# # #

A futura Historiadora Fode Pelo mundo

2353 palavras | 2 |3.38
Por

A Karen é gostosa,considera meio gordinha por alguns,mas com uma buceta carnuda e coxas grossas e generosas,são um magnifico CONVITE a chupar – la.

A Karen é uma mulher linda, ela se considera as vezes gordinha, eu como um namorado apaixonado a considero gostosa com cabelos cacheados que vão um pouco abaixo dos ombros, ela usa óculos o que a deixa com um ar de atriz pornô, Ela é uma morena com peitos médios e uma bunda bem grande e coxas bem grossas e generosas, a buceta totalmente depilada e bem carnuda simplesmente um magnifico convite a qualquer um chupa-la. E como se não bastasse o corpo, o jeitinho de ser submissa ao seu mestre principalmente a mim tudo que falo ela faz com muito gosto. A cadela usa umas roupas provocantes que a minha cadela usa, roupas as quais marcam e desenham muito o maravilhoso corpo dela, isso faz qualquer um se apaixonar por ela, mas não só isso faz você querer foder ela.

Bom eu e Karen quando começamos a namorar para valer, morávamos em cidades diferentes então no início foi um namoro a distância e muitos pensam que a Karen poderia dar para outro já que ela estava em outra cidade, se isso aconteceu não importa, confesso que ficaria com mais ciúmes em saber por terceiros ou ela não me dissesse antes que ela ia ficar com outro, até mesmo deixei claro a ela que após a gente passar a morar junto ou quando ela casasse comigo ela poderia ficar com outros se quisesse, pois quando se trata de sexo, gosto de deixar ela bem satisfeita quanto a isso. Karen é uma mulher insaciável ela pode ser considerada ninfomaníaca gosta de ser bem comida, ser xingada, gosta de ser amarada e/ou algemada e ser praticamente abusada e ela gosta muito de apanhar na cama o sexo com ela em sua maioria tem que ser com requintes de masoquismo e deixar algumas marcas gostosas pelo corpo dela como marcas de tapas e chupões.

Como todo casal conversávamos bastante, principalmente sobre sexo e com o tempo fomos se abrindo mais e mais contando fetiches e desejos (dialogo que infelizmente muitos casais não cultivam). Sendo um desses fetiches o gatilho para outros fetiches, o fato da Karen gostar de ser tratada como uma puta e principalmente a Karen ama ser desejada por outros homens e eu amo saber que outros homens desejaram e sentiram vontade de foder a minha namorada, se tornou algo rotineiro eu e Karen saímos juntos e ela estar com roupas bem coladas e curtas. Então é nosso fetiche favorito sair para algum lugar e a Karen provocar todos os homens que estão lá, quando estou junto a ela e notamos que algum homem a está olhando ajudo na provocação pegando na bunda dela, nos peitos, a beijando enquanto aperto alguma parte do corpo dela ou pedindo para ela abaixar de forma sensual. Esse fetiche faz meu desejo sexual por ela ir ao seu máximo, adoro quando vejo ou quando ela me conta toda animada que um homem olhou para ela por muito tempo ou fez gestos para ela, Fico com uma vontade imensa de foder a Karen e mais do que isso meio que a humilhar através do sexo. Algumas das nossas aventuras sexuais muita das vezes só aconteceram por conta desse tesão que sinto ao saber que ela foi desejada por outro.

A Karen tem o sonho de se tornar uma historiadora famosa e eu dou total apoio a ela. Por isso estou constantemente viajando com ela para os mais diversos locais e países e junto com isso realizando os mais variados fetiches. Recentemente viajamos para o Egito e resolvemos fazer meio que uma parodia de uma notícia que vimos, onde um casal transava no topo de uma pirâmide e o pior gravava tudo. Não transamos numa pirâmide, mas em um oásis sim, tínhamos passado por ele com o guia turístico e resolvemos voltar lá no outro dia justamente para transar.

