#

Amiga da minha filha inesperado

1426 palavras | 11 |4.40
Por

No domingo mesmo a noite chegaram do Rio de Janeiro a tia de Izabely que tem duas filhas, Marcela de 12 anos e Micaela de 7 anos , a tia de iza veio pra ficar um pouco no hospital também, a saúde da senhorinha não vai nada bem ; fui apresentado a tia e as meninas na segunda feira deveria ser umas 10 ou 10:40 da manhã por insistência de iza , que falava o tempo todo que havia passado ótimos dias com a melhor amiga e tudo mas , ia falando e não deixava de me comer com os olhos pois também estava louca de saudades ; bom ,Marcela com seus 12 aninhos já tem o corpo praticamente formado , é morena bem clarinha , com cabelos meio que cacheados pegando na altura dos ombros bem tratado , olhos esverdeados , uma boquinha perfeita , seios medianos já definidos , pois não é magra tem o corpo perfeito.
Marcela é da igreja evangélica desde sempre por isso suas roupas escondem as formas do seu corpo , o que me despertou interesse , mas Marcela era muito comportada pelo fato de ser da igreja.
Comprimentei a todos e enquanto minha esposa a mãe e tia de Iza se falavam , por um momento percebi um olhar diferente em Marcela quando veio a mim somente ela e Iza.
Eu :tudo bem , como vai fizeram boa viagem ?
Marcela : tudo , foi meio cansativa mas ta valendo
Iza :esta é minha priminha querida
Marcela : então este é o famoso Sergio de quem você tanto fala.
Para tudo , eu gelei por completo , passou mil coisas na minha mente e um medo enorme , foi quando Iza deu uma cotovelada na prima e disse baixinho
Iza : você prometeu prima , por favor
Marcela : calma , eu não disse nada , eu só falei que ele é famoso ( risos )
a mãe da Marcela chamou Iza pra perguntar algo e foi ai que a menina se mostrou
Marcela : eu sei de tudo
Eu : tudo o que ?
Marcela : não precisa mentir ,minha prima e eu somos confidentes em tudo
Eu : não faço nem ideia do que se ta falando garota
Marcela : de frango assado é mas gostoso
foi ai que eu vi que não tinha mas pra onde correr , e a peguei pelo braço levei pro canto da sala onde não podíamos ser visto por quem estava na cozinha e perguntei
Eu : o que você ta querendo garota
Marcela : eu já tive umas aventuras bem bobas, mas nada tão forte quanto as da minha prima e nunca cheguei aos finalmente , e sempre que ela me contava o que vocês faziam eu pirava.
foi ai que entendi o porque de iza vir tão fácil pra mim , ela já tinha alguma maldade , e eram as conversas das duas que ao meu ver eram bem picantes.
A garota também decidida no que queria disse que precisávamos conversar e que ela iria ver isso o mas breve possível ; Iza voltou da cozinha e já veio perguntando o que estávamos falando , eu e sua prima desconversamos , ela com um olhar desconfiado se calou , fomos todos pra cozinha onde estavam todos no caminho foi Marcela na frente Iza no meio eu atraz , e a danada deu um jeito de irmos até a cozinha com a mãozinha garrada no meu pau que estava ficando duro , tive que entrar no meu quarto as pressas( rsrsrrsrsr).
quando foi por volta das 16:00 horas foram pro hospital a tia e a mãe a prima caçula e iza , ficando somente Marcela que alegou ir depois pois não gostava muito de hospital ,era 16:20 quando o celular da minha esposa tocou ela estava no banho e deixou o telefone na mesa da cozinha , fui atender e era Marcela dizendo que a tia dela queria falar comigo( eu não imaginava dela estar sozinha)com uma certa urgência , sempre pensando no pior sai as pressas , só avisei minha esposa que ia fazer algo que a mãe da iza tinha me pedido , nem meu celular eu levei.
fui de bike e cheguei bem rápido , ela havia deixado o portão e a porta da sala entre aberta , entrei e chamei ouvi só uma voz vindo do quarto de iza dizendo pra fechar a porta , foi o que fiz , em seguida ela me pediu pra ir pro quarto onde estava , entrei e ela estava sentada na cama de vestido ate o joelho e uma blusinha com decote que deixava sua barriga exposta
Marcela : vem cá senta aqui
Eu : não acredito que você armou este joguinho barato ,
Marcela : eu só quero saber de você se é verdade tudo que ela me conta se realmente acontece aquelas coisas mesmo
Eu : se ela falou em detalhes é porque é verdade
Marcela : e você já gozou na boca dela mesmo e ela não sentiu nojo ou gostou ?
Eu : se quer saber mesmo porque não faz uma experiência ?
Marcela : se ta louco , nunca que eu ia me envolver com um homem mas velho , só minha prima mesmo , ainda mas colocar na boca isso ai ( falou apontando pro meu cacete ).
neste momento fui pro tudo ou nada pois a garota armou um circo pra nada , não creio.
perguntei porque tinha me chamado ali estando sozinha , já fui falando e passando a mão no pescoço atrás por baixo do cabelo dela , gente a menina parecia um vulcão em erupção com os braços e pernas todo arrepiados , ai eu vi que tava no caminho certo , fiz um pequeno teste que também é infalível cheguei bem perto do ouvidinho dela e dei um leve assopro , foi a chave que faltava , a menina ficou molinha , e dizia
Marcela : o que se ta fazendo comigo( risos )ta me dando um calor entre as minhas pernas
Eu : deixa eu te mostrar alguns carinhos bem gostosos , deixa
ela ficou calada e não demostrava resistência alguma , fui beijando seu pescoço( que cheirinho gostoso do seu corpo, cabelo) e minha mão chegou em seus peitinhos que estavam durinhos cheios de tesão , foi ai que descobri seu ponto máximo de tesão , a menina me deu m beijo tão safado (isso ela fazia bem com experiência)com sua língua explorando toda minha língua ,consegui enfiar minha mão por dentro da blusa e acariciar seus biquinhos , ela gemia baixinho , meu pau já não cabia na bermuda de tão duro , mas não podia avançar o sinal tinha que ser no tempo dela , fui com a mão ate em sua barriguinha que estava ofegante , ela estava de saia que ia ate o joelho quando posei minha mão sobre a perna dela que ela sentiu o que podia acontecer dali em diante a menina deu um pulo e tirou minha mão , eu quis saber , gente a menina despejou tudo em poucos minutos; ela nunca tinha feito nada com ninguém nem em sonhos e que só ficava inventando histórias com a prima , resumo ela contava aventuras que nunca viveu.
Ela falando e eu ainda com mas vontade de possuir aquela garota , e minha mão fazendo sempre carinho na perna dela que agora pareceu relaxar um pouco , e fui subindo , subindo ate sentir o calorzinho da xaninha dela , que estava bem molhadinha , fui acalmando ela que estava apavorada com minha mão la em baixo , pedi pra ver seus peitinhos , ela com um pouco de pudor falou que ia mostrar se eu parasse de bolina-la , foi o que fiz , ela foi tirando a blusa e logo o sutiã e me deixando ver o lindo trabalho da mãe natureza , ai não aguentei e fiquei de pé na frente dela que pode ver o quanto estava com pau duraço coloquei pra fora , fui chagando perto dela e ela espantada começou a abrir a boca achando que eu ia pedir pra chupar , eu disse
EU : jura ( risos )
Ela : o que você quer então
Eu : já que você deu a deixa que tal fazer o teste agora
Ela : nossa é bem grande com a cabeça vermelha e ta pulsando bastante , do jeito que Iza falou
então ela foi abrindo a boquinha meio desconfiada , e quando entrou a cabeça ela deu uma linguada e logo tirou da boca dizendo estar um pouco salgado , eu disse que era assim mesmo e a fiz voltar a chupar e fui instruindo ela como fazia , a menina pegou jeito rápido….
CONTINUA

