# # #

Outro homem que meu avô devia dinheiro

1051 palavras | 2 |3.60
Por

Depois que minha prima chegou meu avô me deixou de lado e praticamente não abusa mais de mim, eu agora só estou servindo pra ser fudida pelos homens que ele deve dinheiro ou por algum amigo dele que paga pra me foder. Quando a cami chegou na casa do vô ele ainda aproveitava pra foder nós duas, mas depois de uns 4 dias ele começou a querer só ela e me botava pra arrumar a casa. Eu ja falei que meu vô é racista e me ofende muito por ser negra e me trata como uma animal e eu gosto, mas agora que a cami chegou eu fico me sentindo meia que jogada de lado, Ele bate e humilha ela assim como faz comigo só que ele apoia ela a me humilhar tambem mesmo ela sendo mais nova que eu e isso eu não gosto, alguma das coisas que ele ja mandou ela fazer foi mijar em mim depois dele tranzar com ela, ele me faz comer os restos da comida dela.

A uns dias atras um homem veio até nossa casa e ele me mandou ir com o homem no carro, era um homem alto, magro e feio, não era muito velho e eu nunca tinha visto esse homem com meu avô aqui em casa, eu entrei ja pensando que devia ser algum homem que o vô estava devendo dinheiro algo que era normal de acontecer, o homem então me levou pra uma casa no meio do nada e longe da casa do vô, o homem foi o caminho todo calado até chegar na casa e quando chegou só mandou eu entrar, eu entrei meio se cobrindo ja que eu sempre andava numa entrei esperando ver alguem na casa, mas estava vazia. Era uma casa um pouco pequena e tambem não tinha muito terreno ao redor como a do seu Zé, mas era bem arrumadinha.

Quando o homem entrou comigo ele mandou eu me ajoelhar e falou que meu avô tinha dito que eu era que nem animal, só que podia fazer o que quizesse comigo que eu gostava e de preferencia que tratasse do pior jeito possivel que eu merecia, eu fiquei calada e só escultando o que ele dizia, ele tinha um olhar meio de doido que me dava medo demais. Quando ele terminou de falar ele me pegou pelos cabelos e tacou meu rosto no chão me fazendo ficar de bunda pra cima empinada, ele mandou eu ficar quieta daquele jeito e foi acender um cigarro, ele então sentou numa cadeira abaixou as calças e mandou eu chupar a rola dele, eu fui de joelhos até a frente dele pra começar a chupar, chupei a rola toda que babava sabia que todo homem gostava daquilo, ele fumou o cigarro quase todo e quando ja estava no final do cigarro ele mandou eu parar de chupar e olhar pra ele, eu levantei a cabeça e ele então a segurou pelo cabelo e puxou para tras fazendo eu ficar com o pescoço todo esticado, ele então pegou a bituca e apagou no meio da minha garganta me queimando um pouco, na hora vi que ele era diferente de todos os outros porque esse era mais louco e gostava de coisas mais bizarras, quando ele me queimou na garganta eu no susto tentei se afastar só que ele não deixou e me segurou com força, me puxou pro quarto e me jogou na cama de bunda pra cima, ele ja foi chegando e enfiando a rola sem pena no meu cu, a rola dele era bem grossa acho que a mais grossa de um homem que ja me fudeu e só que não era muito grande, mas mesmo assim quando ele enfiava doia muito me arrombava toda e me fazia soltar varios gritos, ele em quanto fodia meu cu pegou meus braços puxou pra trás e apertava que começou a machucar que o prazer de dar o cu pra ele estava se transformando em uma puta dor e quanto mais eu pedia pra ele me soltar mais ele apertava e em um momento ele começou a trouxer meu pulso e continuava fodendo meu cu, eu comecei a chorar e estava vendo a hora dele acabar quebrando meu braço, mas depois de uns minutos ele gozou no meu cu, depois de gozar ele saiu de cima de mim e mandou eu ficar de quatro que cachorro e me puxou pelos cabelos me fazendo anda de quatro até a sala, sentou na poutrona e mandou eu ficar do lado de bunda empinada pra cima e a gala escorregando toda do meu cu pra minha buceta, eu fiquei de cabeça baixa no chão e sentia o cheiro de cigarro no ar, depois de fumar ele botou a bituca ainda acesso em cima da minha bunda, depois ele acendeu outro cigarro e nem fumou só ficava passando ele na minha bunda me queimando, ele me queimava o cigarro apagava e ele acendia denovo e me queimava até que ele decidiu apagar o cigarro no buraco do meu cuzinho queimando muito e me fazendo soltar um grito e sair de perto dele, ele foi perto de mim e me puxou denovo pro lado dele rindo da minha cara, meu cu depois disso ardia muito parecia que tava com um fogo passando la e coçava muito, mas eu segurava a vontade de coçar pq sabia que ia doer se eu coçase, passou um tempo e foi parando de doer, ele então mandou eu chupar ele denovo fui de joelhos e comecei a chupar com vontade pra fazer ele gozar logo pra ver se cansava e me deixava quieta, ele tava fumando em quanto eu chupava ele e assistia tv, quando ele terminou o cigarro ele mandou eu abrir a boca e apagou a bituca na minha língua e mando eu volta a chupar, quando eu chupava e minha lingua passava na rola dele ardia muito minha lingua e eu queria muito parar que enchi meus olhos de água, chupei até ele gozar na minha boca e depois de gozar ele foi se deitar e me deixou ja sala.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,60 de 10 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Marcos ID:qplmkdqj

    Boa tarde Sandra
    Me chamo Marcos acabei de ler todos seus relatos
    E gostei muito das suas histórias
    Gostaria de saber mais sobre você
    E se possível gostaria de conversar com seu avô sobre você
    Me chama no email: [email protected]
    Aguardo seu contato

  • Responder Júlio César 66 ID:1fr6iihri

    Tá faltando alguns detalhes
    Mas deu pra entender