#

Consolando a Prima

1049 palavras | 2 |4.17
Por

Quem sabe usar o facebook nunca fica na mão. Olhando meu feed de noticias percebo que minha deliciosa prima mudou o status pra solteira sim sozinha nunca.
Minha prima é uma loira deliciosa de olhos azuis. Toda mingnon.
Parece atriz da Brazzers. Rostinho de anjo corpo sedutor.
Eu já tinha dado uns pegas nela quando éramos mais jovens.
Porém minha tia percebeu nossas sacanagens e nos separou.
Bom agora éramos adultos e minha tia foi viajar deixando a pobrezinha sozinha curtindo sua dor de cotovelo.
Claro que eu não iria deixar escapar essa oportunidade.
Fui até sua casa e já fui entrando. A doida não tranca a porta. O que ela tem de linda tem de distraída.
Encontrei ela sentada confortavelmente no sofá vermelho.
A cor do sofá entrava em contraste com sua pele branca. O que a deixava ainda mais sexy
Usava um top rendado branco e uma minúscula saia jeans.
Que evidenciavam suas deliciosas coxas.
Ela parecia estar bem triste. E minha obrigação era faze-la gozar. Quero dizer gozar a vida. Aproveitar. Se é que vocês me entendem.
Já cheguei chegando. Pro tudo ou nada. Eu sabia que ela tinha uma quedinha por mim.
Então resolvi pular o jogo de sedução. Uma boa pegada vale mais que mil palavras.
Cheguei por traz. E já fui beijando sua boca.
Eu vestia uma camiseta azul bem cavada que mostrava meus músculos e uma calça jeans apertada.
Bem estilo bad boy.
Ela não demonstrou resistência. Muito pelo contrário precisava daquele carinho. Envolvendo seus braços no meu pescoço.
Eu acariciava suas coxas. Levantado sua micro saia.
Ela usava uma calcinha toda colorida cheia de bichinhos.
Bem infantil. Isso me deixou louco.
É gostoso pegar uma garota que sabe se fingir de inocente..
Não perdi tempo. Comecei a beijar e morder seu pescoço. Era o ponto fraco dela. E minhas mãos acariciavam seus seios por cima da blusinha branca.
Ela gostava e se entregava acariciando meus cabelos.
Sua pernas estavam bem abertas e eu podia sentir sua bucetinha ficando molhada.
Ela ficou em pé. Eu tirei sua blusinha e comecei a chupar seus deliciosos seios.
Eram de pequeno a médios. Ela parecia uma adolescente. De tão linda e delicada.
Eu podia ouvir seus gemidos enquanto chupava seu peitinho rosa.
Pressionando seus mamilos com meus lábios.
Ela fechou os olhos e acariciava meus cabelos
Eu sentia sua pele ficando arrepiada de tanto tezão.
Coloquei ela de quatro sobre uma almofada apoiando seus braços no sofá. Ela ficou rebolando. Olhando pra traz. Enquanto eu massageava seu bumbum gostoso.
Eu podia ouvir sua respiração ficando ofegante.
A bunda dela era maravilhosa e macia.
Tirei sua calcinha e fiquei massageando seu bumbum.
Só provocando. Eu abria sua bucetinha e cuzinho.
O buraquinho era tão lindo. Fiquei de pau duro na hora.
E ela percebeu que era o momento de retribuir.
Ela se virou de frente pra mim. Acariciou meu pau sobre a calça. Olhando fixamente nos meus olhos. Meteu sua mão delicada dentro da minha cueca e tirou minha rola pra fora.
Ela pegou com vontade e começou a chupar. Olhando sempre nos meus olhos.
Com aquela cara de safada. Só isso faria qualquer um gozar.
Mas eu me segurei. Queria dar um trato inesquecível naquela putinha.
De inocente minha prima só tem o rosto. Ela entende dos paranauê. Se encaixou no sofá. Arrebitando bem a munda. Se apoiando no encosto elevando as costas.
Naquela posição sexy que todo homem gosta..
Eu apoie minhas mãos no seu bumbum. E comecei a enfiar pra dentro.
Sorte que não tinha ninguém em casa. Pq ela começou a gemer e rebolar feito louca.
Quanto mais ela gemia. Mais eu empurrava em sua bucetinha.
Ela pedia pra parar. Falou que não estava acostumada com aquilo tudo
Que o namorado dela era uns 5 cm menor.
Mas meu tezão era tanto que eu não via nem ouvia mais nada.
Só queria gozar e fazer ela gozar.
Ela estava muito excitada e eu não teria outra chance de fuder seu cuzinho.
Sua bucetinha estava encharcada. Ela gemendo e rebolando sentindo todo o seu corpo em êxtase.
É agora ou nunca. Tirei meu pau da sua bucetinha e encaixei na portinha do cuzinho.
Ela não acreditou que eu iria desvirginar seu buraquinho
Nem pro namorado ela dava o cuzinho
Mas naquela situação ela não tinha forças nem vontade de negar.
Meti a cabecinha e ela gritou. Seu corpo todo se retraiu.
Ela levantou a cabeça fechou os olhos e gritou.
Eu não tive pena. Continuei metendo gostoso
Segurando aquela vadia.
Ela reclamava mas estava gostando.
Me chamava de puto de safado.
Dizia que eu estava me aproveitando da carência dela.
Toda mulher gosta de dar uma de coitadinha pra não admitir que também é puta.
Entrei no jogo e continuei bombando
O cuzinho dela era apertadinho e maravilhoso. Seus seios balançavam a cada estocada.
Quando ela gozou com o meu pau atolado no seu rabinho. Resolvi lhe dar um presente.
Uma foda mais romântica. Pau pau ainda estava duro.
Me sentei no tapete. Abri minhas pernas e mandei que ela senta-se no meu colo de frente pra mim.
Encaixando meu pau na sua bucetinha.
Ficamos cara a cara.
Eu beijava sua boca, acariciava suas costas e ela se entregava
Jogando seu corpo para traz e sua bucetinha pra frente.
Fazendo com que meu pau atolasse dentro dela.
Ela estava entregue em êxtase oferecendo seus seios para que eu chupasse.
Eu sentia a bucetinha dela tremendo. Pulsando. Molhadinha
Engolindo e chupando meu pau.
A safada iria gozar mais uma vez.
Mas desta vez gozariamos juntos
Ao sentir meu pau pulsando. Ela me ofereceu seus seios. Olhou fixamente nos meus olhos. Acariciou minha nuca. E se movimentava suavemente. Massageando minhas bolas. Para que eu gozasse forte dentro dela.
Foi um momento lindo, mágico e romântico.
Me diz ai nos comentários você tem tezão na sua prima.
Já comeu ela? Se quiser ver todas as fotos deste conto acesse: www.osnoiadazoeira.blogspot.com
Postagem: Consolando a prima

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,17 de 6 votos)

Por #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Estuprarnenem

    Gruupo de abuso de nenenzinhos quem quiser entra me chama no telegram e escreva “eu quero entrar no grupo” aqui esta o contato: @Estuprarnenem

    • apreciador

      eu quero fazer parte dessa família