# # #

Aposta com meu primo

1359 palavras | 6 |4.72
Por

primo ganhou pra minha infelicidade e tive q tirar td minha roupa, o meu primo rindo deu um tapa na minha bunda

Isso aconteceu a alguns anos atrás, o meu primo ele ganhou um PS4 e como era novidade eu estava ansioso pra jogar. Esse meu primo é dois anos mais novo que eu, ele tem uns 1,70 e pouco de altura e é magrelo e tem a pele escura e eu tinha 17 anos sou meio gordinho e sou mulato tenho 1,73 de altura. Os meus pais iriam passar um final de semana fora e pra eu n ficar sozinho chamei o meu primo.
Os meus pais saíram e nos deixou sozinhos, já era bem tarde da noite e resolvemos jogar vídeo game, começamos a jogar futebol e passou uma, duas, três partidas e nd q eu fazia dava certo só perdia e eu já estava ficando estressado e o meu primo me zoando q me deixava mais revoltado. Ele queria parar de jogar mas eu queria o ganhar pelo o menos uma partida e eu insistir e ele aceitou só se deixássemos as coisas mais interessantes e começamos aposta q de início era coisa boba e eu perdi as duas primeiras partidas e apaguei. Fomos jogar mais uma ele disse se eu perdesse teria q me despir e ficar pelado e acabei aceitando a partida foi para nos pênaltis e o meu primo ganhou pra minha infelicidade e tive q tirar td minha roupa, o meu primo rindo deu um tapa na minha bunda e perguntou se eu queria aposta mais uma vez e disse se ele ganhasse poderia pedi oq quisesse como eu tinha quase ganhado eu pensei q poderia ter a minha vingança mas já no primeiro tempo estava 2×0 para o meu primo e ele tirou a pipoca mole pra fora e disse q eu teria q o mamar o pau dele e teria q brincar e eu fiquei desesperado e perdi o controle e comecei a tomar um gol atrás do outro a partida terminou e eu fiquei em silêncio sem reação o meu primo se levantou e me chamou pra irmos pr o quarto dos meus pai.
Qd eu cheguei no quarto o meu primo estava deitado pelado na cama com o pau duro na mão, a piroca dele era muito grande deveria ter uns 19 cm e tinha cabeçona roxa. Como n tinha outra opção eu me deitei na cama segurei o pau dele e comecei a lamber tinha um gosto estranho como eu n nunca tinha feito isso n levavam jeito, mas com forme o tempo eu fui pegando o jeito e fui começando a engolir a piroca dele q mal cabia na minha boca, eu passava língua na cabeça e engolia até onde eu aguentava e o meu primo gemia e com a mão na minha cabeça e dizia q eu mamava gostoso demais me chamando de puta e eu queria q aquilo acabace o mais rápido possível mas o meu primo n gozava de jeito nenhum até q ele segurou a minha cabeça com as mãos e gozou um litro na minha cara e em minha boca, como o gosto era ruim e cuspi no chão e limpei o rosto no lençol da cama.
Eu pensei q tinha acabo mas o pau do meu primo ainda estava dura e ele disse q queria comer o meu cu, eu disse q era homem q isso n, mas disse q tinha ganhado aposta e eu teria q fazer oq ele pedisse e me pediu pra ficar de 4, eu tentei relutar mas vi q n teria jeito e ele desceu ficou em pé eu fiquei de 4 na beirada da cama e pedi pra ele ir com calma q o meu cuzinho era virgem, ele deu um tapa minha bunda e a apertou e disse q era hetero mas sempre quis fuder o meu rabao.
Ele foi cuspiu na portinha do meu cuzinho e foi tentar enfiar a cabeça do pau dele mas era muito grande n conseguiu penetra, ele pegou um creme hidratante da minha e passou no meu cuzinho aquilo era gelado e foi enfiando um dedo, ele tirou dedo e enfiou dois dessa vez e ele enfiava e tirava a sensação era estranha de início era dolorido mais fui acostumado até q ele passou um pouco mais de creme no meu cu e passou no seu pau, ele colocou a cabeça na porta do meu cu e foi tentando penetra, a cabeça era muito grande e foi entrando me fazendo gemer de dor e a cabeça dele entrou e ele foi empurrando a piroca pra dentro, era muito dolorido e pedia pra ele tirar mas pediu pra te calma e ficou com parado com o piru dentro do meu cu por um tempo e tirou e passou mais creme e enfiou dessa vez foi mais fácil me penetra.
Ele começou a fazer um vai e vem de vagar e eu chorava de dor, ele foi acelerando a estocadas e me penetrava mais rápido e com mais força, parecia q o cu estava pegando fogo, mas depois com um tempo o meu pau foi ficando duro e a expressão é gemido de dor foi se tornando de prazer e eu tentava me controlar mas o tesao mais forte o meu primo dava tapas e apertava a minha bunda e qd eu me dei conta os ovos dele já batia na minha bunda.
Ele pediu pra rebolar no pau dele e com o tesao falava mais alto eu comecei a rebolar e ia com a bunda de encontro a piroca dele, ele me colocou as mãos na minha cintura e foi fudendo. Eu me inclinei mais na cama empenando mais a bunda e abrindo a bunda mais, ele me xingava e me chamava de gostosa e o meu pau pulsava e babava de tanto tesao eu n aguentei e gozei sem em costar no meu pau, até aquele momento foi a gozada mais gostosa q eu tinha dado na vida, q me deixou sem força e o meu depois de bastante tempo acelerou o movimento e enfiava até o talo eu comecei a sentir vontade de cagar e o meu primo enfiava com força até q ele enfiou no mais fundo q ele podia e gozou me fazendo sentir um líquido quente me enchendo , ele deixou o pau no meu cuzinho até ele gozar até última gota de porra e tirou o mole td melado de porra e merda. Ele foi se limpar o pau e eu fiquei deitado pelado com cuzinho todo arrombado escorrendo porra e o meu voltou e deitou pelado do meu lado e dormimos.
Era de manhã eu senti uma sensação estranha e acordei e era o meu primo me fudendo novamente de ladinho, como meu pau estava de pau duro e estava gostando eu n reclamei, eu estava impressionado tínhamos passado a madrugada fudendo, e deveria se uma 10 da manhã e o meu primo já estava me comendo dnv. Ele me penetra em um ritmo de vagar e suave me fazendo delirar novamente e tirou o piroca do meu cu e me pediu pra sentar e como está cheio de tesao fui pra cima dele e encaxei o pau dele no meu cu e comecei a cavalgar na piroca dele, como era foi gostoso e meu extinto de macho hetero n existia mais, eu kikava e rebolava ele apertava os meus como era gordinho era grande pr homens, n demorou muito eu gozei e um jato de porra foi na cara dele e ficou revoltado e disse q eu iria pagar ele se levantou e mandou eu mamar e eu cair boca na rola gigante, eu o mamei por uns minutos até q enfiou a piroca até minha garganta, eu estava sem ar mas ele segurava minha cabeça contra o pau dele e ele gozou na minha boca me fazendo engolir e senti a porra quente descendo na minha garganta.
Ele tirou o pau mole rindo e fomos tomar banho.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,72 de 18 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder santos ID:81rg0lj8rk

