Autor: Negroeamor

Passageira pediu um filho

Passageira pediu um filho. A pandemia pegou todo mundo de jeito, então nesse tempo difícil me tornei Uber e esse mundo novo me trouxe muitas coisas estranhas e prazerosas. Certo dia... #

758 palavras | 6 |4.91

Engravidando a depressiva

Sempre fui muito safado, desde a adolescência, e isso me rendeu muita buceta e alguns filhos espalhados pelo estado. Sempre trabalhei na rua e me dei muito bem, mas nunca achei que... #

1022 palavras | 11 |4.07

As brincadeiras de Melissa 04

Esse conto foi escrito em parceria com pgrmr, leiam os anteriores para entenderem Melissa entrou em casa depois de Eduardo deixá-la e correu para o banheiro para vomitar, estava um... #

1263 palavras | 3 |4.07

As brincadeiras de Melissa 03

Após Melissa e sua mãe saírem de sua casa Eduardo ficou atordoado. Aquela menina deixou seu pau até ardido e vem sua mãe com aquele rabão e o deixa excitado novamente, como queria... # #

721 palavras | 11 |4.40

As brincadeiras de Melissa 02

Leiam o conto anterior para entender, esqueci de me identificar como autor mar sou eu rs Melissa era uma menina muito esperta e ativa, ela gostava de sair para brincar, fazer novas... # #

1616 palavras | 4 |4.26

As brincadeiras de Melissa 01

Sou de Mogi das Cruzes em SP, moro sozinho a alguns anos pois acabei meu casamento e nunca mais quis me envolver profundamente com alguém, bem, pelo menos é o que eu queria. Moro... # #

2041 palavras | 2 |4.32

Marcelinha princesa negra

Meu nome é Eduardo, quem me acompanha sabe que gosto muito de uma bela putaria, mas ao mesmo tempo sou super discreto e respeitador, mesmo sendo um dominador. Sou casado com uma morena... #

1286 palavras | 4 |4.80

Novinha e cheia de leite

Me chamo Michelle, eu era bem novinha e vinha sentindo algo de diferente acontecendo já a algum tempo, mas não sabia o que era. Costumava dormir na casa dos meus avós aos finais... # # #

1167 palavras | 6 |4.25

A crente se sentindo humilhada

Me chamo Eduardo, sempre passo as noites em frente meu portão curtindo a brisa da noite e a beleza das crentes da CCB que passam em frente a minha casa após o culto. Muitas são lindas,... #

2751 palavras | 3 |4.65

Novinha e cheia de leite

Me chamo Michelle, eu era bem novinha e vinha sentindo algo de diferente acontecendo já a algum tempo, mas não sabia o que era. Costumava dormir na casa dos meus avós aos finais... # #

1162 palavras | 7 |4.31

A filha novinha do vizinho

Me chamo Eduardo, tenho 39 anos, negro, careca por opção, magro, não sou o que se chama de homem bonito, mas não faço feio e tenho meus encantos. Aí lado da minha casa mora um... # #

1904 palavras | 12 |4.56

A enteada sonâmbula

Me chamo Eduardo, tenho 39 anos e sou casado com Nathalia, uma negra maravilhosa de 43 anos e com todos os atributos de uma bela negra de verdade. Nós casamos a 10 anos, ela já tinha... # #

1884 palavras | 11 |4.66