# # #

Empregada cuidava do marido e eu aprendi a cuidar da filha dela

3684 palavras | 4 |4.27
Por

Meus pais trabalhavam ficava eu e minhas irmãs nas mãos de uma empregada.. Um dia descobri segredos e descobri que em boca fechada não entra mosquito.

Fatos aqui narrados são de minha infância e adolescência a muitos anos atrás.
Nesta pandemia sem nada pra fazer comecei a me lembrar .
E vendo este site resolvi contar algumas lembranças.

Nesta época tanto minha Minha Mãe e Pai tinham a rotina deles sempre de muito trabalho .
Éramos 4 filhos dois meninos e duas meninas.
Meu irmão é mais velho que eu 4 anos ele tinha 15 anos e eu 11.
E minha irmãs eram gêmeas tinham 7 anos.

Eu ficava com minhas irmãs e a filha da empregada a tarde pois meu irmão estudava a tarde pois estava começando a fazer o segundo grau assim a casa ficava mais quieta pra ele estudar , ele acordava cedo com agente pra estudar e ir fazer educação física e outros cursos pra poder estudar mais,pois ele estudava em uma escola militar.

Tanto Gabriel como eu já eramos sem vergonha juventude , naquela época era muito diferente brincávamos demais na rua a noite as brincadeiras eram mais sadias apesar de sempre ter alguma malícia e aventuras , em obras de bater punheta com a mulecada , mas era ser esperto assim como os mais velhos e ficar de olho.
Sempre tinhas os mais burrinhos que sempre estavam sendo abusados encochados ou batendo punheta ou entrava no troca troca coisas de muleques mesmo.
Meu irmão sempre me orientou e né ensinou a ser esperto , nisto pra não ser abusado e eu vivia e aprendia.
Sempre estava fora mas de vez enquando assistia os mais velhos fazer das suas ninguém mechia pois meu irmão era bom de briga e eu também agente fazia karatê e capoeira na época.

Eu era muleque tinha meus 11 anos.
Magrelão alto já tinha 1,72 de altura e meus 58 kilos e já tinha uns 15cm de pau.
Parece mentira mas hoje tenho 22×8 de rola.

De dia eu e minhas duas irmãs bem mais novas que eu éramos muito unidos e pra estudar , era eu e minhas irmãs estudando de manhã e meu irmão mais velho a tarde.

E a tarde as minhas irmãs tomavam o remédio pois as duas infelizmente sofriam com epilepsia e tomavam o remédio e dormiam a tarde quase toda.

Nisto minha Mãe tinha uma empregada a Beth ela morava numa casa de fundos ao do lado de nossa casa de aluguel nós fundos na casa de uma vizinha a Dona Ângela o marido era caminhoneiro e tinham um filho de sete anos Ângelo .

A empregada Dona Beth era gordinha alta , morena e tinha uma filha de sete quase oito anos Mara e ela geralmente , ficava com agente tarde.

Nisto a Dona Beth e o marido Seu Antônio que tinha uns 35 anos e trabalhava a noite de vigilante,foi até meu pai que ajudou pra ele entrar numa empresa de vigilância , pois meu pai era funcionário público e a área que ele trabalhava mechia com licitações.

Já Dona Beth sempre nos botava pra dormir a tárde e dormiamos todos no mesmo quarto que agente tinha de bagunça e brinquedos e estudos.
Até por que era determinação de nossa Mãe agente dormir a tarde.
Por causa das minha irmãs como eu era mais cuidadoso com elas era eu que ficava no mesmo colégio e cuidava delas e ajudava em casa.

Primeira descoberta.

Um dia eu acordei com vontade de ir mijar ,pois eu tinha comido uma banda de melancia e acordei e fui no banheiro eu estava de meia e a casa quieta eu ouvindo os gemidos e chingamentos , a porta do quarto de minha Mãe com uma brecha aberta e a Beth de quatro e o marido comendo o cu dela , ele igual um galo comendo uma galinha montando encima dela e ela mandando ele comer o cu dela e mandando meter mais forte e fazer ela gozar.
E eu assistindo tudo meu pau já duro por causa do tesão de mijo.

Eu vi ainda uns dois minutos e saí de fininho e fui pros fundos da casa pro quintal e fui mijar e bater uma punheta.