Chegando lá falei para a Karen fazer um strip-tease para mim, ela respondendo sim meu mestre, começou a dançar e a fazer movimentos sensuais e a tirar a roupa, tirou a blusa, ela estava sem sutiã ela pegou deu umas apertadas nos seios, a chamei para mais per beira dela, A vagabunda da Karen se ajoelhou, e olhando para ele com um olhar bem sedutor foi e tirou o pau dele para fora e começou a chupar bem rápido e com vontade, fazia garganta profunda, batia o pau duro do rapaz no rosto, chupava as bolas, ela engasgava com o pau mas não parava de chupar ela deixou o pau dele bem molhado. Ela tirou a roupa fazendo um strip-tease para o cara, ela pegou tirou a calcinha e mostrou para a câmera, deixou bem visível que a xoxota estava bem molhadinha, a Karen então pediu para o rapaz deitar na cama, ela pegou uma camisinha e colocou no pau dele e logo foi sentando, ela começou num ritmo lendo, mas a minha Karen foi aumentando a velocidade em que cavalgava na rola dele, ele pegava segurava na bunda dela e meio que puxava como se quisesse rasgar ela ao meio, eu do outro lado, estava na frente do hotel, dentro do carro tocando uma vendo minha futura esposa gemer na rola de outro. Ela tentava gemer meio baixo, mas tinha hora que dava umas escapadas e ela dava uns gemidos bem altos, ainda mais pois o rapaz apertava os seios dela e dava alguns tapas no rosto da minha putinha. Depois ela ficou de quatro de forma que o rosto dela ficasse virado para a câmera, ela pediu para o rapaz comer ela com força e dar vários tapas na bunda dela, meu amor pediu também para ele gozar dentro de sua bucetinha. E assim ele fez, comendo ela violentamente e a enchendo de tapas na bunda, ele comeu ela até gozar, após isso Karen virou-se para a câmera e deixou a porra do rapaz escorrer de sua bucetinha.

Após isso ela disse que ele tinha que ir embora pois eu poderia chegar a qualquer momento, nisso já sai do carro e fui no hotel quando apontei no corredor da onde estava o quarto, vejo o cara saindo, dei um tempinho até ele se distanciar do quarto, assim que ele entrou no elevador, entrei no quarto, com a minha futura esposa totalmente nua, olhando para mim, rindo perguntando se eu tinha gostado do que vi. Não respondi nada, somente a puxei e comecei a beijar ela, apertando sua bunda. já levei ela de volta ao quarto só que dessa vez a levei perto da sacada do prédio, a coloquei apoiada no para peito do prédio, abaixei minhas calças, dizendo agora seu mestre vai te comer cadela e comecei a comer ela ainda com a buceta cheia de porra do outro, eu puxava os cabelos dela e dava vários tapas na bunda dela, a xingava de puta, cachorra, cadela, biscate, putinha, eu perguntava você gosta de ser tratada como uma putinha de bordel, a cachorra concordava com tudo, depois peguei tirei meu pau da buceta dela e coloquei no cuzinho dela, ela gemeu um pouco de dor, mas eu sinceramente estava nem aí se meu amor estava com dor, eu só queria foder ela dá forma que ela merece, com força, desejo e tratando ela como a puta que ela é. como minha putinha queria gemer e gritar, peguei uma mordaça de sexshop e coloquei na sua boca e a joguei na cama, deitando por cima dela voltei a comer sua bucetinha, enquanto revessava entre chupar os seios dela, dar umas apertadas e dar uns tapas no rosto da putinha. Quando fui gozar tirei rapidamente a mordaça e coloquei meu pau na boca da minha putinha, forcei uma garganta profunda, gozei bastante e bem no fundo da garganta da minha futura esposa. Ela engasgou mas não deixou de engolir todo o meu leite. Ela se levantou e me chamou para tomar banho e assim fomos, no final do banho a coloquei sentada na privada e a chupei até ela gozar. Nessa mesma viagem resolvemos brincar com uma calcinha com vibrador, ela estava comigo no restaurante lotado, liguei o vibrador e fiquei aumentando a potência e diminuindo. Ela estava com um vestido bem apertado e valorizando suas curvas e a cachorra querendo gemer, as caras que ela fazia eram as melhores ela ainda as vezes me provocava, mordendo os lábios e dizendo que queria que ela comesse ali mesmo, mas depois do jantar ela foi no banheiro tirou a calcinha, pegamos o carro e paramos numa rua mais calma, abaixei a calça e ela levantou o vestido que ela estava e ela montou encima de mim, e começou a cavalgar no meu pau, enquanto eu a beijava e chupava os seus seios, não demorou muito para eu gozar,enchendo sua buceta de porra. Depois fomos até o estacionamento hotel eu com as calças abaixadas e a Karen com o vestido levantado. Até o momento desses acontecimentos a Karen ainda não morava comigo e após alguns acertos Karen veio morar comigo, hoje estamos nos preparando para casar, Em casa a Karen ou anda nua pela casa ou anda só com roupa intima, claro que se tiver alguma visita na casa ela veste uma roupa, mas sempre sem calcinha e sutiã. E simplesmente gosto de mostrar a Karen como se fosse um troféu. E mais do que isso amo mostrar como minha futura mulher é uma vagabunda e ela sabe que é uma putinha e ama agir como uma cadela no cio. Como se não bastasse as nossas aventuras em nossas viagens, onde participamos de boa parte das modalidade de sexo como sexo a três, troca de casais, casas de swing e principalmente exibicionismo, praticamente toda tipo de sexo em que a Karen possa ser a protagonista nós fazemos. Bom recentemente em uma das nossas viagem, alugamos uma casa e através do site sexlog encontramos um rapaz para comer a Karen, marcamos tudo ele chegando, ela já estava nua no quarto, assim que o rapaz entrou não demorou muito para ficar de pau duro pela minha Karen, a safadinha logo fui chamando ele, com ela sentada numa cadeira de computador, abriu a calça a abaixou ela, quando o pau do rapaz se mostrou, minha Karen não pensou duas vezes começou a chupar feito uma vagabunda. Eu assisti a tudo, enquanto gravava e tirava fotos. Karen pegou pediu para o rapaz deitar na cama logo em seguida Karen subiu em cima dele e começou a cavalgar no pau do cara, não demoro muito para ela estar gemendo alto e bem forte na rola de outro,eu claro ao ver isso não aguentei e fiquei de pau duro, Karen ao notar isso mudou de posição ficando de quatro e mais na beirada da cama, nisso ela me chamou abriu meu short e começou a me chupar,nisso o rapaz comia ela bem forte e dava vários tapas na bunda gostosa da minha namorada, a Karen gemia bastante mas meu pau em sua boca abafava o som dos gemidos, o tesão da minha Karen aumentou de um tanto que ela pediu uma dupla penetração, deitei na cama a Karen deitou com cima de mim sentando com sua buceta no meu pau e o rapaz ficou em pé segurando na cintura dela colocando o pau no cuzinho da minha vagabunda.

