#

Casado dando para um amigo

944 palavras | 4 |4.50
Por

Olá me chamo Fernando Silva, 40 anos, casado com mulher que nem pode desconfiar que curto ser passivo de vez em quando. O conto de hoje foi a última transa com meu amigo que sempre me come.

Em um domingo a tarde eu havia saído de casa só, aí mandei mensagem para ele, porém estava com visita na casa, quando ele respondeu que estava só eu já havia voltado pra casa.

No dia seguinte mandei mensagem logo cedo pergunta se poderei lhe fazer uma visita, ele respondeu que estava com empregada na casa, que provavelmente iria esperar ele voltar do trabalho para ir embora, pedi para ele avisar a hora que ela fosse que teria um tempinho livre no fim da tarde.

Era umas 16:20 ele mandou mensagem que já havia chegado e que ela já tinha ido, falei te aviso a hora que estiver indo, pois ainda estava no trabalho. Às 17 mandei mensagem que estava saindo.

Chegando lá ele estava lavando o carro na garagem, conversamos um pouquinho e fui tomar um banho, ele sempre deixa uma toalha no banheiro pra mim, sai do banheiro totalmente sem roupa, ele também foi tomar banho e estava me esperando pelado no sofá.

Cheguei perto dele e já fui me ajoelhando para iniciar a mamada, o pau dele tem 19 cm, grosso, é uma delicia de chupar, adoro por ele inteiro na boca, ele geme, e isso me dá muito tesão, saber que estou conseguindo satisfazer meu macho, brinco com o pau dele, passo a língua em volta da cabecinha, enfio tudo na boca de novo, depois de um tempo mamando levantei para ver onde ele queria me comer, pediu para eu ficar de joelhos em cima do outro sofá que fica embaixo da janela, que por sinal estava aberta, mas como o muro é alto, não dá para os vizinhos ver, só uma casa que fica há umas 4 casas do outro lado da rua que é sobrado, mesmo assim gostei de ficar ali perto da janela kkk

Eu de 4 ajoelhado ali, ele chegou e posicionou o pau no meu rabo, em um único movimento enfiou tudo, adoro sentir o pau dele entrando, ele segurando na minha bunda, socando sem dó, eu ali de 4 de pau duro sentindo o pau dele me fudendo. Ele socava forte e rápido, cada vez tentado enfiar com mais força, aí ele colocou os pés em cima do sofá, parece que entrava mais ainda, perguntou se ele levasse eu o chutaria de novo, respondi que sim, aí ele fudeu mais um pouquinho e tirou para ir lavar, eu continue ali de 4, com o raio totalmente aberto e melado, dava pra sentir o vento no meu rabo, nessa hora já bem arrombando.

Quando ele voltou do banheiro eu saí do sofá e fiquei de joelhos na frente dele para poder novamente mamar aquele membro delicioso, como gosto daquele pau na minha boca, eu mato com força com vontade, adoro ouvir ele gemer de tanto tesão, aí depois de um tempo mamando eu pediu pra ir na garagem com ele, como um passivo bem obediente, lógico que fui.

Chegando na garagem ele pediu para ficar de 4 no capo do carro dele, fiquei e ele sem demora já enfiou o pau e começou a meter, eu ali na garagem de 4 sendo comido por aquele homem delicioso, enquanto ele metia meu pau ficava batendo na placa do carro, estava uma delicia. Depois de um tempo me fudendo de 4 ele me levando e foi me levando para trás, mais perto da casa, com o pau ainda dentro, começou a me comer agora em pé e falou no meu ouvido queria que algum vizinho visse que eu estou te comendo, respondi fala isso por que você não é casado, mais o perigo do vizinho do sobrado aparecer ali e nos ver me deixou com mais tesão, como estávamos em pé eu comecei a controlar os movimentos, fazendo com que o pau dele entrasse inteirinho no meu rabo, nesse movimento gostoso, meu pau que já estava muito duro, começou a balançar, aumentando meu tesão. Segurei meu pau e socava meu rabo cada vez mais forte contra meu amigo, de repente o pau dele saiu de dentro e ele falou vamos lá pra cama.

Entramos na casa ele foi no banheiro lavar o pau, deitou na cama, e deitei por cima dele, fui beijando o peito dele e descendo até chegar ao pau e iniciei a terceira mamada, como das outras vezes enfiava até o talo, ia tirando, mamava rápido, enfiava tudo na boca de novo. Quando tirei da boca ele pediu para eu deitar de bruços, uma das posições favoritas dele, ele veio por cima, essa altura meu rabo já estava todo melado e arrombando, entrou deslizando pra dentro, ele socando forte, rápido, gemendo com o pau dentro de mim, eu ali adorando sentir meu macho ofegante no meu cangote, quando ele veio no meu ouvido e falou quero gozar na sua boca… respondi, claro pode gozar onde você quiser, mais ele falou pior que já estou quase gozando, deu mais algumas socadas e começou a encher meu rabinho de porra, tirou o pau de dentro e foi no banheiro se limpar enquanto eu fui no outro banheiro tomar outro banho, enquanto me lavava sentia a porra dele escorrer pelas minhas pernas e meu rabo literalmente arrombado.

Me vesti, saímos do banheiro conversamos mais um pouquinho e fui embora, literalmente fudido, mais feliz depois dessa transa deliciosa como meu amigo.

Espero que tenha gostado.

Fernando Silva
Ksado30expassivo

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 10 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Nelson ID:3c793cycoib

    Que delícia, muito bem contado, seus detalhes me fizeram gozar e confesso que estou morrendo de inveja, há muito tempo não sinto essa sensação de estar arrombado após uma boa foda. Já gozei mas ainda continuo de pau duro, seu conto me deixou totalmente aceso e em estado de desespero devido a minha abstinência. Obrigado pelo conto.

    • Fernando Silva ID:81rg5npxii

      Que legal, adoro escrever aqui pois me deixa com muito tesão saber que estão lendo e gostando, gosto dos detalhes pois fico muito excitado ao escrever. Abraços.

  • Responder Luiz ID:dlns5khrd

    vc tem que correr o risco e deixar o vizinho ou os vizinhos verem e tambem te comer, afinal um macho gostoso sempre vale o risco

    • Fernando Silva ID:81rg5npxii

      Cara eu tenho muita vontade de dar, porém morro de medo de acabar sendo exposto e a patroa descobrir, por isso prefiro ir devagar kkk