Quando voltei eu vi que tinham parado que tinham acabado vi rapidamente pela brecha ela de quatro e ele chupando o ela.
Ela gemendo baixinho.

Eu fui por quartinho de fininho e lá fiquei .
Bati umas três punhetas a noite lembrando.

Como o marido dela era segurança ele trabalhava a noite sim noite não.
E por uns dois meses eu reparei que sempre rolava esta putaria eu até pensei em contar pra minha Mãe mas fiquei calado era melhor,e de vez em quando eu assistia.
E batia uma punhetas gostosas.

Mas de vez enquando a Mara não ia lá pra casa , um dia a Mara não foi lá pra casa e Beth pediu pra que eu fosse dar um recado , pro Seu Antônio que ela não estava bem , isto antes da gente durmir.

A segunda descoberta.

Eu fui o portão da casa e estava trancado e voltei e falei pra Dona Beth , ela falou que a Seu Antônio e Mara deveriam estar dormindo pois o Ângelo filho da vizinha estava lá pois a Mãe dele foi resolver uns problemas , e me entregou as chaves e eram quase umas duas da tarde , e lá fui eu de volta e abri o portão e cheguei a casa toda fechada eu abri a porta com a chave.

E a porta do quarto estava entre aberta o ventilador ligado no máximo a tv da sala também estava ligada.

Eu já me liguei que estava rolando algo pois lá em casa era assim e fui devagar e ouvindo os gemidos bem chorosos e Seu Antônio falando é aqui Ângelo já li ensinei isto agora fica assim.

Ângelo agora fica assim e deixa que te ajudo e quando eu olhei na cama estava , Seu Antônio, Ângelo .

Mara e estava a Mara de quatro vestidinho levantado a calcinha no meio das cochas e no meio o Ângelo com seu pauzinho na bundinha da Mara a pica do Ângelo que estava com a camisetinha e a cuequinha de saco de laranja e com o shortinho abaixados até os joelhos , ele tinha o pau na média pra idade dele ou seja pequeno e o Ângelo atrás da Mara sem jeito e seu Antônio só com o short de futebol por trás dos dois formando o trenzinho e o pau duro pra fora por baixo do short e já metendo a metade do pau que deveria ter uns 20 Centímetros de pica e grossa socada no cuzinho do Ângelo e ele sofrendo mas aguentando aquela tora de pica seu Antônio metendo e Ângelo choramingando e metendo na Mara nos movimentos que Seu Antônio fazia entrava uns 5 a 7 cm na bundinha do Ângelo que sofria mas aguentava aquilo já rolava a algum tempo pelo costume do Ângelo.

Mesmo com o pau pequeno entrava mas saia pois era pequeno e Mara era pequena mas gordinha e bunduda igual a Mãe.

Eu já com meu pau empenando de duro e eu já esperto tirei minha roupa e abri a porta do quarto.
E já esperto falei eu também vou querer participar da brincadeira e quero brincar com o Senhor , Mara e o Ângelo junto.

Seu Antônio assustou ele parou de meter e ficou com o pau socado na bundinha do Ângelo e me olhou assustado .
E eu ja falei de novo , também vou querer participar e vai ser nosso segredo eu já pegando em meu pau.

Ele quis dar uma de brabo comigo eu falei eu vou contar pra minha Mãe , principalmente as putarias da hora do cochilo a tarde quase todos os dias lá em casa e desta putaria aqui agora , conto na rua pra todos e vai dar merda .
Eu já era esperto.

Ele se calou e deu uma estocada mais funda na bundinha do Ângelo vi a hora que o Ângelo deu uma apertada no cu , Seu Antonio falou então vamos brincar né Ângelo e Mara.
Já falou vem cá e tirou o pau do cu do Ângelo que era gordinho bem branquinho cabelos pretinhos e lisos , eu olhei o cuzinho do Ângelo o buraco preto e o cuzinho vermelho aberto ele falou mete na bundinha do Ângelo que vou alargar o cuzinho da Mara.

E ele tirou o Ângelo de trás da Mara e mandou ele ficar de quatro na cama ao lado da Mara e mandou a Mara ficar em pé.

Ângelo assustado com medo de Mãe dele ficar sabendo eu falei se você não contar Ângelo mais ninguém vai ficar sabendo mas vamos brincar sempre que puder tá.

