#

Passageira pediu um filho

758 palavras | 6 |4.91
Por

Passageira pediu um filho.

A pandemia pegou todo mundo de jeito, então nesse tempo difícil me tornei Uber e esse mundo novo me trouxe muitas coisas estranhas e prazerosas.

Certo dia recebi um chamado na Rebouças, avenida famosa na capital de São Paulo, e me deparei com uma mulher negra meio cheinha, não era maravilhosa, mas tinha um rabão e era bem da gostosa. Essa mulher era muito calada e estava com ar tristonho em seu rosto, meio que cara de velório, vendo aquilo não puxei assunto e toquei o carro sentido Butantã.

No caminho notei que ela me olhava intensamente pelo retrovisor e aquilo me deixou de pau duro, mas mantive a postura. Em determinado momento ela se inclina por entre os bancos para chegar mais perto de mim e começa a conversar.

– Sabe, sou casada a 10 anos e até hoje não consegui ter filhos, não por minha causa, mas por conta de problemas com meu marido. Atualmente estou sem tomar qualquer anticoncepcional e ainda assim não consigo nada, foi aí que uma das minhas igas me sugeriu achar alguém parecido com meu marido e tentar engravidar.

Meu pau quase rasgou as calças, ela só poderia estar de brincadeira com aquela conversa. Mas dei trela, deixei que falasse tudo.

– Eu estava olhando para você e notei que é um bem parecido com ele, mesmo formato de cabeça, cor dos olhos e da pele… você toparia me engravidar?

Porra, um mulherão daqueles pedindo rola e ainda mais para gozar dentro? Quase bati o carro na hora, então sem falar mais nada encerrei a corrida e cai pro primeiro motel que encontrei.

Chegando no motel ela avisou que não queria qualquer envolvimento, era somente por para dentro e gozar, sem beijos ou chupões. O que eu queria era buceta mesmo, então nem liguei, deixei que ela fosse se lavar enquanto eu aguardava nu no quarto, ela então se deitou ao meu lado e admirou a rola sem tocar.

– Cuidado com isso aí hein, meu marido tem a metade do seu tamanho, então não vá me machucar com esse monstro que você tem.

– Eu sei fazer, não se preocupe com isso. Mas quero poder brincar um pouco também para que não doa, então que tal me deixar pegar nos seus peitos pelo menos.

Ela concordou desde que não chupasse. A sacanagem é que ela sequer tirou o vestido que usava, se limitou a levantar o vestido até os seios e deixar a calcinha a mostra. Não perdi tempo, passei meus dedos pelos lados da calcinha e comecei a bolinar a buceta dela e brincar com o grelo.

Qualquer homem experiente sabe que meter a rola sem preparação alguma não é legal, não é só cuspir e pronto, tem que esquentar a máquina e foi o que fiz. Com a mão esquerda amassava aquele peitão e com a direita maltratava o grelo, nem precisou de muito para sentir a buceta morder meus dedos e babar na minha mão, agora sim estava pronta.

Sem esperar o ok dela cai pra dentro e afundei a rola grande e grossa que tenho fazendo com que ela gritasse. Sem dó comecei a martelar a buceta dela por mais de uma hora e nesse tempo ela gozou umas 3x e quase me beijou, contrariando suas próprias ordens, e quando não deu mais soltei uns dois litros de porra dentro dela. Era porra de mais, nem eu sabia que podia gozar tanto, mas o tesão faz milagres com a gente.

Terminado a deixei deitada com as pernas para cima, assim o leite iria todo para o útero, e fui tomar meu banho. Quando voltei ela estava deitada de ladinho com aquele rabão ainda pelado, não tive dúvidas, cai para dentro novamente por mais uma hora e meia, fodo com gosto e dessa vez ela se descuidou e eu a beijei enquanto alagava seu útero pela segunda vez, foi bom de mais.

Após a segunda fomos tomar banho juntos e pegamos o carro para o seu destino. Antes de descer ela me agradeceu quase me beijando e eu lhe entreguei meu cartão de visitas. Não sei porque, mas tenho quase certeza de que ela irá me ligar para testar novamente aquela bucetinha e reforçar a possibilidade de gravidez.

@negroeamor
[email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,91 de 11 votos)

Por #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Rogério

    Que cara mentiroso cada história meteu 1 hora depois mais 2 horas só se for com o cu otario corno

    • Negroeamor

      Cara, nem todo conto tem que ser real, se quer realidade vá assistir novela na globo, lá deve ser a vida como ela é

  • Responder Suzi

    Decidida ofereceu a buceta quente, úmida, ardente, latejante por rola….me come, me sente, me fode,me prende,me deprava,…

  • Responder Casal cambirel crs e sexl

    Com meu amigo aconteceu igual a vc ,a gata queria uma produção independente ,só dois anos após a menina nascer, ela acionou a justiça pra combrar pensão alimentícia e reconhecimento de paternidade. Ganhou uma filha ,perdeu esposa familia ,foi preso e faliu a empresa…só deu ruim na vida dele.

    • Engravidei uma casada

      caramba!! Sai com uma casada e tbm gozei dentro pra engravida-la pois, essa era a minha fantasia de ter um filho de uma mulher casada e ela de ter um filho de uma traição no casamento. 3 meses depois ela teve aborto espontâneo; fizemos de novo e depois de mais 3 meses outro aborto espontâneo. Não era pra ser né..!! Quebrei o cabaço da minha prima e hj ela tbm veio com esse papo de produção independente , sei… daqui há algum tempo concerteza iria revelar pra toda a família o verdadeiro pai.. rsrs

  • Responder Medina

    Nossa eu me excitei com esse seu conto, queria ser essa mulher.