# #

Comi o Cuzinho da minha enteada de 8 aninhos

1963 palavras | 275 |3.93
Por

Primeiramente quero me apresentar, me chamo Adriano tenho 48 anos, moro ”sozinho”
Sozinho que eu digo era até pouco tempo atrás, já faz 3 meses que estou morando com uma mulher que conheci, ela se chama Marcia, tem 39 anos, tem uma filha de 8 aninhos chamada Heloísa.

Quanto mais o tempo passa, mais vejo ela como uma filha pra mim, a garota é bem magrinha, não tem peitos, mas tem uma bundinha redondinha apesar de pequena.
No começo eu não sentia nada por ela, mas as coisas foram mudando e eu comecei a sentir atração carnal pela garota, não sei explicar como entrei nessa situação, mas não conseguia mais sair, eu sentia tesão pela garota.
Uma das únicas maneiras que eu tinha de descontar esse tesão todo que eu sentia por ela, era transando com sua mãe, transo com a mãe dela quase todos os dias praticamente, de certa maneira isso me faz ter mais controle da situação me referindo a garota.

Mas olha como são as coisas, por obra do destino eu acabei ficando uma noite e uma madrugada inteira sozinho com a garota, tudo por que a mãe dela teve que ficar de acompanhante em um hospital, tinha um parente dela internado, e ela teve que passar uma noite lá com esse parente.
Seria a primeira vez que eu ficaria sozinho com a garota desde que passei a me relacionar com a Marcia.
Não aconteceu nada demais naquela noite, eu esquentei a comida e jantei na sala junto com Heloísa vendo TV.
Tudo super normal, quando chegou a hora da garota ir dormir eu mandei ela ir deitar, no outro dia ela tinha que acordar cedo por que estudava de manhã.
Heloísa escovou os dentes e foi para o quarto dormir.
Eu fiquei na sala vendo tv, mas quem disse que eu conseguia me acalmar, só conseguia pensar na garota, não resistindo eu comecei a tocar uma punheta na sala, durou pouco tempo, guardei o pau dentro do meu short e fui até o quarto da garota, cheguei e acendi a luz, ela ainda estava acordada, sentei na beirada da cama e puxei assunto com ela, conversamos coisas normais.
Estava uma noite bem fria, puxei o cobertor dela um pouco e vi que ela estava usando vestido, perguntei se ela não queria colocar um moletom pra ficar mais quentinha, me levantei e peguei uma calça de Moletom e uma blusa que ela tinha no guarda-roupas, mandei ela tirar o vestido e vestir a calça.
A garota ficou sem jeito com vergonha, eu disse que não precisava ter vergonha eu não ia contar pra ninguém que vi ela trocar de roupa na minha frente, fui ajudando ela tirar o vestido até ficar só de calcinha na minha frente, seu corpinho magrinho estava quase nu exceto pela calcinha.

Sentindo ela apreensiva por causa da situação, me sentei na caminha dela e puxei Heloísa para perto de mim, dei um bjo na sua bochecha, minhas mãos ficaram alisando toda suas costas, seu cheirinho começou a exalar, ela era muito cheirosa, eu estava muito pertinho dela abraçando ela, minha mente me guiou e eu num ato repentino comecei a dar chamuscadas no pescoço da garota, cheirava e ao mesmo tempo beijava.
Seu cheirinho tomou conta de mim, fiquei com tesão na hora, minhas mãos foram descendo de encontro ao seu bumbum, fui alisando todo seu bumbum por cima da calcinha, minhas mãos estavam sem controle algum pegando com vontade no bumbum dela, a garota não demonstrava reação, ficou estática parada.
Coloquei minha mão por de baixo do seu cabelo na nuca, continuei dando bjos no seu pescoço, eu estava fora mim, era muito bom aquela sensação única, sem pudor algum eu fui com minha boca em direção a boquinha dela, começamos um bjo muito desajeitado, durou alguns segundos, quase um minuto, foi o suficiente pra sentir o sabor de sua saliva na minha boca.
Foi muitooooo bom.
Mesmo sendo bem sem jeito aquele beijinho.

