#

Minha mulher depois de beber umas se abriu toda para um amigo

1450 palavras | 11 |3.77

Ola amigos, o que vou contar para vocês e uma historia verídica aconteceu no final do ano de 2015.
Sou casado minha mulher uma loira bonita, gostosa, apertadinha, uma bunda carnuda saliente, pernas grossas, bonitas, bronzeada, adora sol, com aquela marquinha maravilhosa do biquine, já algum tempo venho alimentando a ideia de deixar ela foder com um outro homem e eu ficar olhando, e participar e claro, mais ela não aceitava, bem porque não tinha coragem de paquerar outro homem, nos temos um casal de amigos gente boa, a esposa e evangélica, e o casamento deles estava capengando, um dia a Lucia esposa dele deixou escapar que o Henrique tem uma caçeta enorme que machuca ela, e que ele queria meter na bunda dela, acabaram brigando.

Esta conversa abriu portas para eu voltar falar das minhas fantasia e em casa transando acabei puxando assunto sobre o Henrique, e comentei já pensou o Henrique te arrombando todinha, o Henrique e um negrão 2.00 metros de altura, bonito, cheirosos, e disse ele metendo aquela rola preta dentro desta bocetinha, eu notava que ela gemia mais e gozava com mais facilidade, eu metendo no cuzinho dela, que ela adora, eu disse ele iria arrombar este cu, e falei mais você não iria aguentar ele te arrebentaria todinha, ela respondeu devagarinho, com jeitinho entra, nossa só isso fez eu gozar, que delicia, ela então disse é você esta querendo ser corno, esta querendo que eu deixe o Henrique me foder, eu então perguntei tu teria coragem, ela respondeu porque não, aquilo ficou na minha cabeça, iluminou a oportunidade de realizar o meu sonho.

Um dia acabei encontrando o Henrique meio desolado, aborrecido, e fomos beber umas, conversamos, ele então acabou se abrindo comigo, que Lucia sua mulher, depois que passou a frequentar a Igreja evangélica, não quer meter, nunca deixou eu meter no cu dela mais deixava eu brincar com a caçeta no meio das pernas dela agora nem isso, foder só papai e mamãe, eu aproveitei e comentei com ele que a minha mulher adorava sexo anal, que fazia de tudo, ele perguntou ela deixa por dentro mesmo, eu respondi claro tudinho, ele e eu já com umas na cabeça ele disse só que a minha caçeta e muito grossa, ela não iria aguentar, eu respondi a minha entra, com jeitinho a sua também entraria, ele perguntou tu acha que ela deixaria, eu respondi ai é só com ela, mais acho que deixaria, ela adora dar o cuzinho, e tu deixaria eu me fiz de bobo e disse nunca fiz mais quem sabe, ele riu e disse não estou falando se tu deixaria eu foder com ela, eu respondi por mim tudo bem, só depende dela, ele então acabou mostrando a caçeta dura, esta conversa esta me deixando assim, eu então acabei pegando na caçeta dele por cima da calça, ele deixou, na verdade eu já tinha tido relacionamentos com outros homens adoro, nos estávamos num bar no balcão num corredorzinho apertadinho bem escondido, pouca gente, ele tirou a caçeta para fora nossa eu peguei, coisa de louco mesmo, 23 cm por 10 de grossura, não é cabeçuda mais muito grossa mesmo, segurei fiquei alisando a rola dele, ele disse quer fazer uma chupeta no carro, e fomos embora, no carro comecei a chupar a rola dele, que mal cabia na minha boca, entrava só a metade e com a boca arreganhada, nossa quando ele gozou quasse me engasguei ele empurrou tudo segurou minha cabeça gozou no fundo da minha garganta, tive que engolir tudinho, nunca tinha tomado porra, já tinha deixado gozar na minha boca mais eu cuspia fora, mais desta vez não tive escolha, mais adorei, depois conversamos pedi sigilo, ele então perguntou vai deixar eu meter com a Beth, minha mulher eu então marquei um local que eu e minha mulher costumamos ir beber umas.

Quando foi no Sábado, fomos beber umas, e como se fosse por acaso o Henrique apareceu, começamos a conversar, bebendo ele comentou sobre a Lucia, e acabou falando sobre sexo, conversa vai conversa vem ele acabou perguntando para minha mulher se ela curtia anal, ela respondeu que sim, ele disse nossa que delicia, é uma pena minha caçeta e grossa, você não aguentaria, ela respondeu na maior cara de pau, com jeitinho ela entra, ele disse e verdade, e disse pena que tu é casada, ela novamente respondeu e qual o problema que você vê nisso, ele respondeu para mim nenhum, a conversa estava indo longe, e claro que para onde eu queria, o Henrique foi no banheiro, ela então me perguntou amor tu vai deixar mesmo ele me arrombar, eu respondi você e quem sabe, se quiser, ela de imediato respondeu eu quero, a onde nos iriamos, eu disse vamos em casa mesmo, estamos sozinhos e ficamos mais a vontade, ela disse você vai deixar eu ser arrombada na nossa cama, eu perguntei algum problema , ela disse claro que não da mais tesão ainda.

