,

Minha Irmã

28-10-15 1 ★ 0.00

Minha irmã é uma mulher bonita e muito gostosa, por ter um corpo muito bonito usa sempre roupas muito curtas, ela é branca tem 1,60 deve pesar uns 60k. somos uma familia normal onde todos se respeitam, mas em uma certa noite isto não aconteceu, lógico que não vou ser hipócrita em dizer que não bati muitas punhetas pensando na minha irmã, é dificil você conviver diariamente com alguem que sempre usava saias muito curtas.Voltamos de mais uma festa noturna, como nos eramos só eu e ela nós eramos muito unidos, saiamos juntos e voltavamos juntos. Ao chegar na porta da casa dela, viviamos no mesmo patio e não na mesma casa, perguntou se eu queria tomar a saideira , entramos, ela foi ate a geladeira e pegou uma garrafa de cerveja, eu sentei no sofa, ao pegar o abridor ela deixou ele cair e abaixou para pegar e eu vi aquele traseiro maravilhoso enorme e bem redondinho com a calcinha atolada toda na bundinha dela, meu pau na hora ficou duro tive que colocar a mão por cima pra ela não notar, tocava uma musica lenta e eu levantei e convidei ela pra dançar, na hora vi que bobeei capaz que ela iria dançar uma musica lenta comigo, mas pra minha surpresa e alivio ela aceitou, começamos a dancar e meu pau ja começou a ficar duro, afastei um pouco o corpo para ela não perceber, mas ela só deu uma risadinha e voltou a colar seu corpo no meu, naquele momento em diante não sei o que aconteceu com a gente, começamos a nos arretar como nunca tinhamos feito antes, meu pau doia de tão grande que estava, ja enlouquecido de tesão virei ela de costa para mim e debrucei ela sobre a mesa, quando eu puxei a sainha dela ate a cintura, ela gritou que não queria e foi levantando da mesa eu empurrei as costa dela debruçando ela na mesa novamente, ao ficar de joelhos atras dela eu ja baixei as calcinhas dela até os joelhos é lógico que ela segurou as calcinhas para que eu não pudesse abaixa-las, mas mesmo assim eu consegui, ela ja estava se levantando novamente quando sentiu a minha boca chupando a buceta dela, ela relaxou o corpo sobre a mesa e começou a gemer. Enquanto eu chupava ela eu colocava guspe no meu pau. Fiquei rapidamente em pé arrumei meu pau na buceta da minha irmã e botei ele pra dentro, que coisa maravilhosa eu sentir ele todinho dentro dela, a bucetaq dela era muito apertada tava machucando meu pau, ela grunia igual a uma porca e eu não quis nem saber, enlouquecido pela tesão, segurava os cabelos dela com minha mão direita e a cintura dela com minha mão esquerda, não dei dez estocada e ja estava para gozar, não poderia gozar dentro da buceta dela, na hora que fosse gozar eu iria tirar e colocar no cuzinho dela, quando o gozo veio mau tive tempo de tirar da bucetinha dela e coloquei no cuzinho dela, ela esperneou um pouquinho enquanto meu pau tava entrando, mas depois que estava la dentro ela ficou quietinha sentido eu encher o cuzinho dela de porra. Ao terminei minguem falou nada, vesti minhas calças e fui para casa, que loucura que nós fizemos como poderíamos nos olhar no dia seguinte. No outro dia nos cruzamos para ir para o trabalho e sorrimos um para o outro, como se falassemos que aquela noite seria inesquecível

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

,

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. rennan

    Hey pessoal eu curto demais tudo isso…. Me add no skype para gente conversar e trocar experiências SKYPE – rennanxteens