# # #

Meu professor me dava nota em troca do meu xixi

1881 palavras | 3 |4.00
Por

Meu professor da quarta série me dava nota em troca de eu fazer xixi na boca dele, eu era sua melhor aluna.

Eu estava com 10 anos quando tudo começou, eu era uma menina muito bonita, já tinha um corpinho desenvolvido pra minha idade, era popular na época e não gostava muito de estudar, estava na idade de querer chamar a atenção dos meninos, então ia sempre arrumada pra escola, me importava mais em chamar a atenção do que prestar atenção na aula, até que um dia, estava sentada no fundo da sala conversando com minhas amigas quando o professor chama minha atenção, e me chama na mesa dele, diz que minhas notas estão baixas e que eu preciso conversar menos e prestar mais atenção nas aulas, e me muda pra mesa em frente a mesa dele, me deixando separada das minhas amigas.
Nesse dia estava muito calor, e eu estava usando um shorts saia do uniforme e camiseta, sentei de pernas de índio na cadeira e comecei a copiar a lição, até que percebo o professor olhando pra minha direção só que pra baixo, então ele me repreende, dizendo pra q eu sentasse direito e fechasse as penas, já q ele estava vendo minha calcinha, senti muita vergonha na hora, todos riram de mim.

Na hora de ir embora, o professor falou q precisava falar com a minha mãe, pois ele achava q eu precisava de reforço pra conseguir aumentar as minhas notas, e disse a ela pra eu ficar dois dias na semana no período da tarde pra ele me ajudar a recuperar as matérias e ela concordou. No dia seguinte após as aulas, comi um lanche na cantina e aguardei ele me chamar, ele me levou pra uma sala mais afastada das outras, uma sala que não estava sendo usada entao estava meio bagunçada com caixas e materiais escolares, mas tinha tbm uma lousa mesa e cadeiras, e no início o professor apenas conversava cmg e passava a matéria, até que um dia, comecei a chorar pq não conseguia entender a matéria q ele tava passando então ele me chamou até a mesa dele, me abraçou e perguntou o pq estava tão chateada e eu disse q minha mãe estava brava com minhas notas e se eu não fosse bem na próxima prova ela me deixaria de castigo e que eu faria qualquer coisa pra tiara uma boa nota, então ele me olhou e perguntou, qualquer coisa, e eu respondi q sim meio desconfiada, então ele secou minhas lágrimas, fes um carinho no meu rosto, e falou, senta aqui no meu colo, vamos conversar, então eu inocente sentei, e ele falou q tinha uma ideia pra me ajudar a só tirar boas notas, mas que não sabia se eu ia aceitar, então eu fiquei empolgada e curiosa, e disse que queria muito saber, mas ele falou que era melhor não, pois eu não ia aceitar e poderia contar pra alguém, mas eu tava desesperada pra ir bem na prova e tbm curiosa e jurei que não falaria nada pra ninguém se ele me ajudasse e implorei pra ele falar o que era, então ela colocou a mão nas minhas coxas e disse que ele tinha muita vontade de beber um coisa, e que só eu poderia dar pra ele, mas q eu não poderia assustar, então ele me sentou na mesa na frente dele ficou em pé e disse, eu gosto de beber xixi, e se vc me der o seu xixi, te dou uma boa nota amanhã na sua prova, eu fiquei paralisada, sem entender nada do que aquilo significava, achei nojento e senti medo ao mesmo tempo, então quis sair da sala, mas aí ele me segurou, olhou pra mim e disse, não quer me dar o que eu quero, então amanhã te darei uma nota baixa, e boa sorte com a sua mãe, então eu senti vontade de chorar mas pensei bem e disse que tudo bem, e perguntei o q eu tinha que fazer, então ele sentou na minha frente puxou o meu short, eu tentei negar mas ele só fez “shiiiii” e eu deixei, ele delicadamente, abriu minhas pernas, passou a mão na minha coxa e eu ali só de camiseta e calcinha, ele passou a mão por cima da minha calcinha e eu senti um frio na barriga e um calor que minhas bochechas queimavam, ele sorriu pra mim e disse pra eu ficar calma q eu ia gostar, então ele me puxou pra frente e enfiou a cara no meio das minhas pernas e começou a cheirar e beijar minha calcinha, nessa hora eu estremeci, nunca tinha sentido aquilo antes, e acabei abrindo mais minhas perninhas e me entregando a aquela situação, então ele tira minha calcinha e me deita na mesa, coloca minhas pernas sobre seus ombros e passa a língua na minha buceta, nunca vou esquecer a sensação de sentir sua língua quente me lamber pela primeira vez, ele colocava ela inteira na boca e lambia de uma forma sensacional, até que eu tava quase gozando quando ele diz pra eu fazer xixi na boca dele, e eu demorei um pouquinho enquanto ele me chupava mais, até que saiu e ele começou a beber tudo como se ele sugasse o xixi de dentro de mim, ele lambia o buraquinho por onde o xixi saia e ficava forçando a língua, e eu estava gostando muito de tudo aquilo, quando acabou ele me levantou e me beijou, eu não sabia beijar mas ele sugava minha boca e minha língua, me ajudou a vestir a roupa e disse q se eu contasse pra mais alguém ele iria repetir eu de ano, mas que se eu sempre deixasse ele beber meu xixi que todas as minhas notas seriam boas e assim eu fiz e nunca falei nada pra ninguém.

