,

Meu amigo Fran 1

15-08-18 Por 3 ★ 4.83

Para quem não leu, sugiro ler a primeira parte.

Na verdade fui me limpar do orgasmo, pois não queria ter que explicar logo na primeira vez para Ana o que era gozar (como meu amigo diz evitar perguntar demais), estava me limpando e o pinto meio duro ainda quando noto que a Ana está vindo em direção ao banheiro, fico de gosta e começo a mijar.
Tio o senhor já fez xixi?
Ela pergunta tentando olhar eu mijando, (noto que ela só colocou a calcinha novamente) acho que a curiosidade estava alta nesse momento, eu aproveito para deixar ela ver.
To sim e me viro para ela notar meu pinto ainda meio duro.
E o seu pinto tio?
É sim já tinha visto pinto de meninos Ana?
Não tio só pereca de meninas.
Quer ver? Quero, ela fala já vindo para ver mas de perto.
Pega nele. Nossa e quente (ele começa a endurecer) e ele ta ficando duro.
Meu tesão ta a mil tenho que me controlar. Ele fica assim pois meninos e diferente de meninas.
Pare um osso de duro tio. Nisso ela ela aperta mexendo nele. Eu ainda e camiseta e short so com o pinto de fora (mas uma tática que meu amigo disse evitar assustar ir devagar).
Tento uma investida de leve. Ana vou tomar um banho, quer tomar banho comigo? Ela sorri e diz quero mas o senhor vai tirar toda a roupa né?
Por que da pergunta Ana? É que só eu fiquei pelada o senhor não. Verdade né, mas já sabe né e segredo nosso. Claro tio, nisso ela mesma já abaixa a calcinha, e eu já vou tirando a camiseta, short e cueca, ela fica olhando meu pinto com cara de quem nunca viu (e não viu mesmo).
Ligo o chuveiro e começamos a nos molhar, brincando e tal o cabelo dela bate um pouco abaixo do ombro. Vamos lavar o cabelo Ana.
O senhor lava pra mim? Claro lavo sim e te do banho depois você da banho em mim?
Do sim tio.
Começo a lavar os cabelos dela, vendo elas de costa pensa num corpo lindo, branquinha aquele bumbum grande, não aqueles exagerados nem aquelas sem bunda, mas uma bundinha perfeita que combina com as coxas, pernas e costas, meu pau está mas duro que um ferro, lavo os cabelos e abaixo e lavo as costas e peço para ela dar o pezinho lavo e passo a mão no bumbum e peço, Ana encosta e abre a perna para eu lavar seu bumbum, ela se encosta e abre, nossa primeira vez que do banho nela e passo a mão no cuzinho, reguinho e ppka, por trás a vontade era de começar a esfregar o pau ali, mas pra que a pressa.
Vira Ana pra lavar a frente agora, ela se vira outra visão linda a ppka dela e aquelas gordinha o peitinho ainda não tem mas não é liso já tem o formato, eu do de ajoelhado lavando mas meu pau ta duração após ela enxaguar os olhos ela olha em direção ao pinto.
Ele não fica mole tio?
Fica mas e difícil de explicar (acho melhor ir devagar nas explicações, muita coisa pra um dia) sabe aquela sensação gostosa quando agente tava la na cama eu dando beijinhos na sua ppka? Sei. Então meninos demoram mais pra passar aquela sensação.
Você gosto mesmo? Uhum foi gostoso mesmo tio.
Quer ver mas um coisa gostosa de fazer. Quero (ela topa tudo).
Como estou de joelho meu pau estava quase da altura, dai passo shampoo na ppka e no meu pau e ela só olhando, dai puxo ela e encaixo meu pau no meio da perna dela, primeiro pincelo a ppka e falo ele vai dar um beijinho na sua ppka e ela sorri, dai começo a esfregar entre as pernas dela ela encostadinha em mim.
Com as mãos na bundinha dela e mexendo, noto que ela ta gostando e começa a apertar e mexer e por instinto me abra e coloca a cabeça no meu ombro do lado, dou um beijo no na orelha e pescoço ela arrepia.
Ta bom Ana. Ela ofega e fala ta sim tio. Olha pra mim, ela fica de rosto na minha frente, não resisto e do um Selinho e ela retribui e dou outro Selinho mas intenso e sinto ela deixando, e não sei se por instinto a gente se beija passo a língua e antes de pedir ela coloca a língua dela pra fora e rola nosso primeiro beijo, e eu esfregando o pau entre as pernas e agente se beijando não resisto e gozo novamente ela sente meu pau tremendo, aperto o bumbum dela entre meu pau ela ofega e fala o que foi isso tio.
Eu falo gozei. Ham o que ? (tadinha tenho que explicar)
Puxo ele e ainda sai um pouco de porra e ela (ppka e perna) melada, a Ana passa a mão e fala nossa e grudento tio o que é isso?
Isso é o que sai do pinto dos meninos quando a gente sente aquela coisa gostosa que você sentiu.
Eu to sentindo ainda tio agora.
Então meninos soltam isso a gente chama de sêmen, porra essas coisas. E grudento né.
Mas com água sai facinho. Você gosto de fazer desse jeito.
Aham, gostei também.
E de beijar? Também tio nunca beijei.
Mas hoje você beijo bem.
Sério tio. Beijo sim.
Vem vamos terminar o banho e ir tomar café na padaria. Agente termina o banho se sacamos vamos pelados pra se trocar (nunca imaginei que seria assim fácil).
Tio o que agente fez e coisa de namorado né? É sim Ana.
Mas num pode criança namorar e o senhor e meu tio (nossa essa pergunta me tirou mas já tenho a resposta)

Continua……..

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,83 de 12 votos)

Por ,

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Saudoso

    Obrigado galera, gostaria que tivesse mas comentário e troca de informações alguns já teve experiência ou já escreveu conto assim

  2. Ex.

    Muito bom , gostei ….

  3. @Luqueiroz2017

    Quero mais continuação amigo !