    nossa esse conto me fez lembrar das minhas transa com meu primo q tirou minhas preguinhas q delicia

  • Responder luiz ID:dlns5khrd

    muito bom, continua coloca outras pessoas na estoria

  • Responder Mamadordenovinho ID:81rso7ft0j

    Muito bom seu conto… lembrei das minhas bocas gulosas com meu primo mais novo. Eu tinha 18 anos e meu primo 16. Apesar de ele ser mais novo ele me dominava, começou aos poucos com umas indiretas pra minha bunda, e eu comecei a gostar. Quando dei por mim estava servindo meu priminho com um boquete delicioso. Ia na casa dele a tarde quando ele estava sozinho e mamava gostoso aquele machinho. Ele mandava em mim, era muito bom, eu ficava a tarde inteira servindo ele, trazia suco, fazia lanche pra ele, organizava as coisas dele, e entre esses intervalos eu caia de boca naquele pauzao que ele tinha. Eu era fissurado naquele pau. Ele era todo safadinho, um corpo delicioso, e eu aproveitava pra me deliciar naquele peitoral, e principalmente naquela pica saborosa. No final ele sempre me enchia de leite na boca, e eu adorava engolir a porra olhando pra ele e reafirmando minha posição de putinha submissa do meu priminho.
    Comecei a dar pra ele também, mamava gostoso e rebolava naquele pau com vontade…
    Foram inúmeras vezes de sair com as pernas bambas e a boca grudenta de tanta porra. Mas feliz por ser putinha do meu priminho…

    • Escritor mistério ID:5vaq00tfi9

      Adorei. Parabéns.

  • Responder 689 ID:81rddr16v4

    Muito bom

    • Sou de sp ID:mt971mn2h

      Vai adorar me ver comendo esse cu e enchendo de leite