Primos safados: consolando após separação

Agora tendo dois de meus três primos gozando sempre que podíamos mas sem que soubessem um do outro, meu primo Claudio que tinha casado se separou e veio morar em uma casa ao lado da casa de meu tio, como sempre estava por perto ajudando em tudo e aproveitando sempre que ficávamos eu e um dos outros meus dois primos para brincarmos depois da escola ou à noite quando Antonio chegava do serviço, na semana que Claudio mudou sempre todos estavam perto dando uma força e eu sempre presente via agora uma chance de me aproximar dele, mas não sabia como. Certa vez, era de tarde, estava meio nublado e estava sentado na rua em frente à sua casa quando vejo o Claudio chegar, não havia ninguém na casa do meu tio e eu estava sem nada para fazer, quando meu primo me viu sozinho me chamou e perguntou o que estava fazendo ali sozinho, respondi que não estava fazendo nada e então ele me chama para entrar e lhe fazer companhia, entrei e ficamos conversando besteiras enquanto ele fazia almoço. Após ter almoçado ele me chama para assistirmos tv no seu quarto, o que sempre foi normal para nós, sempre assistíamos tv no quarto de meus primos quando solteiros, fui sem achar que tinha algo de diferente no convite, mas desejando poder ver o pau do meu primo, queria saber se era igual dos seus irmãos que a essa altura já conhecia bem, apesar de nunca ter sido penetrado. Passava sessão da tarde, não faço idéia de qual filme, e percebo que Claudio começa a mexer no seu pau por dentro de sua bermuda azul, fico olhando de canto de olho com medo de que ele perceba mas com vontade de ver sua rola dura, dava pra ver o volume quando ele tirava a mão de vez em quando para se ajeitar na cama, queri muito pegar, sentir em minha mão, em minha boca, não podia deixar passar essa oportunidade pois não sabia quando iria acontecer de novo. Tremia muito mas tomei coragem e coloquei minha mão sobre a sua que estava dentro da bermuda, ele parou de mexer no pau, retirou sua mão de dentro da bermuda, pude sentir sua rola dura, pulsando, coloco minha mão devagar por dentro de sua bermuda e sinto a carne macia, quente, passo o dedo na cabeça e sinto a baba que saía de sua rola, começo uma punheta devagar, então com a outra mão começo a abaixar a sua bermuda, o que sou rapidamente ajudado por ele, vejo então que seu pau é tão belo quanto de seus irmãos, 19 cm, grosso, reto, cheiroso, continuo a massagear para cima e para baixo quando ele me pede para chupar, abaixo e começo a passar a língua na cabeça de seu pau, ele força minha cabeça e então enfio seu pau na boca ouvindo seus gemidos de prazer, ele com a mão em minha bunda, dedo entrando no meu cu, me pede para tentar penetrar, abaixo minha bermuda e fico de lado, ele cospe na mão, passa em meu cu ainda virgem e tenta penetrar, não consegue e goza na entrada do meu cuzinho espalhando seu leite por minha bunda, após nos levantamos e nos lavamos e ele me pede segredo, ficamos ali mais um pouco e assim que o filme termina vou para minha casa satisfeito por conhecer o corpo dos meus três primos que passei a aproveitar mais por um longo período.

roberto.silva3371@outlook.com