E Seu Antônio falou come ele vai , depois eu li deixo comer a Mara.
Eu me ajeitei atrás do Ângelo e iria meter aí Seu Antônio pegou no meu pau eu até gelei na hora pegou e guiou meu pau e acertou meu pau no cuzinho já bem frouxo do Ângelo e falou , vêm pra frente , empurra devagar e senti o pau entrando e fui metendo devagar meu pau era grande mas era mais fino e ele começou a gemer , eu fui metendo devagar sentido pela primeira vez meu pau dentro de um cuzinho e ali estava indo embora minha virgindade.

Eu sentindo o cheiro de cu subindo eu metendo sem jeito ainda metia mais ou menos a metade..

Quando eu olho a Mara de pé na cama inclinada e chupando o pau do Pai dela e escutamos a Dona Beth chamando do outro lado do muro e seu Antônio botou a camisa e subiu nos engradados de cerveja lembro até hoje da belco , que ficavam no muro e falou que eu estava brincando com a Mara e o Ângelo e que ele iria durmir e eu poderia ajudar e cuidar dos dois enquanto ele dormia ,Dona Beth caiu na conversa e falou tá bom , mas antes das seis manda ele de volta pra tomar banho e esperar os pais dele chegar pra jantar.

E eu lá dentro do quarto ouvindo e metendo na bundinha do Ângelo bem devagar estava com medo e a Mara olhando eu meter na bundinha do Ângelo.

E seu Antônio Voltou já disse.

Aquela vagabunda está menstruada e tirou a roupa dele e tirou a roupa da Mara e botou a Mara em pé na cama de costa pra ele inclinou a Mara e meteu a boca chupando o cuzinho da Mara enfiou a língua e falou Ângelo já melou o cuzinho dela e ajeitou ela e meteu o pau no cu da Mara.

E ela deu o grito aiiiiiií paiiii dói , tá doendo , mesmo o cuzinho dela já meladinho e afrouxado pelo pauzinho do Ângelo, e a língua do pai , assim doi pai e ele meteu e tirou e meteu de novo e tirava e colocava até ela acostumar.
Ela enchia os olhos de lágrimas e ele meteu de novo.
E ficou tirando e colocando e eu metendo no Ângelo.
Comecei a fazer igual mas com medo de machucar o Ângelo.

Quando senti meus ovos formigarem e meu pau engrossar e pulsar , eu gemi e seu Antônio meti no fundo do cu dele , e meti bem fundo e goza dentro dele , eu meti meu pau mais umas quatro vezes e senti meu pau bater no fundo do reto dele a e o cuzinho dele travar e ficou uns seis centímetros de meu pau fora do cuzinho ele começou a chorar e gemer não sei se ele gozou ou era dor ou prazer dele mas o cuzinho dele apertava meu pau enquanto eu gozava no fundo de seu cuzinho.

Seu Antônio continuou nos olhando e comendo a Mara em pé eu peguei quase tirei meu pau e iria fazer igual o seu Antônio , ele falou não tira continua metendo mas deste jeito , bem no fundo e mais forte eu continuei metendo meu pau não amoleceu enfiei no fundo dele e me inclinei por cima dele e o peguei abraçando o , e levantei o Ângelo na cama e iria colocar ele em pé .

E seu Antônio na falou deita de costa na cama ,eu levantei ele empalado no meu pau e fiquei de costas pra cama e me sentei o Ângelo engatado e me deitei o Seu Antônio falou Ângelo brinca de subir e descer igual você faz com o pau do Tio Antônio.

Ângelo falou , Miguel põe as mãos nas minhas costas , Miguel faz como apoio eu coloquei ele apoio e começou a subir e descer.
Seu Antônio assistindo e metendo .

Caralho o muleki já solto e já relaxado , subia na ponta da cabeça de meu pau e descia até o fundo e eu sentia o cuzinho escorregando bem molhadinho da minha porra dentro do cuzinho do muleki que gemia gostoso não sei o qual dos dois era mais gostoso gemendo a Mara ou o Ângelo.
Só sei que ele começou a subir mais rápido e descer mais forte.
Eu olhava e via meu pau branco todo melado de porra eu tinha gozado forte.

Aí Seu Antônio falou Miguel tira o pau e Ângelo deita na cama de frente pra você e abre as perninhas Ângelo , ele abriu segurou as perninhas e ficou como um frango assado com aquele cuzinho todo melado e arrombado fiquei olhando aquele cuzinho.

