# # # #

Nasceu uma biscatinha vagabunda (parte 4)

622 palavras | 2 |4.00
Por

Meio sem jeito a Luciana confessou pra mim qual era a sua preferência, eu não perdi tempo e experimentei…

Olá amantes de contos, demorei mais estou de volta, fiquei sem celular um bom tempo, darei a continuação da parte 3.
No final da parte estava escrito que eu transava com meu irmão e com seu amigo, a esposa desse não imaginava que estava sendo traída.
Uma vez eu falei pra Luciana que transava com um homem casado, ele é casado mais tinha uns 30 anos apenas, eu com 15 anos.
A Luciana achou uma loucura.
Eu: eu estou fodendo com um amigo do meu irmão casado.
Lu: vc está louca? E se a esposa dele fica sabendo e queira bater em vc?
Eu: eu já falei pra ele se ela começar a desconfiar nós vamos parar
Lu: e seu irmão sabe?
Eu: sim, já fizemos sexo a 3, mas e vc Lu, nunca falou se já transou, por quê?
Lu: eu ainda sou virgem.
Eu: sério? vc está querendo casar virgem? é uma raridade!
Lu: não é por isso, homem não é minha preferência.
Eu chamei ela pra gente conversar em casa, minha mãe estava lá, fomos pro quarto e fechei a porta.
E meio sem jeito a Luciana confessou pra mim qual era a sua preferência, eu não perdi tempo e experimentei o que faltava no meu currículo.
Nos beijamos por uns minutos, eu a deitei na cama e fiquei por cima dela, ela estava de calça legue, eu de short jeans, sempre curto.
Comecei a beijar seu pescoço, peguei sua mão e coloquei na minha bunda, a outra coloquei no meu peito, assim o beijo foi mais intenso.
Tirei sua blusa, ela tirou a minha, ela desabotoou meu short, abriu o zíper e pôs a mão dentro, passava dois dedos na minha bucetinha, por cima da calcinha, eu tirei meu sutiã e o short, ela veio chupar meus seios.
Ela tirou o sutiã também e a calça, ficamos só de calcinha, eu desci, fui beijando, seus seios, até a barriga, enquanto beijava sua barriga tirei de vagar sua calcinha, descendo comecei a beijar sua bucetinha com pelinhos só no meu pra cima.
Abri suas pernas e chupei seu grelinho, abrindo os lábios, passei a língua na sua bucetinha, enfiei a língua o mais fundo que pude, ela foi a loucura, sendo virgem, não tinha sentido essa sensação de prazer.
Daí foi a vez dela, fez o mesmo, beijando meu pescoço, chupou um pouco meu seio e desceu pra barriga, tirou minha calcinha e veio a chupar minha bucetinha, chupou bastante.
E começamos a esfregar as bucetas, em uma tesoura gostamos várias vezes.
Depois desse dia, passei a transar com a Lu, mais na minha casa, assim posso dizer que sou bissexual, porque não sou atraída só por Gomes, e também por meninas.
Depois de algumas fodas eu tirei o cabaço da minha melhor amiga Luciana.
Não falamos pra Bia, o bom é que depois disso, a Lu voltou seu comportamento só feminino, antes estava com mudança.
Uma vez ela até me pediu em namoro, perguntou se eu gostaria de namorar com ela mesmo escondido?
Eu disse que não ia dar certo porque eu iria continuar transando com meu irmão e seu amigo, e coisa que não teria coragem de fazer era trai_la.
Ela me abraçou e disse que entendeu, nos beijamos e fizemos carinho nos cabelos.
De nós duas, ninguém ficou sabendo, por ser super amigas desde muito pequenas, e nossa intimidade era grande, achavam que não passava de amizade.
Tentarei não demorar para dar continuidade ao conto, beijo a todos.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 5 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Goztozo ID:8d5hue5qrj

    Adorei o conto.. queria falar contigo mais sobre !! Me chama no telegram se quiser, rafa2044

  • Responder Goztozo ID:8d5hue5qrj

    Ameii