Foi ai que ela foi máximo de safadeza, ela gemia muito, pedia para eu dar tapas no rosto dela, pedia para o cara dar tapas na bunda dela e a cada tapa ela pedia mais e com mais força, ela dizia isso rapazes rasguem essa putinha no meio, ela dizia que queria leitinho quente na buceta e no cuzinho dela. Ela apertava os seios, chupava eles. O cara pegou não aguentou o tesão e encheu o cuzinho da minha namorada de leite, após ele tirar o pau dele do cuzinho dela, à segurei e meti com mais força, Karen começou a ter um orgasmo, quando o orgasmo começou de fato, ela pedia para eu parar, mas ignorei o pedido dela, quase no final do orgasmo dela, gozei forte na buceta dela. Mesmo depois disso Karen quis chupar novamente o pau do rapaz e assim fez chupou ele até ele gozar novamente na boquinha dela. Após isso o cara foi embora, eu e Karen fomos tomar banho, no banheiro a segurei pelos cabelos e a apoiando na parede, dizendo você é uma putinha e eu amo isso vagabunda, peguei e comecei a comer o cuzinho dela com bastante força e eu puxava o cabelo dela, ela gemia dizendo isso meu amor fode a sua futura esposa, fode a sua cadela, eu sou uma puta e sei que você ama isso. Sentei na privada e fiz ela ajoelhar-se e pedi uma espanhola para ela e como uma boa namorada assim fez, não aguentei e gozei, enchendo o rosto e os peitos da minha amada de esperma, depois terminamos o banho e fomos deitar na cama, ficamos abraçados e nos beijando, eu chamava ela de puta e ela dizia isso meu amor sou sim e sou sua puta.

Bom esse foi o conto espero que gostem esse é um conto totalmente dedicado a minha futura esposa Karen. A PEDIDO DA KAREN queremos que que gostou do conto entre em CONTATO dizendo o que achou do conto e o que acha da Karen. E também se ao ler o conto tiver dado algum resultado(esperma) que mande foto pois a MINHA PUTINHA ADORA. E-mail: [email protected] Caso o site bloquei o e-mail completo retire os espaços do e-mail. dont king ultimate @ gmail .com

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,38 de 8 votos)

Por # # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jilmar

    Bom

  • Responder Anônimo

    Adorei o conto, tenho uma namorada também assim