Seu Antônio começou a ir metendo o pau na Mara com força e eu meti meu pau no Ângelo olhando meu pau entrando e o pauzinho do Ângelo durinho e seu Antônio bati uma puhentinha pra ele e meti mais forte e eu comecei a masturbar ele e Seu Antônio metendo forte no cuzinho da Mara.

Seu Antônio,começou a urrar e falar que estava gozando.
E ele afundou o pau na bundinha da Mara. ela fechou os olhos ele segurou ela pela cintura , e eu metendo na bundinha do Ângelo eu enfiei e parei de meter e fiquei batendo a punhetinha pro Ângelo e fiquei olhando Seu Antônio metendo e ficou uns tempo assim.

Ele tirou o pau da bundinha da Mara todo melado de porra mas marronzinha , e eu olhando saindo aquele tanto de porra do cuzinho da Mara e escorrer mas coxas dela e Seu Antônio falou pode vir comer está putinha eu tirei meu pau do cu do Ângelo.

E eu fui comer a bundinha dela sem pensar
Nem pensei queria era meter nela , ela se deitou de bruços Seu Antônio falou coloca travesseiro filha.
Ela puchou o travesseiro e deitou , se arrebitou que cena linda aquela bundinha arrebitada aquele cuzinho arrombado vazando porra misturada com merda.

Eu fui por cima dela , ela pequenininha.
Ela abriu a bundinha ficou aquela bucetinha inchada rachada ao meio aquele cuzinho arrombado seu Antônio falou só come o cuzinho não meti na bucetinha dela não pode comer a buceta dela ainda.

E ele se deitou na cama e abriu as pernas e o Ângelo começou a chupar o pau dele..
Isto limpa meu pau e eu começei a penetrar o cuzinho da Mara.
Senti o anelzinho frouxo da Mara dilatar em meu pau.
Entrava e saia eu sentia a porra do Seu Antônio em meu pau cuzinho dela bem molhado e quente , eu por cima dela olhava meu pau entrando e saindo.
Daquela bundinha era gostoso e lindo de ver.
Ela só fazia hum , hum , hum , hum Miguel me dá leitinho pra min tomar eu metendo e Seu Antônio colocou o Ângelo na mesma posição e se deitou por cima e começou a meter no Ângelo que começou a gemer mais forte e pedir pra parar pois Seu Antônio estava metendo com movimentos violentos.

Chegava a estalar ele metia forte e fundo com violência.
Eu comecei a fazer o mesmo e começamos a meter mais e mais, eu sentia meu pau no fundo do reto dela sentia na cabeça de meu pau não entrava mais , depois de uns minutos .
E vi quando Seu Antônio sacou o pau de dentro do Ângelo , virou ele sentou nós peitos do Ângelo e meteu o pau na boca dele e começou a fuder aquela boquinha e começou a urrar e gozar dentro da boquinha do Ângelo ele engasgou foi porra pra fora da boca dele , seu Antônio sentado por cima do peito do Ângelo começo a limpar a porra com a própria boca e colocar dentro da boquinha do Ângelo de volta.

Eu continuava a metendo e Seu Antônio foi descendo e começou a chupar o Ângelo e estava de 4 aquela rolona e os ovos murchos aquela bundinha seca ele falou .
Para de comer a Mara Miguel me come meu cu.
Eu falei o senhor é doido ele falou me come porra eu tô mandando.

A terceira descoberta.
Quero sentir sua pica .
Igual a do seu irmão.

Eu simplesmente gelei na hora meu coração deu aquela pontada.
Eu parei de meter na Mara.
Ele falou Mara e Ângelo vão tomar banho .

Ele deita igual eu estava.
Eu deitei meu pau meia bomba.
Ele começou a chupar.
E engulir meu pau de uma forma diferente parecia que eu estava metendo no cuzinho o Ângelo de tão forte que ele sugava e engulia meu pau eu sentia a entrada da garganta dele.

