Tia Amélia (Parte Final)

Autor

-Desde então, eles estão juntos como marido e mulher – finalizou Lucinda sua narrativa ante o olhar estupefato de se parceiro, que não conseguia acreditar no que estava ouvindo.

-Quer dizer que a Amélia e o Juninho são amantes? – ele perguntou como querendo confirmar o que era verdade.

Lucinda acenou com a cabeça, exibindo um sorriso safado.

-Ah, e tem mais! – ela emendou, chamando a atenção de Genésio – Eles escondem isso de todos …, bem, de quase todos …, afinal, eles precisam manter as aparências, não é?

-E como é que você sabe de tudo isso, sua safada? – questionou Genésio demonstrando sua incredulidade quanto às palavras de sua parceira. Inicialmente, Lucinda limitou-se a um sorriso enigmático, mas após alguns minutos, ela segurou a rola meio mole de seu parceiro, aplicando-lhe uma punheta cheia de intenções.

Genésio, em retribuição, segurou os peitos da parceira, chupando os mamilos que tornavam a ficar intumescidos. O clima tornou-se propício, e Genésio, desvencilhando-se da mão de sua parceira, subiu por sobre ela, enterrando sua rola já dura na vagina alagada dela. Foderam novamente, com movimentos intensos e vigorosos, até experimentarem um novo orgasmo conjunto.

No fim, Genésio deitou-se ao lado de Lucinda que sorria para ele. “Fazia muito tempo que eu não gozava junto com meu parceiro”, ela comentou em um sussurro. “Eu também, gostosa!”, respondeu ele.

-Mas, você ainda não me contou como sabe de tudo isso? – tornou Genésio a perguntar, incapaz de esconder sua curiosidade.

-Bom, meu querido! – ela respondeu em tom irônico – Você acha que eu não tentei experimentar aquela rola do Juninho, depois que a Amélia me contou o que rolava entre eles?

-E você conseguiu? – tornou a perguntar Genésio, ainda mais curioso.

-Ah, meu bem! – ela respondeu em tom de mais ironia – Isso eu não vou te contar …, vamos deixar como está …, afinal, prefiro que você mesmo tome suas conclusões …

Genésio olhou para Lucinda e depois de um minuto de silêncio ambos caíram em uma gargalhada solta. E foi assim que Genésio descobriu os segredos da Tia Amélia, a dona do boteco mais frequentado de seu bairro …, podia não ser o melhor, mas, a partir daquele dia, seria, para ele, o melhor lugar do mundo.