Nisso chegou o Henrique eu então perguntei, Henrique quer ir ate em casa, tomar a saideira el disse que sim, e fomos, quando chegamos ela foi passar uma água no corpo, eu aproveitei e tive uma conversa com o Henrique dizendo faça o que você quiser com ela, vou deixar um lubrificante separado ali na cabeceira da cama, ela veio nossa peladinha, ate eu fiquei louco, o Henrique tirou a roupa, ela caiu de boca chupando a caçeta dele, eu fui ajudar aproveitei a oportunidade, eles foram para a cama ele chupou a boceta dela, ela então ficava chamando vem Henrique vem mete esta caçeta aqui dentro vem, ele passou o lubrificante e foi penetrando nossa ela gemia uivava, arreganhou as pernas para receber aquela rola todinha lá dentro, eu por trás só via o saco de fora, nossa ela aguentou todinha, ai meteram muito, cavalgou, ficou de quatro, frango assado, ate ele encher a boceta dela de porra, nossa que delicia, ficaram a tralado por alguns minutos, se beijando como dois amantes, quando ele tirou a a caçeta de dentro não a quentei cai de boca chupando a caçeta e a boceta dela lambendo a porra todinha, ele foram ao banheiro se banhar, e no box ele fodeu ela de novo, ela trançou as pernas na cintura dele ele com a caçeta todinha lá dentro, ele tentou meter no cu dela, ela disse assim não vamos na cama .

E voltaram para a cama, nossa ele começou chupando o cuzinho dela, lambuzou de lubrificante e começou a tentar, ela deitada de bunda para cima ele em cima dela sentado sobre sua pernas e começou nossa ela gritava, mandava ele tirar, ele tentava de noivo, ate que entrou uma metade, ela ate chorou, queria que ele tirasse ele dizia agora não sua putinha você disse que iria deixar agora quero meter ela todinha e foi empurrando, ela com as mão abriu as nádegas, e dizia isso negrão mete tudo mesmo, arrombada mesmo este cu, quero ela todinha lá dentro, ele socou tudo lá dentro, ela gritava tira tudo, e fode de novo, nossa ele tirava todinha para fora e metia tudo de novo ate o saco, e assim fez varias vezes, ate encher o cuzinho dela de porra, ela gritava ela gozou com a rola dele no cu, nossa que delicia eu gozei umas 5 vezes, ele foram se banhar nossa a caçeta dele não amolecia, no banheiro ele sentou na bacia e ela sentou em cima, depois se virou de frente para ele e sentou novamente enterrou aquela rola todinha na bunda, pulava na rola dela, as vezes a caçeta saia fora ela colocava de novo, se beijando rebolando na caçeta , ficaram assim quasse uma hora para ele gozar, ai tomaram banho ela não aguentava mais desmaiou dormimos os três na mesma cama, de manha ele com a caçeta dura eu me levantei ela dormindo comecei a chupar a caçeta dele e novamente ele gozou na minha boca bebi toda a porra dele, ela acordou meteram de novo, ele foi embora no Domingo umas 11 horas, foi maravilhoso, hoje ele vem sempre foder aqui em casa deixa ela machucadinha mais ela adora, hoje somos bem liberais ela sabe que eu adoro uma caçeta também, que eu chupo que ele goza na minha boca muito bom, espero que tenha gostado.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,77 de 13 votos)

#

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder negrogostoso

    ta com ciumes em fernado?

  • Responder paulo fernando

    Você alem de VIADO é corno safado, tenha vergoonha na cara cabra safado, se decide ou vira viado ou deixa a mulher fuder com quem quizeer, e vai da o cu se puto

    • negrogostoso

      qual? é. fernando?.. ta com ciúmes ….. arranja um negro para arrombar. vocé.. e sua mulher também … seu viadinho corno enrustido…..!

  • Responder Walter

    Delicia

  • Responder Anônimo

    Além de corno é viado kkkkkkgosta de um leitinho

  • Responder Anônimo

    Além de corno é viado.

  • Responder silva

    Sim gostei muito da sinceridade do corno manso…. Parabéns

  • Responder moreno

    este conto m deixou com muito tesão.

  • Responder Fabio

    Excelente conto.ainda vou realizar minha fantasia e fazer igual a este casal.

    • Fabio

      Quero alguem para fazer igual.

    • Cadore

      Com sua Mulher??