#

O homem com quem mais gostei de fazer sexo

736 palavras | 0 |0.00
Por

Real

Eu tinha 17 anos e fui á camara para ir voluntário para a Marinha, o Sr. que me atendeu me diz ó filho pois ele era um Sr. de uns 40 anos e me diz deixa o teu B I aqui e logo ás 21.00horas vem buscar o requerimento que eu faço mais tarde. Ele se chama Artur e eu disse mas a essa hora está fechado o serviço e ele me diz que ia estar esperando por mim.
Á hora marcada cheguei pois não queria fazer esperar o Sr. que tinha sido tão gentil, a porta estava encostada e ele no interior me diz entra filho, eu assim fiz levou me para o seu gabinete e me diz estou acabando o requerimento e me deu uma revista para eu ir vendo era uma revista porno e quando comecei a ver meu caralho começou a ficar teso ele se levanta da secretária e junto de mim me diz então estás de pau teso e pôs a mão no meu caralho por cima das calças eu não disse nada e ele me baixou as calças e começou a mamar ,e me diz deita aqui na carpete e ficamos na posição de 69 .
Passado uns segundos reparei que ele tinha tirado seu caralho para fora e o estava abanando eu disse nossa e peguei nele era grosso e cabeçudo até hoje não vi nenhum tão cabeçudo ele me diz para lhe chupar a cabeça mas quando dei por mim estava mamando ele todo que estava cada vez mais grosso e de cabeça enorme, e comecei a esporrar me e ele não tirou meu caralho da boca e bebeu tudo, e continuou a mamar e eu estava mamando o de ele quando notei que estava duro que nem um pau e começou a jorrar leite para a minha boca enchendo ela de esporra fiquei parado e ele dando leite que me ia entrando pela garganta era gostoso e cremoso e pensei se ele engoliu eu também posso engolir e mamei tudo até á ultima gota e me esporrei novamente e ele engoliu tudo. assim terminamos pensei eu, pois passado um pouco ele me diz vem cá filho senta um pouco no meu colo.
Assim fiz pois encostou o caralho no meu cu o caralho de ele estava murcho mas passado um pouco comecei a sentir ele a engrossar e ficar duro ele me começou a ajeitar e encostou a cabeça no meu cu começando a forçar a entrada me estava doendo muito e disse para ele que não dava. ele parou foi á gaveta da secretária buscar uma bisnaga e me diz com isto não vai doer, só vais sentir entrar a cabeça o resto é mais fino, e de facto eu tinha constatado que a cabeça é que era descomunal, pôs vaselina no meu cu e na cabeça da verga e começou encostar novamente e eu dizia que estava doendo e ele me diz relaxa e começou a me fazer rebolar o cu na rola só sei que dei um grito aiiiiiii e ele diz pronto querido já entrou e ficou parado pegou novamente na vaselina e pôs novamente mas agora no caralho todo, eu disse que já chegava que não metesse mais ele me diz tem calma é para não doer, e me pegou pelas ancas e me encavou tudo eu so dizia aiii e ele me diz serias o único que não gritavas e começou me fodendo com força e eu aos aiiiis até que ele se veio me enchendo o cu de leite eu suspirei de alivio estás suspirando daqui a pouco vais chorar ao veres como ficastes com o cu e tirou para fora eu levei a mão ao cu e estava saindo esporra misturada com sangue e comecei a chorar ele me abraçou e me diz ao ouvido que só me ia doer uns dias que depois havia de querer mais e assim foi durante uns meses todos os sábados ia mos para lá e ele me fodia´so que para o fim eu já dizia para ele fode bruto fode este cu que tiraste a virgindade e ele louco me fodia á bruta e eu gostava.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos