Deixei ele pensar que foi estupro

29-03-18 Por 0 ★ 3.57

Quando era adolescente, desde cedo minhas pernas eram grossinhas. Acho que este fato chamava a atenção dos meninos, e depois de mais um tempo, alguns adultos também diziam umas coisas pra mim. Tenho um primo que é uns anos mais velho que eu, e começou se interessar pelas minhas coxas. A aproximação dele foi natural, ele ia me tocando como não quisesse nada. Eu estava percebendo tudo mas não dizia nada, no fundo estava gostando. As vezes quando eu estava querendo mais, usava mini saia pra provocar ainda mais ele, ou corria para colocar mini saia quando via ele se aproximando. Ele percebia que eu estava me mostrando pra ele, e suas mãos estavam chegando cada vez mais perto da minha bucetinha. Tudo que ele fazia eu aprovava mentalmente, mesmo quando eu dizia para ele parar, estava subintendido que era pra continuar. Uma vez xinguei ele feio, porque estava quase gozando quando esfregou minha buceta por cima da calcinha. Mas bastou 2 dias para eu ficar com saudade de sentir ele me tocando, e fui atrás dele com a cara deslavada e chamei ele até minha casa. Logo após um breve papo furado, ele começou a me bolinar, sues dedos dentro da minha buceta estava me deixando completamente sem razão. Ele foi me levando ao chão, eu não tinha mais forças pra reagir e gozei. Tinha tido o meu maior prazer até esta momento. O primo então aproveitou da minha fraqueza momentânea e de pernas levemente abertas, foi se deitando sobre mim. Esperava ansiosamente por um beijo, mas ele encostou seu pau na minha buceta e foi soltando seu corpo. Senti uma grande dor, mesmo eu chorando, ele ia metendo mais e mais, quando gozei foi que a dor diminuiu um pouco, em seguida ele gozou dentro de mim, sem se importar com as consequências. vendo todo aquele sangue que saia de dentro de mim, disse que ia contar pra minha mãe, ele fugiu, eu tive que limpar o chão e fui me limpar no banho. Fui para meu quarto esperar a vergonha passar, para meu primo não achar que eu tinha aprovado o que ele me fez, fiquei sem falar com ele. Depois arrumei um namorado e transamos normalmente. Espero que gostem, quando tiver novidades vou mandar.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,57 de 7 votos)

Por

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos