#

Viajei pra fuder com um carinha da internet

840 palavras | 16 |4.58

Viajei para outro estado pra fuder com um carinha que conheci pela internet, em salas de bate papo

A história que vou contar se passou há mais ou menos 2 anos quando eu estava recém separada. Sou branca, cabelos e olhos claros, seios lindamente fartos a ponto de fazer muitos homens babarem. Havia saído de um casamento enfadonho, onde sexo já não existia há muito tempo.
Depois da separação sai com alguns homens, com os quais saciei minha vontade de fuder sem compromisso. Peguei homens jovens e outros mais coroas que combinam com minha idade, 43 anos. Todos ficaram loucos com o meu desempenho na cama. Sei bem do que eles gostam, de uma puta na cama. Sempre gostei de me exibir, de deixar o cara com o pau rachando de vontade de meter na minha buceta. Faço uma espanhola que é uma delícia, e o boquete então, é de enlouquecer. Mesmo tendo homens a minha disposição, resolvi navegar por uma área, até então, desconhecida, internet. Entrei em salas de bate papo e conversei com vários homens de faixas etárias diferentes. Sempre procurei homens de fora, eu tava querendo mesmo era uma viagem totalmente sexual, ir conhecer um cara só pra fuder muito e gostoso.
Quando os caras queriam me ver na cam eu fingia que a cam tava com problema e se eu gostasse do que estava vendo, passava meu Skype pra aprofundar a conversa. Eu amo putaria mas também gosto de conversar com homens inteligentes depois da foda. Vi de tudo na cam, homens bonitos, feios, feios legais rsrs, rola grande, rola pequena, enfim já tinha visto e conversado com um monte de homens e nenhum me interessou.
Até que no último minuto quando eu já estava desistindo encontrei o homem pra realizar minhas putarias. Nem passei Skype, passei logo meu wpp. Ele era da minha idade, separado e conversava super bem, nem falamos putaria nas primeiras conversas rsrs. Mas quando começou a putaria, começou mesmo. Eu o via pelo Skype todas as noites e depois de uma semana eu já tava batendo uma siririca e me arreganhado toda pra ele. O pau dele era uma delícia, cabeça inchada e enorme, jorrava leitinho toda noite pra mim, eu tava doida pra engolir aquilo tudo. Marquei o encontro e fui. Cheguei na cidade dele pela manhã, fui pro hotel e combinei o encontro para o início da noite. Desde a hora que entrei no quarto do hotel minha buceta não parava de latejar tanta era a vontade de engolir aquela rola toda.
Quando ele bateu na porta do quarto minha buceta já estava encharcada de um meladinha gostoso. Tava de shortinho e camiseta, deixando meus seios explodindo, ela amava meus seios. Abri a porta e não tive tempo nem de dizer oi, ele foi jogando a bolsa e me tascando um beijo daqueles que fazem qualquer mulher gozar na hora. Apertava meus seios como se nunca tivesse visto iguais e eu meti a mão naquele volume delicioso que forçava a calça já quase estourando. Ele me empurrou de cara pra parede, baixou meu short e enfiou a língua quente e úmida direto no meu cuzinho já todo melado. Eu delirava esfregando meu rabo na cara dele e ele se deliciando com o cuzinho e buceta meladinhos. Paramos um pouco e ele foi tomar um banho, afinal tinha acabado de chegar rsrs. Lógico que coloquei outro modelito, um espartilho preto com uma micro calcinha. Fiquei esperando na cama. Quando ele saiu do banho vi uma imagem dos deuses. Aquele homem gostoso só de toalha e com o pau duro em destaque. Não resisti e puxei aquilo tudo pra mim, abocanhei aquela rola e comecei a mamar e babar feito uma louca, uma puta muito louca por rola.
Ele gemia gostoso e eu mamava e batia siririca como nunca. Ele não resistiu, me puxou e foi novamente pra minha buceta rosada e melada. Ele enfiava a língua, o dedo, chupava gostoso pra caralho. Eu me contorcia de tanto tesão, e não aguentando mais, pedi que ele enfiasse aquele caralho todo dentro de mim, sem pena, com força, me rasgando toda.
Que delícia sentir aquilo tudo dentro de mim, muito melhor do que eu imaginava. Ele socava com força me chamando de putinha safada e eu recebia gostoso, rebolando e pedindo mais. Fiquei de quatro e ele caiu de boca no cuzinho novamente, chupou gostoso e deslizava a língua entre buceta e cuzinho.Já não estávamos mais aguentando então ele enfiou aquele caralho todo na minha buceta no movimento de vai e vem, puxando meu cabelo e batendo no meu rabo. Eu gemia feito uma gata no cio, pedia rola, pedia dedinho no cu, pedia tudo ao mesmo tempo. Com ele montado em mim, gozamos juntos e muito gostoso. Tirei o pau dele da minha buceta encharcada e coloquei direito na minha boca, queria aproveitar até a última gotinha daquele leitinho que eu só via na cam

