# #

troca-troca só com Troca

812 palavras | 0 |4.77
Por

Fazendo troca-troca com um colega do supermercado.

Meu apelido é boneco, tenho 54 anos ,casado com mulher a 30anos. Mas sempre gostei de sacanagem. Quando jovem, bem jovem , gostava das brincadeiras de troca-troca com meus primos.
Adora ser ludibriado e ser bem mais comido que comer. Com 10 anos me mudei e perdi o contato com meus primos. Comecei a trabalhar com 13 e o que vou contar aconteceu em Porto Alegre, no inicio dos anos 80.
Um dia no vestiário vi um colega tomando banho, estávamos só nos dois e não pude deixar de dar uma ou duas encaradas no seu pau. Ele percebeu e começou a lavar somente o pau sem me encarar.
Fiquei mais a vontade para olhar, mas logo sai e voltei ao trabalho .
No final do expediente, lá pelas 4 horas,, ele me convidou para escutar uns LPs na sua casa. Ele era do interior e morava sozinho. Aceitei por que minha aula era só a noite.
Era verão e ele ao chegar em casa foi logo tirando as calças e ficando só de cueca e camiseta.
—Bah.. está muito calor… disse ele mexendo nos discos. Escolhei uma musica , mas sempre brincando com pau. Eu discreto fazia de conta que não estava percebendo.
Começamos a conversar e logo a assunto chegou em sexo. Contou algumas experiencias, dizendo que já tinha comido mulher e feito algumas vezes troca-troca com seus primos, mas contando vantagem dizia que enganava eles e quase sempre só os comia.
Fiquei mais a vontade e disse que também tinha feito com alguns primos , mas nunca comido mulher. Meio sem querer(querendo), deixei escapar que um primo tinha me enrolado uma vez.Não quis parecer atirado.
O papo foi nos deixando exitados com os pintinhos duros. Ele sem meio na cara de pau me convidou para fazer um troca-troca.
Relutei um pouco , mas acetei. Ele me convidou para ir para o quarto e pediu para deitar-me na cama. Deitei e ele tirou toda a minha roupa e a sua.Passou a mão no meu pau ,me punhetiou um pouquinho , pegou minha mão e colocou no seu pau. Comecei a alisar devagarzinho. Cada vez ficava mais duro . Ele então com as mãos no meu ombro foi me virando. Sem resistir fiquei de bruços e ele começou a alisar minha bunda. Depois passou cuspe na mão e foi lubrificando meu cuzinho. Enfiou um dedo e eu deixando. Então deitou-se por cima de mim e foi enviando a cabeçinha no meu cuzinho. Ele tinha muito jeito, cutucava , enviava a cabeça e logo tirava.
Com movimentos lentos foi enviando seu pau todo dentro de mim, eu deixava escapar uns gemidos, dando sinal que estava gostando. Logo gozou , melando meu cu e aquilo foi escorrendo pela bunda. Permaneceu deitado sobre mim alguns minutos e me convidou para um banho.
Fomos para chuveiro e ele foi lavando minhas costas , ficou de joelhos e lavou minha bunda e meu cuzinho. Levantou-se me virou de frente e disse:
–Agora é tua vez..Lavei seu peito , mas ele foi me empurrando para baixo. Fiquei de joelhos e ele esfregou pau na minha cara. Limpei bem seu pintinho e ele puxou minha cabeça , forçando-me a chupar seu pau. Chupei um pouquinho e aquilo começou a crescer.
Ele me levantou e levou ao quarto novamente. Deitou-me na cama de bruços e sem cerimonia começou a lamber meu cuzinho , enquanto batia uma punheta para mim. A medida em que enviava e língua no cu, meu pau ia ficando duro. Quando estava bem duro, deitou se por cima de cima e enviou seu pau no meu cu novamente.
Pegou minha mão e levou ate meu pau , mostrando para mim bater uma punheta enquanto me comia. Estava adorando, logo gozei sujando toda a cama. Ele continuou mais um pouco e gozou de novo dentro do meu cu.
Levantei envergonhado de ter sujado a cama dele. Pedi desculpas e fui ao banheiro pegar papel para limpar. Ele disse que não tinha problema. Então tomei um banho e disse que tinha que ir para escola.
Dentro do ônibus me lembrei que não tinha comido ele. O que le vai pensar de mim.
No outro dia, não falamos nada , passando outro dia ele me convidou para ir lá na sua casa novamente. Aceitei pensando em me impor e falar que queria comer ele .
Chegando lá ele foi logo tirando minha roupa e me levando para o quarto onde fez tudo de novo,
me comeu e não me deu me chance de come-lo .
Me senti enganado, mas claro gostei, e fiquei dando para ele quase um ano. O tempo que trabalhei no mercado.
Isso aconteceu em um mercado grande da Av. Protasio Alves em Porto Alegre.
Se gostou pode entrar em contato:
[email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,77 de 13 votos)

Por # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos