar abaixar e fui para o apartamento do Renato. Chegando lá, comecei a olhar as planilhas, todas já feitas, sabia que era desculpa, mas entrei no clima e comecei a mexer nelas, fiquei em pé e me curvei para digitar no computador, nesta hora, vi que Renato foi para trás e ficou olhando para minha bunda, dei uma empinadinha de leve para ele ter uma visão total da minha calcinha, foi quando ele chegou e ficou ao meu lado, vendo meus seios, que por estar sem sutiã e pela blusinha, estavam praticamente para fora e com os bicos já a mostra. Ele sem conseguir se segurar me pegou pela cintura e falou que era doido por mim ainda, e que ainda me desejava muito e que não estava aguentando de tesão, dei um empurrãozinho meio sem vontade nele e disse que bobo foi ele que me comia do jeito que queria e me largou, agora só ia ficar olhando mesmo, nisto, ele começou a me beijar no pescoço, e eu ficava falando a mesma coisa, que não adianta mais, nisto, ele começou a abaixar a minha calça, e eu deixando ele ir, até que só fiquei de calcinha e blusinha, empurrei ele e falei olha, é só para você matar a saudade um pouquinho, nisto levantei minha blusinha bem devagar, ficando só de calcinha, virei de costas e me curvei novamente, ele chegou por trás e começou a querer me comer, senti seu pau duro forçando por cima da minha calcinha, olhei para trás com um sorrisinho e falei que não ia dar para ele não, só ia deixar ele curti mais um pouquinho. Quando ele se afastou para tirar a roupa, vesti minha calça novamente e coloquei minha blusa, ele ficou quase louco, mas falei para ele que não ia dar e que quando namorávamos, ele já tinha me comido de tudo quanto é forma, e que hoje era só para ele lembrar um pouquinho de como sou gostosa. Sai dando gargalhada, e quando cheguei em casa, contei para meu marido detalhe por detalhe, e nem precisa dizer que tive que ficar a semana até de madrugada toda dando para ele para ver se ele apagava o fogo, mas nem assim, ao invés disto ele fica me pedindo para fazer de novo, com o Renato ou com outro ex, mas desta vez deixar eles me comerem, nem que seja só um pouquinho.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,13 de 8 votos)

# # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Marcelo o tesudo ID:muirjcfi93

    Corno manso. hahahahahahahahahaha

  • Responder adenio ID:5unpwbbbqj9

    Fiquei de cacete latejando. 055 55 9906 6688

  • Responder Anonimo safado ID:5unpwbbbqjn

    Vem de whats safada 6793309947