Eu, Minha cunhada e amigos dela III

Eu decidi não mais escrever para o site, pois os comentários é o termômetro dos contos, então quando são poucos os comentários, isso mostra que o leitor não gostou, então devemos parar.
Talvez o leitor espere que o conto seja justamente aquilo que ele quer ler, mas eu até poderia, mas não quero narrar nada que não tenha acontecido, apenas para apimentar, prefiro me conter nos fatos, naquilo que realmente aconteceu, sem tirar nem pôr.
Vou contar uma das maiores putarias que rolou comigo e a Jana, mas dependendo dos números de comentários é que eu voltarei a narrar outros episódios.
Por ironia do destino o signo da Janaina é Virgem, então o mês de Setembro se aproximava e a Jana preparava o seu aniversário, eu sabia que viria putaria por aí, e claro que a cunhadinha dela estaria presente. Rissss
Em um almoço de família na casa da minha sogra, eu estava no terraço com o meu marido quando a Janaina se aproximou e falou para o irmão: Meu querido maninho, como você sabe, no próximo mês será o meu aniversário, e eu estamos preparando uma festinha no meu apartamento, será em um sábado à noite e quero muito que a Fátima participe nisso ela já poderia viajar na sexta, pois me ajudaria a arrumar o apartamento, eu a buscaria na rodoviária, mas não se preocupe, pois a festa será apenas para minhas amigas, apenas mulheres.
Pela cara do meu marido eu percebi que ele não gostou então ele falou: Janaina por que você ao invés de comemorar o seu aniversário com amigas, não comemora aqui com a sua família? Mas a Jana é uma putinha mesmo e tem tudo na ponta da língua, e responde: E quem te falou que não irei comemorar com a família? Já está tudo programado, vou comemorar com ás amigas de trabalho, vizinhas de apartamento, em fim, e no outro final de semana vou fazer um almoço aqui na casa da mamãe apenas para os familiares.
Eu então olhei para o meu esposo e perguntei: Amor eu posso ir? Ele com a cara fechada falou: Não sei, vamos ver. Nisso ele levantou e saiu. Então a Jana sentou no lugar onde ele estava sentado e falando baixinho perguntou: Além de chifres o que é que ele tem? Eu falei que ela sabia que ele não gosta quando nós saímos juntas, pois diz que você é viradinha no sexo e tem medo que você me coloque em mau caminho. Rissssss Ela então falou: “Que pena eu não puder comer a mulher dele agora”. Então levantou e saiu.
Na quinta feira eu perguntei para o meu esposo: Amor a Jana quer que eu vá amanhã para casa dela, ela está preparando o aniversário e quer que eu a ajude, amanhã você me colocaria no ônibus e ela me busca na rodoviária, eu posso ir? Ele então falou: Fátima você sabe que o comportamento da Janaina não é compatível para uma mulher casada, a Jana é gente boa, mas sempre teve esse lado “Puta” dela e eu tenho medo que os amiguinhos dela ao te ver sempre com ela, confundam ás coisas. Eu então falei: Amor a Jana trabalha, vivi do trabalho dela é uma pessoa boa, eu não sei por que você pega tanto no pé dela em relação ao sexo, se ela tem os casos dela, coisa que eu nunca vi, mas ela é livre, é solteira, é adulta, qual o problema? Ele então fala: O problema é que cada vez que ela vem aqui, trás o namorado diferente, você acha isso normal? Se for anormal eu não sei, mas isso é uma particularidade dela, a gente nada tem haver com isso. Então, posso ir? Ele então falou: Pode sim, mas tenha cuidado.
Na sexta feira á Jana me buscou na rodoviária e eu aproveitei para conversar com ela e falei: “Jana o meu esposo é seu irmão, você trás homens, você e eu transamos, isso não te dá remoço, por que você faz isso com ele”? Ela então falou: Eu já te falei que quando éramos crianças ele me pegou a força e essa magoa eu tenho, mas em relação a você, não tem nada haver com isso, Fátima, uma puta conhece a outra, eu sabia que você não era santa, mas também percebi que vivendo presa ali com o seu marido, você não ia conseguir muita coisa, então como sou solteira e você é minha cunhada, eu pensei; por que não Fátima e eu ficarmos saindo sempre juntas, afinal somos cunhadas, então pensei, vou sair à primeira vez e ver a ração dela a respeito do sexo, caso ela não tope, não a convidarei mais e continuaremos como éramos antes, mais daí você sabe o que rolou, houve a química, agora o fundamental foi o tesão que eu sinto por você, se não querida, nada disso estaria acontecendo. Risssssss Ela então perguntou: E o seu amante, vocês saíram? Eu então respondi que não, que eu não havia me ligado, a Jana então falou: Esse cara só te come quando ele quer, será que ele não entende que você também tem desejos? Fátima você não acha que está na hora de ter outro amante? Jana eu sou casada e tenho medo que descubram, o Leandro quando ele quer, ele me liga e me come, mas eu me sinto segura, pois ele é casado, amigo do meu marido e quando por acaso a gente se encontra ele mau fala comigo, apesar de tudo ele me passa segurança.
Quando chegamos ao apartamento, a Jana falou: Vamos tomar um banho juntinhas e vamos sair, pois tem dois amigos que estão nos esperando para almoçar. Começamos a nos beijar e em baixo do chuveiro eu me ajoelhei e dei uma chupada na buceta da minha cunhada, e ela falando, esse final de semana já está todo programada, vamos levar mais rolas do que já levamos em toda a nossa vida, kkkkkk. Então eu falei: Hummm Já temos almoço para hoje é? Rissss A safada da minha cunhada falou: E nós duas seremos a sobremesa deles. Kkkkkkkkkkk
Chegamos ao restaurante e os caras já estavam nos esperando, Jana me apresentou o Flávio e o Anderson, e fomos almoçar. Após o almoço o Flávio pergunta para Jana: Então como faremos, vamos os quatro em um carro só ou vamos em dois carros? A Jana fala que seria melhor irmos em dois carros, então o Flávio completou: Mas no motel ficaremos em quartos separados? A Jana safada como só ela, responde: Depende, se a Fátima quiser dá só para um, ela escolhe o que ela quer e ficaremos em quartos separados, mas se ela quiser dá para dos dois, rissss ficaremos no mesmo apartamento, então ela me olha e pergunta: Então Fátima o que você escolhe? Eu meia sem jeito respondo: Vamos para um apartamento só. Todos caem na risada, os meninos pagaram a conta e fomos ao motel.
No motel o Anderson começa a me beijar e tirar minha roupa, enquanto a Jana cai na cama com o Flávio, o Anderson então me leva para cama e eu fico cavalgando no pau dele, a Jana então manda o Flávio tirar o pau da buceta dela e meter na minha boca, ordem que ele obedece na hora, então o Anderson fudendo a minha buceta e eu chupando o pau de Flávio todo melado da buceta da Jana. Nesse momento o celular do Anderson toca, ele então pede para eu sair de cima dele e vai atender o celular, então ele fala: Silêncio é a minha esposa, a Jana então grita: Fala para ela que você está no motel com duas raparigas. Todos caímos na risada. Ele então atendeu a esposinha e depois voltou para ás quenguinhas. Kkkkk. Depois tomamos um banho e os dois foram em um carro e eu voltei com a Jana.
Agora caso desejem saber o final do fim de semana, deixem comentários, mas se não gostaram, vou entender. Beijosssssss

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 2 votos)
Loading...