Meu ninfetinho

17-03-18 Por 10 ★ 4.46

Me chamo Guilherme e tenho 39 anos, e vou contar como descobri um ninfetinho dentro de casa.
Sempre fui safado, adoro putaria, desde dos meus 20 e poucos anos eu vivia em puteiro, suruba com os amigos, minha rola é grossa e bem veiuda e sempre passei em tudo que é buraco, até em uns viadinhos que eu conhecia. Até que um dia conheci a Monique, uma morena sensacional, com uns peitos médios e bem durinhos, coxas grossas e um bundão que eu adorova esfregar minha rola. Ela também se interessou por mim, 1,85 de altura, peito definido e peludo, uma tatuagem de tigre no braço. Nos apaixonamos.

Ficamos juntos durante 6 meses e fomos morar juntos, e ela acabou engravidando, e nasceu nosso filho Rafael, nosso maior tesouro. Tudo ia bem até que um pouco antes do Rafael fazer 3 anos a Monique veio a falecer em virtude de um acidente de moto, fiquei arrasado, mas fui seguindo com a vida normalmente e criando nosso filho!

Ocorre que o Rafael foi crescendo e ficando muito bonito igual a mãe, mas percebi que ele era diferente dos outros meninos, era mais afeminado que os outros e gostava de ficar rebolando igual as dançarinas na TV, uma vez estava a Anita passando na Televisão e ele ficava rebolando e imitando ela, ali percebi que meu filho era gay. Fiquei um pouco chateado e procurei entender, mesmo ele tendo só 7 anos, mas sabia que não ia mudar.

Nosso relacionamento sempre foi muito aberto, principalmente depois da morte da mãe dele, criamos um vínculo muito bacana, ele dormia na cama de casal comigo e tomávamos banho juntos e sempre procurei ser um pai companheiro. Afinal só tínhamos um ao outro! Acontece que depois da minha percepção sobre meu próprio filho ser gay, comecei a olhar ele com outros olhos, nunca tive preconceitos com gay, então comecei a ter desejos por ele, enquanto ao mesmo tempo eu me repudiava por ele ser uma criança, o tempo passou ele fez 8 anos e eu continuava com desejos pecaminosos com relação ao meu próprio filho.
Foi quando resolvi ter A conversa com ele, perguntar das namoradinhas, se ele sabia o que era sexo, se batia punheta… essas coisas, foi uma conversa constrangedora para ele, mas eu disse que sabia que ele gostava de meninos e estava tudo bem, ele quase infartou, mas se sentiu mais confiante por eu parecer tão compreensível. Comecei a ter mais conversas desse tipo com ele, ele até falava os meninos que ele achava bonitos na escola, ou quando estávamos deitados assistindo televisão ele me falava quais homens achava bonito e isso me excitava muito, mas não deixa ele ver minha barraca armada.

Às vezes de noite enquanto dormíamos eu passava a mão no corpinho dele e batia uma punheta e gozava pensando nele, mas nunca fui mais adiante, até que comecei a me insinuar mais dentro de casa, usava só cueca e ficava desfilando em frente dele, de vez em quando eu chamava ele para tomar banho comigo (mesmo ele tomando banho sozinho) e nesses banhos eu comecei a introduzir ele na punheta ele via meu pau duro no chuveiro e ficava hipnotizado, sem dizer nada, e comecei a seduzir ele ali, e com o passar dos dias ele ficou mais próximo de mim, vivia me abraçando e deitando no meu peito.

Começou a rolar um clima dentro de casa e percebi que ele também notava isso, mas eu queria que ele viesse atrás de mim. Assim um dia no banho ele entrou no banheiro e disse que queria que eu ensinasse ele a gozar igual a mim. Peguei no pauzinho dele e bati uma punheta frenética e ele pareceu ter gostado da sensação, mas não chegou a gozar! Quando ele ia sair eu disse, agora é sua vez, o pai fez em você e agora você faz no pai…. ele pareceu ficar um pouco indeciso e com medo, mas eu peguei não mãozinha dele e pus na minha pica que estava durassa a essas alturas e pegando fogo. A mãozinha dele não fechava e eu quase gozei não mesma hora, mas ele segurou firme e eu disse: pode pegar, pega sem medo, pareceu que era a aprovação que ele esperava…

Se vcs estiverem gostando eu continuo!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,46 de 39 votos)

Por

10 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Tiozao

    Português muito bom Cara, tesão da porra.

  2. Selo Kime-Rda de Conto

    Escritor babaca é o que mais tá tendo.
    Vai postar no twitter, Facebook, daí tu vai ter likes. Até a turma do MP vai curtir.

  3. PutinhaSincera

    Apelou pra ter comentário! Tsc! Tsc! Tsc!

  4. novinho15a

    continua

  5. grisalho

    Continue sim

  6. Igor Piroca

    Cara… Só isso pra ganhar comentarios? Putss…

  7. Janete Souza

    Excitante
    Beijos

  8. Pachecao

    Estou adorando continue estou com o meu Pau super duro e vou ter que me virar tocando uma gostosa Punheta pensando nesta gostosa putaria

  9. Carlos

    Muito bom, continue.

  10. Passivo cariri

    Showwww…. delicia de conto continua…..