Meu pau que estava meia bomba , ficou duro de novo.
Ele ficou de frente pra min pegou meu pau e sentou e começou a tentar colocar meu pau estava tão melado que escorregou umas três vezes e entrou ele sentiu a cabeça começar a entrar senti a cabeça passar pelo anel de couro , senti o cu dele apertar e ele sentou de uma vez caralho foi a maior dor da minha vida ele estourou fimose do meu pau , eu dei o grito de dor , ele tapou minha boca , caralho doeu demais.
Ele deu umas três sentadas fortes e eu chorando ai caralho ardia,doia latejava.
Eu com lágrimas descendo.

Ele sabia da dor que eu estava sentido e sentava mas não subia muito mas sentava forte não demorou muito.
Quanto ele sentiu meu pau latejar ele chamou a Mara.
E falou vêm tomar leitinho a Mara correu chegou toda molhada ele estava parado engatado no meu pau só os ovos fora.

Ele se seca filha ela , se secou rapidinho ele saiu de cima de uma vez ficou meu pau com um pouco de merda e sangue da fimose.
E a cabeça de meu pau toda esposta.
Roxa com um pouco de sangue e merda , ele pegou a toalha da Mara e limpou meu pau pronto sua virgindade foi quebrada .
Vêm tomar seu leitinho Mara vêm.

Ela subiu na cama e me mandou deitar e virou sua bucetinha pra min e começou a chupar meu pau Seu Antônio disse Miguel pra ser homem de verdade chupa o cu e a bucetinha da Mara.
E saiu pro banheiro pra tomar banho com o Ângelo.
A Mara começou a chupar meu pau que estava doendo,ardendo .
Eu ajeitei a Mara e comecei a chupar a Mara.
Sentia aquele gostinho de mijo e passava a língua no cuzinho e sentia o gostinho de merda e porra.
Deu um pouco de ancia no início mas continuei.
E Mara finalmente tirou leitinho de meu pau.
Mesmo doendo eu gozei gostoso.
E saiu do banheiro o Seu Antônio e o Ângelo todo penteado e cheiroso quando ele viu a toda lambuzada tomando porra ele pediu pra mamar em Seu Antônio.

Seu Antônio se deitou e me mandou tomar banho com a Mara.
Tomando banho eu limpei meu pau fechei a cabeça e ainda chupei a Mara quando voltei pro quarto Ângelo estava durmindo por cima de se Antônio e seu Antônio já estava sonolento e falo
Pra min e Mara dormir .

Já era quase cinco horas.
E eu fui me vestir e fiquei quieto.
Mas não dei conta de dormir já a Mara , Ângelo e Seu Antônio capotaram.
Quando vi estava dando a hora me levantei Seu Antônio acordou se vestiu também.

Eu perguntei que história foi aquela do Gabriel , ele riu e falou e segredo não conta nada pra ninguém , você sabe que o Gabriel e ignorante ele vai te dar porrada se você falar eu sabia que iria apanhar se falasse algo.
Seu Antônio falou Gabriel come eu e a Beth e eu e ele comemos a Beth juntos de manhã é nosso segredo.
Eu gosto de dar o cu e a Beth gosta de dar pra min e pro Gabriel.

Eu sabia de uma coisa , o Pau do Gabriel era maior que o meu imagina o meu com 11 anos já tinha 15 centimetros e já era grande ele deveria ter uns 20 centímetros acima pois eu via o volume na época.

Me arrumei e fui me embora.
Daí pra frente foi só alegria.
Era seu Antônio no quarto comendo a Beth. Eu comendo a Mara no quarto mas sempre dava um jeito de comer ela e o Ângelo mas fica pra outro relato .

Foi quando descobri que em boca fechada não entra mosquito.
E que a vida é viver e aprender .
E escutar e guardar .
Ou morrer sem saber.

Daí pra frente mm minha vida mudou e me diverti com eles por muitos anos.

Bem tem muito mais vamos ver com tempo se conto mais.
Obrigado pela atenção.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,27 de 22 votos)

Por # # #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anjos

    Tenho @va_tr8

  • Responder Edy

    Cara conta mais que tzão de conto continua ótimo conto

    • Miguelito.061.

      Estou tentando. Postar outro relato mas está foda. Espero que esteja bom. Estou tentando dar o máximo de detalhes.

  • Responder Maya

    Olá a todos,
    Entre e descubra o que as garotas realmente querem … Para quem gosta de sexo, garotas bonitas com corpos naturais bonitos … Não duvide .. (copie o link) ➤ plu.sh/platform