#

Descoberta 2

640 palavras | 0 |4.33
Por

Continuando o conto descoberta, hoje estarei contando minha primeira gozada. D ,meu amigo de 16 anos e eu com 12.Fui na casa dele quando não tinha ninguém lá. Vimos umas revistas de sexo e D logo pediu para eu tirar a roupa. Lembrei da primeira vez que ele me penetrou e fiquei com muito tesão. Querendo sentir de novo a sensação do pau dele no meu cu. Primeiro como da vez passada, ficamos pelados e eu deitei em cima dele e começamos a esfregar nossos paus. Nossa, me dava muito tesão, meu pau roçando no dele. O pau dele é grosso mas não muito comprido .Eu disse pra ele que batia punheta mas ainda não gozava. Ele disse que ia me ensinar. Depois de um bom tempo de esfregacao, ele me pediu pra ficar de bruços. Foi até a cozinha e trouxe manteiga. Passou no pau dele e no meu cu. Veio deitando sobre mim e colocou o pau bem no anel, o pau resvalava para cima e para baixo e não entrava . Levei a mão para trás e peguei no pau dele colocando bem na entrada do meu cu. Com jeito, a cabeça entumecida foi abrindo passagem. D me prendeu com suas pernas peludas e o cacete foi entrando. Senti um pouco de dor, mas dava pra aguentar. Logo o pau dele estava todo dentro de mim Ele gemia e dizia que meu cu era muito quente e apertado. Comecei a sentir uma coisa muito gostosa. Novamente seu pau massageava minha próstata. Só quem já sentiu essa sensação sabe como é muito gostoso. Meu pau parecia que ia explodir de tão duro. D mexia devagar. Cada estocada me acertava bem no ponto certo lá dentro me deixando mole de tesão. Que coisa boa. Ele segurava meus ombros e me chupava o pescoço. Eu não queria que aquilo acabasse nunca. Pedi pra ele não gozar logo como da primeira vez. Ele disse que não aguentaria muito tempo pois estava bom demais. Então pedi pra ele sair e fazermos outra posição. Ele então deitou de costas e eu montei nele. Desta vez entrou deslizando gostoso .Eu acariciava seu peito musculoso e seus bíceps desenvolvidos. Novamente seu pau atingia o lugar certo. Eu controlava a situação e cada estocada vinha de novo aquela sensação la dentro. D então disse que queria gozar e me fazer gozar também. Me pediu para ficar de quatro e veio com seu pau de novo me penetrando e me mordendo a orelha. Daí ele me disse que ia me fazer gozar. Passou a mão por baixo da minha barriga e começou a me punhetar. Pensei que ia morrer de tanto tanto tesão. Agora era dupla sensação boa. Uma no cu e outra no meu pau. Comecei a sentir uma coisa muito gostosa no pau. Ele fazia o vai e vem e me masturbava. Queri ficar assim para sempre. De repente começo a sentir meu pau inchando, minhas pernas ficaram bambas e me veio o primeiro gozo da minha vida. Meu cu começou a se contrair várias vezes mordendo seu pau. D disse você está gozando. Teu cu está esmagando meu pau. Senti o pau dele aumentando e vários jatos de porra lá dentro do meu cu. Ele grunhia feito louco e eu me acabava de tesão. Nunca senti nada igual. Só que já gozou com um pau no cu sabe. Depois disso viciei. Queria sempre ser comido e masturbado. D gozava em mim e eu gozava a seco na sua mão. Até que um dia começou a sair porra do meu pau. Isso fica para o próximo conto.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 6 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos