Minha iniciação no incesto

Ola, me chamo Poliana sou leitora do site a um ano e resolvi compartilhar meus relatos de abuso sexual. Tenho 24 anos morena cabelos longos e escuros peso 67kg. Minha infância foi muito conturbada pois fui abusada por muitos na minha família, primeiro pela minha prima, depois pelo meu padrasto e seu irmão e pelo meu biza avô. Eu não me lembro bem quando começou tudo isso, com certeza desde bem menor acontecia essas coisas mas lembro mesmo era de quando eu tinha 7 anos. Tudo isso no passado me trouxe consequências, hoje eu sou bi sexual, só consigo fazer sexo com dupla penetração, me tornei mulher do meu próprio padrasto e sou viciada em LACTOFILIA (amamentação adulta).
Primeiro vou contar da minha prima, minha mãe sempre esteve presente até porque sou filha única, quando completei 7 anos ela começou a trabalhar para ajudar meu padrasto, passei um período com minha avó quando minha mãe ia trabalhar mas ficava muito contra mão da escola, eu não podia parar de estudar, então minha mãe chamou minha prima Carla pra ser minha baba. Na época ela deveria ter uns 20 anos, eu gostava muito de brincar e logo nos primeiros dias ela me ensinou a brincar de mamãe e filha e foi ai que tudo começou, primeiro ela pedia pra deitar do lado dela como se eu fosse sua filha, depois começou a botar seus seios pra fora e dizia que ia me amamentar. E depois disso aconteceu de tudo. Eu estudava pela manhã e ela ia me buscar na escola. Ela era negra alta, tinha peitos grandes e com bicos pretos, a buceta era greluda e escura assim como o seu cu. Quando eu chegava da escola eu sempre a chupava, não entendia o porque que isso acontecia mas comecei a gostar. Lembro que as vezes quando chegávamos da escola ela não tomava banho e já botava eu pra deitar e ela sentava na minha cara, a buceta dela fedia mas mesmo assim eu tinha que lamber, passava a tarde toda fazendo isso, muitas das vezes ela nem falava comigo e eu começava a mamar os seios dela, isso foi um vício pra mim, ela me ensinou a desejar tantos os seios. Pra eu lamber a buceta dela eu tinha que sugar bastante os seios, mamava de um lado depois o outro. Mas lembro que ela nunca me chupou. Hoje é ao contrário, ela se tornou diarista e tem dois filhos pequenos que deixa aqui em casa até ela chegar do trabalho. Quando é a tarde minha mãe dormir
e eu fico com eles no meu quarto. Eles mamam muito meus seios e ela nem imagina eu acho kkkk. Eles lambem e sugam iguais a um bezerrinho com fome. Ja botei eles pra lamberem minha buceta mas ainda estão na experiência. Amanhã conto como iniciei minha vida sexual com meu padrasto e o irmão dele. Bjs

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,17 de 6 votos)
Loading...