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,58 de 12 votos)

#

16 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Gabriel Rodrigues

    Qual seu contato minha professora ??

  • Responder Paulo

    Vamos dar um jeitinho de trocar contato. Estou louco para conhecê-la.

  • Responder Gabriel Rodrigues

    Sou louco pra transar com mulheres mais velhas tenho 22 anos

    • Karen

      Garanto que você não iria se arrepender meu lindo… Sendo eu a professora rsrs?

  • Responder Fernando

    Delicia de conto karen, vem pro RJ fazer uma festinha. @Fernando1970

    • Karen

      E no Rio meu amor, com toda certeza seria uma festinha maravilhosa. Gosto muito das casas de swing daí, guardo muitas lembranças ?

  • Responder Carlos

    Sou o marido da Karen. Estou em viagem de trabalho e só agora pude ler. Posso assinar em baixo que realmente foi maravilhoso nosso primeiro encontro. O nível era tão intenso que ela quase quebrou meus dedos quando soquei dois dedos na buceta quando ela estava na pia na cozinha e ela gozou de quase cair. Posso garantir que é a mulher que o homem ama. Dama linda na rua. E puta muito safada na cama. Te amo sempre

    • Karen

      Esse é o meu marido, amigo e amante pra todas as horas. Ele adora me exibir, mas ninguém pode me tocar rsrs. Ele sabe como me fazer gozar gostoso e eu retribuo tudo direitinho. Foi o melhor primeiro encontro da minha vida, valeu a pena ter viajado pra conhecê-lo. E hoje somos esse casal apaixonado e cheio de tesão. Te amo

  • Responder Paulo

    Queria ter a oportunidade de conhecer você aqui em Brasília. A gente ia aproveitar bastante!

    • Karen

      Quem sabe Paulo?! gosto muito da sua cidade, estive algumas vezes por aí. E acho que você seria uma ótima companhia ?

    • Paulo

      Então venha a Brasília, Karen. Não esqueça de me avisar, prometo que sua recepção vai ser bem molhada. Faço questão de te chupar dos pés a cabeça. Beijo gata

  • Responder Casadosafado

    De onde vc é deliciosa?
    Viria pra são Paulo?

    • Karen

      Estive em São Paulo antes dessa pandemia louca, mas fui somente pra passear rsrs. Quem sabe eu não volte pra mais uma aventura ?

  • Responder The DOG

    Ótimo conto,perfeito. Quando o casal tem sintonia e deixa as frescuras de lado é ótimo,tem mulher que não gosta que bate na bunda, não gosta de leitinho e por aí vai, isso desmotiva o honem, mulher tem que ser uns dama na mesa e uma puta na cama,pensem nisso MULHERADA QUE VISITA ESSE SITE É SE DARAO MUITO BEM

    • Karen

      Você tem toda razão! Nada melhor que uma boa transa com tudo que temos direito. Melhor ainda quando é com nosso parceiro, marido ou namorado. Aí meu amor, vamos liberar geral, muito boquete, muita porra na cara, muita buceta na cara do macho e por aí vai rsrs. O sexo não é 100% em uma relação, mas garanto que é parte essencia. Bjosl

  • Responder Danilo

    Nossaaa que delicia de conto, parabéns pelas palavras bem colocadas, e por nos permitir entrar na história com a sua narrativa

    Gostaria de ler mais contos da sua autoria.
    Se quiser entre em contato comigo.

    [email protected]