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 35 votos)

Por #

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Joohn

    Adorei mais este conto, sensacional, deveria comer as duas juntas. Me manda foto da Iza da prima e da sua filha também pra mim ??

  • Responder Chupeta 123

    Tenho tesão em baby quem gosta deixa o telegram

  • Responder Aline

    Obrigada willian

  • Responder Aline

    Tem uns 13 capitulos

    • sergio

      rsrsr não chega a tanto , é que como aconteceu recentemente estou tentando passar detalhes de como trepei com essa varouazinha fogosa

  • Responder Aline

    Põe essas duas cadelinhas pra chupar o seu pau, são duas putinhas, come as duas juntas, eu e minha amiga a gente fode com meu pai desde que eu tinha 12 e ela 11, tem um conto da minha vida aqui, só que ele não tá terminado não, tô namorando agora, tô sem tempo e com preguiça tbm de escrever, vai lá e ler, Nick : Aline e Carol putinhas.

    • sergio

      acho que não vai rolar a menina Iza é bem ciumenta e já demostrou isso , ela tem ciúme da minha esposa , essa possibilidade já passou pela minha cabeça mas tenho medo de colocar tudo a perder e ficar sem ninguém

    • Willian

      Eu li o seu conto,Aline, você escreve muito bem.

    • Jk

      É vc a autora desse conto mais fantasioso que só. Conte algo de verdade

  • Responder Beto

    Continua

    • sergio

      vou continuar com certeza , é que estes dias tem sido um corre, corre aqui em casa pra resolver umas coisas , tendo que enrolar Iza em que marca junto em relação a sua prima , ta foda