Continuei beijando seu pescoço e minhas mãos puxavam sua calcinha para baixo bem de leve, a garota resistiu, mas pouco tempo, disse que queria fazer um carinho que não precisava ter medo.
Abaixei toda sua calcinha até no chão, minhas mãos se apossaram do seu pequeno bumbum com aqueles glúteos durinhos de menina novinha.
Apalpei até não me aguentar mais, até arrisquei passar os dedos dento do bumbum, senti o cuzinho dela algumas vezes.
Eu já estava de pau duro aquela altura, afastei ela um pouquinho de mim e vi sua bucetinha na minha frente, vou descrever os detalhes: não tinha cabelo, só alguns leves pelos pubianos, tinha apenas um risco, como uma boquinha bem apertada.
Vendo aquela bucetinha diante dos meus olhos, joguei ela na cama de frente pra mim, arreganhei suas perninhas e caí de boca na bucetinha dela.
No começo fui lambendo toda a extensão da rachinha, lambi como se fosse um sorvete, já nas primeiras lambidas senti aquele gosto salgadinho e um cheiro de bucetinha juvenil.
Pela primeira ela sentia sensações de prazer jamais sentidas, cada lambida que eu dava ela soltava gemidinhos bem baixinhos.
Quando comecei abrir a bucetinha e lamber dentro daquela fendinha, aí que a garota gemia mesmo.
Dentro sua bucetinha era rosinha com tons de roxo.
Eu chupei muito a garota, lambi muito, fiz ela ficar bem excitada a ponto de se contorcer toda com as perninhas.
Quando virei ela de costas também chupei e beijei todo seu bumbum, até lamber o cuzinho dela eu lambi.
Apesar do gostinho de fezes eu não liguei, meti minha língua dentro daquele buraquinho com gosto, acho que ela gostou, mesmo sentindo cócegas por sentir minha língua no cuzinho dela.

Enfim era chegado o momento dela me proporcionar prazer, ali mesmo perto dela na cama tirei meu short e minha cueca, fiquei só de camiseta.
Com o pau duro subi na cama ficando em pé, coloquei ela de joelhos de frente para meu pau, seu olhar no meu pau era algo bem impactante, já prevendo o que ela ia ter que fazer, ficou na dela, apenas deixando eu guiar a situação.
Botei a mãozinha dela no meu pau e pedi que chupasse.
Fiquei olhando ela dando as primeiras investidas com a boca, muito sem jeito é claro, mas foi pegando o jeito certo..
A garota mamou muito na cabeça grande do meu pau, até parece que ela tinha vontade fazer aquilo, cada sugada e mamada que ela dava que me levava a loucura, as vezes tirava o pau da boquinha dela e batia na linguinha dela, era lindo ver ela com a linguinha pra fora deixando eu bater a cabeça.
Foi uma bela chupeta, apesar do jeito amador que a garota chupava.
Quando me senti satisfeito coloquei ela de novo na cama de bundinha pra cima.
Fechei bem suas perninhas e sentei em cima dela um pouco abaixo do bumbum, com meu pau duro bem encima do seu bumbum eu fiquei esfregando ele, passando a cabeça entre seus glúteos pequenos, meu pau foi abrindo aquela bundinha pequena, até a cabeça chegar no cuzinho, quando chegou eu fiquei passando ela com bastante vontade por toda a extensão anal da garota.

Diante de toda aquela esfregação a vontade de penetrar veio, forcei a cabeça do meu pau tentando romper seu cuzinho, pensei que estava entrando, mas não estava, é que na verdade seu cuzinho era muito pequeno, a cabeça do meu era bem maior que aquele buraquinho ficava uma impressão de que estava entrando, mas não estava.
Saí de cima dela e fui até meu quarto, voltei com um vidro de K-Y
Novamente sentei nas suas perninhas, abri o K-Y e espremi o vidro até cair uma quantidade boa no cuzinho dela, passei também K-Y na cabeça do meu pau.
Quando tudo estava com bastante K-Y comecei tentar a penetração de novo.
Nas primeiras forçadas senti seu cuzinho se afundando para dentro.
A garota se mexeu um pouco, eu fiz mais um pouco de pressão e a cabeça começou a deslizar para dentro daquele buraquinho pequeno, com as mãozinhas no lençol a garota apertou, querendo minimizar o efeito do começo daquela penetração.
Com um pouco mais de força a cabeça entrou toda, a garota gemeu, ficou bem inquieta, mas bem comportada paradinha apertando o lençol.
Eu já não via mais a cabeça do meu pau, estava todinha dentro daquele cuzinho, fui bombando bem devagar, fazendo a cabeça entrar e sair, coloquei mais K-Y sobre meu pau para facilitar ainda mais a penetração, não enfiei meu pau todo nela, só até na metade, um vai e vem se iniciou e a garota gemia cada vez mais, eu fui bem calmo para não deixar ela com muitas dores.

