# # #

Meu pai comeu minha amiga de 11 anos parte 3

1761 palavras | 7 |4.40
Por

Isso é mto bom, como papai come gostoso, não consigo parar, e a carol parece que tá possuida.

Depois de td aquilo que tinha acontecido, eu e carol tinhamos um segredo de morte, mais mais ainda o papai.quando eu e carol chegamos na casa dela depois de ter feito a janta, o meu pai já estava lá conversando com o seu bira na varanda de casa, o pai da carol, foi quando a mãe da carol perguntou?
– e ai aline vc vai dormir aqui? E sua mãe como é que tá lá na rua com seu irmão? Aquela hora vc passou aqui depressa e foi logo embora procurando a carol, que nem deu tempo de pergunta.
– boa noite seu bira!!papai a janta já tá pronta lá tá, eu já fiz, a hora que vc quiser vc já pode comer.
– à tá bom filha, kkkkkk, e tá gostosa?
– acho que sim, kkkkkk, se não tive culpa a carol, foi ela que me ajudou.
– ahh então tá gostosa, a carol é novinha mais já sabe fazer bem.
Na hora nem me dei conta, e nem o seu bira, mais papai estava usando de termos em duplo sentido o safado, acho que ninguem percebeu, foi ai que seu bira falou.
Né geraldo eu já falei pra rita que essas duas parecem irmãs, acho que se fossem não andavam tão grudada uma na outra,kkkkkk.
– verdade bira, e nessa fase então, as duas vivem de segredinhos, vai saber, já devem até tá namorando escondidas da gente e a nós nem sabemos.
– namorando?? Kkkkk, eu já falei pra carol, se ela me aparecer com namoradinho aqui o que que é que vou fazer com ela, ela que nem pense, vai estudar, tá na hora de estudar e não namorar.
Papai riu, e falou tá ouvindo né carol, é melhor nem pensar em namorar,kkkkkkk, isso serve pra vc tbm aline.
mais ele sabia ser fingido, eu acho que não conheço um ser humano mais fingido que o meu pai, é fingido mais tem o pau gostoso, então eu e a carol fomos para dentro de casa, e fui responder o que dona rita tinha me perguntado.
– dona rita ela tá bem, tá um pouco cansada de tanto fica no hospital, mais tá bem, o juninho tbm, ele tá melhor, talvez até sexta já sai de lá.
– que bom minha filha, vc já jantou?se não jantou ainda vai lá e janta com a carol, depois vcs duas podem ir toma banho se quiser, a carol vai ter que ir, se vc não tive tomando vai tbm.
-obrigado dona rita, mais já jantei sim, eu comi um pouquinho lá em casa.
– e vc carol vai janta?
-não mamãe, eu tbm comi lá na aline.
– aline sua mãe lá na casa dela tem uma forma de vidro, daquelas da marinex, para me emprestar?eu tava querendo fazer uma sobremesa hoje.
– dona rita tem uma sim, se quiser vou lá e busco para senhora, carol!!! Vão lá comigo, para depois a gente voltar juntas.
– o minha filha se me fizer esse favor, eu vou fica mto agradecida, vc é um anjo aline, isso msm carol vai lá com a aline, mais vê se não demora vcs duas.
– vai fazer a sobremesa agora mamãe?
– não só mais tarde, pq é rapidinho, mais vai lá e não precisa demorar, sei que quando vc vai na casa da aline, se perde no tempo.
– tá, pode deixar.
Nisso eu e a carol no msm passo que cheguemos iamos de volta, foi quando passamos pela varanda, e o seu bira perguntou.
– vão sai vcs duas, parecem dois carapatos, vcs vão onde?
A carol então disse.
– a gente vai lá na casa da aline, buscar uma vasilha lá para a mamãe.
Nisso as horas já marcavam umas 20:00 mais ou menos, o meu pai pra não fica feio na foto, e com outras intenções tbm falou.
– pode deixar bira, eu vou aproveitar a deixa e vou ir embora tbm, não posso dormir mto tarde, e tbm tenho que jantar ainda, eu vou com elas, e se elas tiverem medo, eu trago elas depois um pedaço do caminho.
– por isso não geraldo, janta ai com a gente.
– não bira, a aline já fez lá em casa tadinha, já teve o maior trabalho, não posso fazer essa desfeita com minha princesinha.Então vamo embora, vamo aline, vem carol.
Eu e a carol saimos e fomos juntos com o papai, passando em uma estradinha que fugia da estrada grande, era no meio do mato, era um tipo de atalho.quando a gente se afastou da casa da carol, papai falou bem assim.
– nossa que foda foi aquela agora de tarde suas cadelinha, nossa carol quando lembro que sua mãe com a sua idade trepava com o tio dela, me dá uma vontade de come o cu dela, aquela bunda gostosa que ela tem, quanto tesão naquele rabo eu tenho, já comi a sua mãe aline mtas vezes pensando na mãe da carol, cada mamada que sua mãe já deu no meu pau, so me vinha a imagem da sua mãe Carol mamando o meu pau.
Credo pai, vc não tem senso msm não, vc é mto safado, sabia.
– safado aline? vai me dizer que vc não gostou do meu pau comendo a sua bucetinha hoje, quero ver se tem coragem de falara que não.e vc carol, gosta de ser comida por mim?