Parte 2

Depois da aula, fui me encontrar com a o professor, como fazíamos toda semana, nesse dia já estava acostumada a ser chupada por ele, então eu já ia toda feliz, até q nesse dia quando cheguei na sala, tinha um outro aluno lá tbm, ele era 2 anos mais novo, era da segunda série, eu perguntei a ele se ele ia ter aula com o professor e ele disse que sim, então ficamos esperando e conversando, quando meu professor chega e fala que estava feliz q já tínhamos feito amizade, pq hj a aula era em dupla, então ele conta pra mim que ele tbm ajuda o Gabriel com as notas igual ele me ajudava, então olho pro Gabriel e ele fica todo tímido, então ele diz q hj nos iríamos fazer algo diferente, então ele coloca um tatame no chão e pega umas toalhas da bolsa dele e coloca em cima, e pede pro Gabriel tirar a minha roupa, Gabriel não se mexe e então ele, olha bem na cara do Gabriel e o ameaça, dizendo q se ele não obedecer, que iria falar com a mãe dele sobre o seu mal comportamento, entoa Gabriel vem e tira meu shorts e minha calcinha, o professor tira minha camiseta, passa a mão pelo meu corpo e eu fico ali imóvel, então ele manda eu tirar a roupa do Gabriel, então eu logo obedeço ele, tiro o short e a cueca do Gabriel, e ele mesmo tira sua camiseta, então o professor manda ele me beijar na boca, mas a gente não se beijou, então ele pega a cabeça dele e a minha e faz a gente se beijar, Gabriel fica muito assustado mas começa a obedecer, enquanto isso o professor senta e começa a acariciar a gente, pega a mão dele e coloca sobre minha bunda, e manda ele passar a língua nos meus brotinho de peito, apesar de estar com medo e assustada eu tava gostando, até q o professor diz que chegou a minha hora, e mandou eu me ajoelhar e colocar o pinto do Gabriel na boca, eu digo q não, então ele pega no meu cabelo e me machuca, e fala bem perto da minha cara q eu vou obedecer ele ou se não nós dois estaríamos muito encrencados, então leva minha cabeça até o pinto dele e manda eu abrir a boca e chupar igual um pirulito, e disse q se o pinto dele no ficasse duro, nos dois iríamos ter q chupar ele, então eu começo a chupar sem nem saber o q estava fazendo e logo o pintinho dele fica durinho e mais fácil de chupar, então ele diz pro Gabriel que ele tem q fazer xixi na minha boca e olha pra mim e diz w se pingar uma gota gota pra fora, eu ia me arrepender, e manda eu tomar tudo sem chorar ou reclamar, mas eu fiquei nervosa e comecei a chorar então ele ele puxa meu cabelo de novo e diz q ele me avisou, coloca o pau pra fora e enfia na minha boca com muita força, até eu engasgar, eu nem conseguia respirar, aí ele pé puxa pra trás e fala, se vc não obedecer, vou fazer pior com os dois e me empurrou no chão, eu levante e me ajoelho em frente ao Gabriel e começo a chupar ele, até q ele manda o Gabriel fazer xixi na minha boca, e eu começo a engolir, mas acaba escorrendo um pouco pelo meu corpo, assim q Gabriel acabou eu tirei a boca pra conseguir respirar e terminar de engolir, então o professor me deita e abre minhas pernas, e manda o Gabriel me lamber, ele se abaixa e começa a passar a língua, mas não era bom, ele não sabia chupar, então o professor tira ele e começa a chupar o pau do Gabriel, e deixa o pau dele duro novamente e manda eu abrir as pernas e faz o Gabriel deitar por cima de mim e me penetrar mas ele não consegue então só ficou me tocando, vendo q aquilo não daria certo, ele fez nós dois ajoelhar e lamber o pal dele, e hora ele enfiava na minha boca e hora na boca do Gabriel e fazia eu passar a mão nas bolas dele até que ele goza na boca do Gabriel, quase o sufocando e faz ele engolir, Gabriel chora muito depois disso e ele faz a gente se vestir, e nós ameaça dizendo que não devia contar a ninguém se não ele iria inventar muitas mentiras sobre nós para as nossas mães e que elas jamais acreditaria na gente e tbm nos ameaçou dizendo q nós machucaria se abrissemos a boca pra alguém

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 19 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Observador ID:19p3wwt0j

    Puta que o pariu, mais um conto de um viado gordo! Tá foda esse site!

  • Responder Frrrt ID:g3jbi1im2

    Delicia! Na parte 3 façam scat tbm

  • Responder Aaaaaaan ID:8d5g1djozm

    que delicia, adoro xixi também..vem mijar em mim