Chegou um momento que a garota se acostumou com a metade do meu pau dentro, eu senti ela mais tranquila e fodi ela com um pouco mais de gana, meu pau entrava e saía molhadinho de K-Y daquele cuzinho pequeno, era tão gostoso a sensação, seu cuzinho apertava bastante meu pau, eu só queria que aquilo nunca terminasse, tava muito bom..
Foder um cuzinho virgem é muito prazeroso, aquela sensação de estar enterrando o pau num cu pequeno como aquele é unicamente inexplicável.
Eu metia mais e mais, definitivamente meu pau estava recebendo tratamento vip do cuzinho virgem da garota, de tanto ficar vendo meu pau sair molhadinho do seu cuzinho, eu eu não resisti e comecei a gozar, enchi o cuzinho de porra, foi uma gozada maravilhosa, cheguei a dar uns trancos na hora gozo.
Tirei meu pau do seu cuzinho e deitei do lado dela, beijei sua boquinha de novo, fui bem retribuído com seus beijinhos amadores, chupei sua linguinha e mordi seus lábios bem de leve.
Ao mesmo tempo que beijava ela, coloquei sua mãozinha no meu pau que estava se amolecendo, sentindo aquela pegadinha gostosa entre bjos e bjos ficamos ali alguns minutos.

Após o término, ela vestiu a roupinha e deitou na cama para dormir, seu cuzinho estava cheio de porra dentro, isso não saía da minha cabeça.
A garota ficou no quarto e eu fui tomar um banho quente, tomei aquele banho, pensei em tudo o que tinha acontecido, cheguei uma conclusão de que valeu a pena, e daquele dia em diante eu teria que comer ela com frequência, não poderia abrir mão daquilo, era o começo de tudo.

Quando o dia amanheceu e ela acordou para se arrumar para escola, eu acordei também e preparei um lanchinho, mas antes fui no seu quarto e tirei a virgindade da bucetinha dela, não vou contar os detalhes, o que eu queria contar eu já disse que era a penetração anal que aconteceu no nosso primeiro contado carnal.
Mas posso dizer que o prazer de meter na bucetinha dela foi tão bom quanto no cuzinho.

Mais cedo ou mais tarde alguém comeria ela futuramente, nada melhor que eu para mostrar á ela que o sexo é algo bom.
Já tem algumas semanas que estou comendo ela escondido da mãe, até minha gala a garota já engoliu, nossa química está cada vez melhor.
Bom, enfim esse é meu relato totalmente verídico.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,93 de 123 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

275 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder anônimo ID:g62l2bv9b4

    nojento.

  • Responder João Marcos ID:7xbyxpy2m40

    Adoro meter no cusinho da minha afilhada de 7 anos chupo a bucetinha dela os peitinho que nem tem o pai dela adora isso é poe ela pra mamar o pai dele

    • Mary28282 ID:469ctnn749ar

      Tem problema seu fdp igual ela a menina tem 7 eu vo chama a policia pra vcs prr

  • Responder Alguém ID:qplmkc8kk

    Seu filho da putas um dia vocês vão ver

  • Responder PapaiBruto1111 ID:41ii13yi8rdq

    Ótimo conto, fez a putinha de depósito de porra, servem pra isso, e toda novinha gosta de ser fodida.
    Muito bom a sensação de foder um cuzinho pequeno e uma bucetinha virgem, ver ficando vermelhinha e apertando o pau, um tesão.
    Conta como foi arrancar o cabaçinho da vadiazinha.
    DaddySP1

    • Llll ID:funxvfxv4q

      E vdd ..o homem fica loco de tesão vendo o pau preencher a bucetinha e mal cabindo nela só de grosso …elas não aguentando o pau ..nossa e maravilhoso ….vc tem filha ou sóbrinha que fez cm ela? [email protected] meu email chama la

  • Responder PAIZÃO ID:3v6ose3e49d6

    Gostei bastante

    Em breve vou posta meu primeiro conto no meu grupo OBs:criei hoje o grupo

    https://t.me/joinchat/XFN7JsolsFUyYzRh

  • Responder Renato ID:41ii0ywo20j3

    Malucão, você nem deveria estar vivo seu PNC! É uma criança seu FDP 😠😠😠😠

    • Ale46 ID:2ql4279447

      Sai fora pohhhhha …..deixa o cara…….foi vontade de ambos

  • Responder Oculto ID:gsudr749k8

    Uma menina de 8 anos não aguentaria uma penetração no cuzinho. Bom, como é um conto tudo bem, mas nessa idade o maximo seria uma brincadeirinha de chupar o cuzinho, a bucetinha, fazer ela deslizar no pau proporcionando a ela uma explosão de orgasmos. Com certeza ela se apaixonaria.

    • Amo chaninha nova ID:8d5q01520a5

      E verdade fico só chupando minha afilhada de 10 anos e a prima dela de 8 anos nenhuma delas aguentou não quis forçar pra não machucar elas

    • Pika ID:giplzdvzj4

      Você que pensa Hahaha

  • Responder Álvaro tenho 49 anos ID:on90ywrm9d7

    Deveria ter filmado o ato do pra,era com a criança

  • Responder . ID:8kqtlwnv9j7

    Tem que comer é a bucetinha

  • Responder Ariovaldo G. Ensina. ID:8eezg01e8k5

    Tarado- a menina só tem 8 anos.
    Papa anjo isso que você é.