A carol respondeu de imediato,enquanto eu querendo contraria o papai me mantive em silêncio, mais no fundo eu queria era mais, depois que eu tinha dado a primeira vez, parecia que não tinha mais nada melhor no mundo do que aquilo.
– sim seu geraldo, eu amo dá a buceta pro senhor, quando a gente chegar na casa da aline, vamo fuder mais um pouquinho.
– que isso carol, claro que sim, vc acha pq vim com vcs, tava que não me aguentava lá na sua casa olhando pra bunda da sua mãe, agora vou descontar td no cu e na buceta da filha dela.
Quando a gente chegou, papai foi logo falando, vão pro quarto as duas, vamo lá que eu quero comer buceta mais um pouco, a sua mãe carol me deixou louco, quero descontar na buceta das minhas duas putas agora, e a gente não pode demorar mto, pq senão o bira vai acabar vindo aqui atrás de vcs duas, conta pra aline carol, que vc já me deu vestindo a calcinha da sua mãe, conta, agora quero as duas com a calcinha da minha mulher.
– como assim carol? Que história é essa?
– aline ontem vc tava lá na rua, eu depois que cheguei do Colégio, vim aqui na sua casa, eu e seu pai a gente tinha marcado de trepa a tarde, ele pediu pra mim trazer uma calcinha da mamãe escondida, uma bem fio dental, das que ele já viu marcando a roupa dela, falou que queria sentir o cheiro do cu dela, me pediu pra pegar uma suja no cesto de roupa suja, eu então vim pra cá de tarde, ele desceu da roça lá pelas duas, para tomar café e pra gente trepa, trepei um montão ontem com o seu pai, parecia que ele ia esfolar minha buceta todinha, bebi tanta porra aline, nossa acho que ele tem mta vontade de comer a minha mãe msm, me comeu com tanta força que teve uma hora que achei que não ia aguentar, depois de ontem acho que aguento mto mais fácil, ontem a gente fudeu mto.
– nossa carol, cada vez mais vc me surpreende e vejo que confiei mto em vc e vc com mais essa só me decepciona, vc bebeu porra? Como assim?
– desculpa aline, eu sou e sempre vc sua amiga, mais era um segredo de morte, eu não podia ter conta, tava esperando a hora certa, sim eu bebi porra, seu pai gozou na minha boca todas as vezes que ele gozou, pediu pra mim beber, e sabe de uma coisa aline foi mto bom.
– isso msm carol, agora é a vez da aline beber porra, vem cá aline vem, vem cá que eu quero comer vc meu bebezinho.
Nisso o papai já foi tirando a roupa, pediu pra gente tirar a nossa tbm, mandou cada uma vestir uma calcinha da mamãe, que é claro ficava frouxa, mais ele disse que não tinha problema, o importante era a intenção, nisso ele começou.
– vem chupar o pau do macho de vcs duas , suas duas vacas, piranhas, putas, ordinárias.
– nós abaixamos e caimos de boca naquele pau Grosso, que pau, que pau maravilhoso.
Nisso ele pediu pra gente fica de 4, que era pra gente fingir, eu ia ser a mamãe, e a carol ia ser a mae dela, ele disse que queria come as duas mulheres que ele mais desejou na vida.
Foi quando eu perguntei, e nos duas, vc não deseja não?
– vcs São duas puta que eu não só desejo, mais tbm amo, as melhores putas que ja comi na vida, o bira não sabe o que tá perdendo, se ele não fosse tão antiquadro, ele até que podia come vc carol, vc ia querer que seu pai trepasse com vc? Agora que vc sabe que trepa com papai é gostoso.
– eu acho que ia sim seu geraldo, agora me fode que eu to doidinha querendo que vc ne come igual ontem, vem me da pau, me da pau, me da pau, e assim que o senhor gosta que eu falo?
– e assim msm putinha, então fala de novo.
– me da pau, me da pau, me da pau, aiiii seu geraldo vem eu quero sua rola, eu não to aguentando mais.
Eu tbm tava gostando mto, mais a carol, parecia que tava possuida por um espirito de puta, nunca tinha visto a carol daquele jeito, e papai tava amando td aquilo, sinceramente a carol, eu nunca tinha visto tanta vontade de dar a buceta igual a carol tava. Tá ficando longo, depois continuo de onde parrou, tchau, bjsss😘😘……

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 40 votos)

Por # # #

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Páulo

    As duas TB tem de faz amor sexo bem gostoso entre vcs e vc tem de ver como ele vai comer o rabo da sua mãe linda bjs em vc duas .

    • Fernando

      Nossa, que duas prontas mais gostosa
      Queria ter vcs duas comigo tbm
      Gozar em vcs duas

  • Responder Paulinha

    Seus contos são deliciosos, a bucetinha fica encharcada de tanto tesao email [email protected]

    • Fernando

      Nossa, que duas prontas mais gostosa
      Queria ter vcs duas comigo tbm

  • Responder Rafaella

    Bom conto.. só to esperando as duas se chuparem as ppks.. Beijos

    • Rafael salvador

      Rsrs

    • Tio Melo

      Duas novinhas se chupando é toop