# # #

Iniciando meu filho de 8 anos

1290 palavras | 7 |4.44
Por

Ele foi logo em direção ao Vitor pedindo para ele ficar de 4 e fazendo. Vitor prontamente obedeceu, então Gui começou a dar um puta beijo grego em…

Meu nome e Márcio, sou empresário, moro em sp capital, levo uma vida bem sucedida, tenho 26 anos, sou casado a 5 anos com o meu marido Guilherme, e tenho uma relação estável.
Eu e Guilherme temos 3 filhos, Suzana de 15, Vitor de 8 e Sophia de 4. Os 3 são irmãos e estamos com eles a um pouco mais de 2 anos.
Eu e meu marido sempre tivemos o hábito de levar uma vida nudista dentro de casa, mais quando decidimos adotar as crianças, tivemos que deixar esse hábito um pouco de lado, pois as crianças tinham que se adaptar a sua nova casa.
Quando elas vieram morar definitivamente conosco, nós começamos a voltar gradualmente com o nosso hábito naturalista. Não fizemos nada do dia para a noite, pois tínhamos medo que Suzana estranhasse dois machos andando pela casa e se pegando constantemente. Nós tínhamos o intuito de fazer com que o nossos filhos também passassem a andar pelados pela casa, mais novamente tínhamos medo que Suzana estranhasse, então resolvemos ter uma conversa com ela.
Em um dia específico, tomamos coragem e decidimos falar com ela. Nesse dia, acordamos cedo para arrumar as crianças para ir para a escola enquanto Suzana se arrumava em seu quarto.
Após as aulas deles, levamos eles para almoçar em um restaurante. Chegando lá, levamos Vitor e Sophia para a área Kids do restaurante e fomos conversar com Suzana.

Eu – filha eu e o seu pai temos uma coisa para falar com você

Gui (meu marido) – mais você tem que prometer que essa conversa irá ficar somente entre a gente.

Eu – isso mesmo. Nós vamos pedir a sua opinião sobre um hábito que eu e o seu pai levávamos antes de ter vocês.

Suzana – contém logo. Eu já estou ficando preocupada com oq seja.

Eu – filha, eu e o seu pai levamos uma vida nudista des de que nos conhecemos, mais como nos decidimos adotar vocês tivemos que deixar essa hábito um pouco de lado pois não queríamos que vocês estranhassem.

Gui – eu e o seu pai queríamos saber da por você haveria algum tipo de problema se nós continuarmos com esse nosso hábito.

Suzana – de forma alguma. Eu sempre admirei muito quem levava esse tipo de estilo de vida!!! Por mim, não teria problema algum, dês de que eu e as criança tivéssemos tempo para nós adaptar a andar pelados pela casa.

Eu – mais e claro. Vocês podem levar o tempo que quiserem para se adaptar. 

Depois dessa conversa. Voltamos para casa ansiosos para ver os nossos 3 filhos andando peladinhos pela casa. Esperamos alguns meses para que eles pudessem se adaptar com o novo estilo de vida, e quando nós nos demos conta, os três já estavam levando o nosso mesmo hábito nudista. Ficamos em estado de estase. Era a melhor sensação do mundo acordar e ver o pintinho de Vitor durinho pela manhã. Eu não aguentava mais só observar e não poder fazer nada. Mais eu tinha que conter minha excitação, pois Suzana nunca iria aprovar esse nosso tipo de comportamento com seus irmão, então tivemos uma ideia genial para solucionar esse problema. Enviamos Suzana para um intercâmbio de 6 meses no Canadá. Isso nos daria tempo o suficiente para aproveitar ao máximo com os nossos pequenos em quanto nos pensávamos em manter ela mais tempo fora de casa.

Passaram-se uns 3 meses para Suzana ir para o Canadá, e quando ela já estava morando lá, decidimos continuar com o nosso plano. Esperamos o próximo final de semana para iniciarmos o nosso filhinho.

Depois de 3 longos dias o final de semana chegou. E eu estava louco para chupar seu pintinho lindo.

Vitor era um menino mais bonito do que o comum. Ele não era gordo mais também não era magro, era branquinho baixinho tinha cabelos loiros e olhos verdes lindos. Seu  pintinho deveria ser do tamanho do meu dedo mindinho.