    • Rafael ID:6oei6pz20ar

      Vc tem algum ?

  • Responder Faz mais conto desse com ID:2ql412chmk

    Fas mas dece com tua subrinha

  • Responder Chris ID:1daiaxscd1p

    Vc é um louco merece a morte😡😡😡,mostro ainda tem coragem de contar 😡

    • Zé Casquete ID:gqb5vjim22

      Ué? E como você veio parar aqui?
      Kkkkkkkkkkkkk
      Hipócrita do caralho!

  • Responder magal ID:41iht8gdm9ir

    muito bom adorei

  • Responder Marcelo ID:ona32tufij1

    Já comi minha enteada tb,mas ela tinha 15 anos e já gostava de por o dedo no cuzinho e na buceta,eu ensinei oque era prazer para ela é até hoje ela aos 26 anos casada continuamos as nossas safadezas e ela diz que sou melhor que o corno do marido dela….mas vou falar sério! Com 8 anos de idade e vc com 48 ou vc deveria está na cadeia ou morto

  • Responder Zé Casquete ID:gqb5vjim22

    Rapaz, todos os analfabetos da internet resolveram vir conectar nesse conto? Os erros chegam a dar arrepios 😂😂😂😂

    • Pablo ID:5u0xt7wnqmk

      Inclusive os chamados Zé

    • Zé Casquete ID:gqb5vjim22

      A carapuça serviu, Vittar?
      Kkkkkkkkkkkkk

  • Responder Eliseu ID:46kpk8gzhrjn

    Vc deveria era se fosse seu arrombado filha da puta encher sua cara de bala

    • Marcelo ID:ona32tufij1

      Damos dois este merda

  • Responder Hellen ID:g61zg9chj7

    A se no meu tempo meu padrasto não fosse um tapado, talvez tivesse comido pelo menos meu cuzinho, mas como ele era das antigas só ficava chutando meus seios e alisando minha chota, igual um velho babão, ele começou eu tinha sei lá uns 8 anos e a chupar meus seios com 12 quando já estavam bem grandiosos.

    • Jack DF ID:8ldl516tzk0

      Que delícia, gostaria muito de experimentar seu cuzinho e falarmos sobre foder uma novinha…
      [email protected] protonmail.com

    • @christian_sad16 ID:g61vbr4998

      q dlc,se eu fosse ele comeria tanto seu cuzinho quanto a bucetinha

    • Plvr ID:xlorigzl8

      Chama eu pra comer seu cuzinho

    • Oculto ID:gsudr78rb1

      Ele deu bobeira, menina gosta de ser comida gostoso

  • Responder L ID:7btepa62d1r

    Vc é doente seu jack

  • Responder Seu cú ID:cyvs5khrj5

    Ooooo mentira cabeluda , tirar a virgindade de uma menina de 8 anos e em questão de minutos estoura e sangra a bucetinha e como fazer uma coisa dessa tão rápido e a menina sentir nada e ainda ir pra escola kkkk

    • Maritza ID:8d5qa5q8rcl

      Quando eu perdi meu cabaço sangrou muito pouco mas doeu prá caramba, fiquei 3 dias ardida e andando de pernas abertas …

  • Responder merda de conto ID:1v7f4mwz5

    que escroto espero que esteja na cadeia sendo mulher de bandido

  • Responder Cristian ID:41igyaplm9im

    Eu tanbem.quaze fidi uma menina de 8 anos.mas quen na verdade queria era éla.mas fiquei com medo.eu tinha 14 anos.ela ficou peladinha.do meu lado.senti.qyando ela pegou na cabeça do meu pau
    E colocou na buceta dela mas eu infelismente näo quis foder ela

    • Comedor de casadas GGD ID:1daianp2qjr

      Dá um medo mesmo né meu irmão… mas vou te dizer, NUNCA perca uma oportunidade como essa!!! Essas putinhas novinhas estão SEMPRE morrendo de vontade de receber várias rolonas bem grossas todinha entuchada dentro do cú delas bem aberto e arrombado!!! Quando eu tinha 155 anos e minha meia irmã tinha apenas 133aninhos ela me chamou pro quarto e botou um vídeo de sexo de dupla penetração… resultado: depois desse dia o furiquinho da minha irmãzinha linda mais nova nunca mais foi apertadinho de novo! Ela me chamava TODO DIA pra chupar e receber meu kcêtão de 21 cm de comprimento mas muito MUITO GROSSA MESMO toda entuchada dentro do cú dela até ficar toda aberta e arrombada !!! É olha que ela já tinha um namoradinho corno manso nessa época!

Mais Comentários