Logo no sábado de manhã  eu decidi ir para o sítio de minha tia para passarmos o final de semana lá. Ele fica relativamente perto de nossa casa. Aproximadamente 80 km. Pegamos o nosso carro deixamos Sophia com minha mãe e fomos para o sítio. Assim que deixamos Sophia com minha mãe, tiramos logo as nossas roupas. Antes de nós começamos a nossa “viagem” nós falamos assim para ele

Eu – Vitor, eu e o seu pai estávamos pensando em fazer uma nova brincadeira com você. Sabe quando o papai fica chupando o pintinho do papai Gui???

Vitor – Sei sim papai, porque???

(Nisso, Gui já estava dirigindo)

Eu – Então, eu gostaria de fazer a mesma coisa com o seu pintinho. Você pode deixar???

Vitor – Posso sim papai

Aparti desse momento, eu chupei o pintinho de nosso menininho durante o caminho inteiro. Chegando lá eu já estava  louco de tesão. A primeira coisa que eu fiz no sítio foi ligar o ar condicionado do quarto e forrar a cama. Depois de feito, voltei ao carro, peguei Vitor e levei ele ao quarto enquanto Gui estacionava o carro.

Quando Gui chegou ao quarto, dava para ver na cara dele que ele estava louco de vontade de arrombar o cuzinho virgem de nosso menino. Ele foi logo em direção ao Vitor pedindo para ele ficar de 4 e fazendo. Vitor prontamente obedeceu, então Gui começou a dar um puta beijo grego em nosso menino. Vitor se contorcia todo de prazer. Eu não resistir. Me enfiei em baixo de Vitor para chupar seu pintinho. Quando eu menos esperava, Vitor começar a mixar em minha boca. Foi a melhor sensação do mundo. Ver o meu menino louco de prazer com um dos seus pais lambendo seu cuzinho igual uma cadela e o outro chupando seu pintinho. Eu ia a loucura. De repente Vitor faz o seguinte pedido papai Márcio, posso chupar seu pintinho igual o senhor está chupando ao meu, e papai Gui, o senhor pode botar seu pinto dentro do meu bumbum igual o senhor faz com o papai Márcio. Eu falei de imediato, claro que pode meu filhinho lindo, e pode deixar, o papai Gui já irá colocar. Gui foi colocando bem devagar o seu pirocao dentro de Vitor. E Vitor já estava chupando o meu pau. Eu estava quase gozando, e não deu tempo de eu avisar Vitor que eu gozaria dentro de sua boquinha. Quando Vitor menos esperava, ele senti um jato quente e meio doce no fundo de sua garganta. Eu estava achando que Vitor iria reclamar, mais eu estava enganado, pois Vitor virou para mim e disse. Papai que líquido gostoso. Alguns segundos depois, Vitor toma outro susto, mais dessa vez era o seu pai Gui que estava gozando em sua bundinha. Imediatamente eu esperei meu marido tirar seu pau da bundinha do meu filho e comecei a limpar toda a Goza que saia da bundinha do meu filho. Após eu ter limpado Tudinho, Vitor falou que queria brincar assim mais vezes. Eu Gui e Vitor fomos tomar banho para nós dormimos um pouco…  Continua

Se o conto tiver muitos elogios eu irei fazer a parte 2!!!
Desculpa pelos erros de português e as contradições, é que eu estou escrevendo pelo celular e eu não tenho muita experiência escrevendo contos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 39 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Puto BH ID:5pbbr4ithrj9

    Péssimo

  • Responder . ID:w71gmdvz9

    Nossa, ruim demais kkkkkkk

  • Responder MENINO K MENINO ID:8eezguerqjn

    nao entendi direito essa historia queeiria intender

  • Responder Safado perv ID:81rn1pdoico

    Te chamei no tele mais diz q vc nao visualiza a muito tempo

  • Responder ..... ID:2ql49i7v3j

    Te mandei msg

  • Responder Anônimo ID:funxuw08jj

    Continua

    • Jovemputinho ID:ona0orot0j6

      Irei continuar. Pode ficar tranquilo 😉😉😉