Na Verdade o que tem que ser será, pode o tempo passar mais acontece

Bem o que vou contar aconteceu comigo, quando eu tinha uns 17 anos trabalhava numa Fabrica aqui na minha Cidade, eu era um acara bonito, pernas bonitas, lisinha, uma bunda empinadinha bem torneada pois eu praticava muito esporte, e tinha um amigo meu mais velho que eu deveria na época ter uns 27 anos, Ajato, um negro bonito, forte, fizemos uma amizade legal, e depois percebi que ele queria me comer, como a gente jogava bola na empresa via ele pelado, tinha uma caçeta de uns 22 cm mais muito grossa, não vou dizer que eu não gostava ate gostaria, mais eu tinha medo por duas razões ser a caçeta dele muito grossa, e com medo dele comentar com alguém na fabrica, assim ficou só na vontade.

Ele acabou saindo da fabrica foi embora para Fortaleza, ficou a lembrança daquela caçeta, sem brincadeira passaram se uns 20 anos nunca mais eu vi o Ajato, ele tinha uns primos na cidade, depois de 20 anos eu acabo de encontrar o Ajato na Cidade havia voltado, estava separado da mulher, nossa que alegria de nos ver, fomos tomar umas cervejas, começamos falar do passado, ele brincando disse nossa tu esta melhor do que quando jovem, realmente estou bem mesmo, mais forte mais bonito, lisinho, a bunda maior carnuda, eu tenho o habito de usar shorts justinhos que delinear bem a bundinha, ele fez comentários riamos muito, eu já casado minha esposa uma mulher muito bacana que me acompanha as vezes numa bebidinha, ela e loira bonita pernas grossas, uma bunda carnuda gostosa mesmo, papo vem papo vai, ele acabou me convidando para ir conhecer o Apto dele, já havíamos ingeridos umas bebidas para mais da conta acabamos indo ate o seu apto.

Um belo apto ele sentindo talvez a possibilidade de realizar o que pretendeu a mais de 20 anos atrás começou a me elogiar, elogiava a minhas pernas passava a mão, para encurtar acabamos ficando pelados, nossa a caçeta dele parecia que havia crescido mais eu começei chupando ele então com muito carinho foi tentando penetrar aquilo tudo dentro do meu cu, nossa doeu muito, mais ele foi me rasgando eu como havia ficado frustrado por não ter deixado antes fiz de tudo para aguentar e aguentei nossa me arrombou todinho, meteu no meu cu neste dia duas vezes gozou para caralho, depois voltei mais umas vezes.

Sinceramente não sei como pensei mais comecei a imaginar minha mulher recebendo aquela caçeta na boceta e no cu, ela adora anal, um dia a noite em casa comentei com ela que havia reencontrado um amigo meu que a mais de 20 anos que não via, que tínhamos trabalhado junto na Fabrica, e completei ele e um negrão forte e tem uma caçeta uns 22 cm mais muito grossa, ela fez algumas perguntas que ate inventei, só para atentar o tesão, já na cama começamos a transar e não esperava a atitude dela, começou fazer perguntas sobre a caçeta dele, a minha e pequena 16 cm, e não muito grossa, acabei falando a ela já pensou o Ajato metendo aquela caçeta aqui nesta bocetinha, ele te arrombaria todinha, e completei ele adora foder um cu, não sei como e nem porque ela perguntou-me ele já te arrombou, eu dei uma de bobo disse do que você esta falando, ela disse deixa para lá, e me perguntou você teria coragem, eu disse coragem de que de ver e deixar ele me arrombar, eu disse sei lá, tu teria coragem de ser arrombada, ela respondeu gostaria de tentar, e assim acabamos gozando e dormimos.

Quando foi na Sexta feira a tarde encontrei com o Ajato, ele me convidou passa lá em casa a noite para tomar umas, eu aproveite e disse posso levar minha mulher, ele disse pode, como ela não curte cerveja, ela gosta de Rum com coca cola , eu comprei um litro de Rum e uma caixa de coca em lata dei para ele levar, e marcamos, umas 20 horas, antes liguei para ela dizendo que a noite iria na casa do Ajato tomar umas, ela logo perguntou eu posso ir, se você quiser, quando eu cheguei a noite ela já estava toda produzida, uma sainha curta, uma blusinha degotada, sandália de salto, nossa parecia uma periguete, mais linda gostosa, tomei meu banho e fomos bebemos umas na saída para animar.

Quando cheguei na casa dele que ele viu minha mulher nossa ficou vidrado, pois ele não conhecia ela, começamos bebericando minha mulher sentou no sofá e mostrava as pernas dava ate para ver as calcinhas, eu fui ate a cozinha com ele, e peguei na caçeta dele que já estava dura, ele disse sua mulher e um tesão, que bunda que ele tem, ela curte anal, eu disse curte, caralho que tesão, como eu já havia bebido umas a mais comecei com umas brincadeiras e disse para minha mulher amor o Ajato tem uma caçeta enorme, ela disse e mesmo, eu então disse mostra ai Ajato, ele tirou a bermuda nossa não aguentei cai de boca e comecei a chupar e falei para ela chupa amor, chupa, ela então começou a chupar e modesta parte ela faz um boquete maravilhoso, eu então comecei tirando a roupa dela deixei ela peladinha o Ajato chupou a boceta dela, nossa ela começou vem aqui vem, mete esta caçeta aqui dentro, eu não aguento mais ele começou a penetrar nossa entrou todinha, ela gemia gritava falando palavrões me chamando de corno, dizendo que ele estava arrombando a boceta dela, nossa eu gozei duas vezes, e o Ajato encheu a boceta dela de porra , nossa que delicia eu acabei caindo de boca chupando aquela porra todinha deixei os dois limpinhos, ficamos bebendo os três pelados, eu esfregava a bunda na caçeta dele, ele dizia para minha =mulher quero foder este cuzinho você vai deixar, ela dizia vou hoje você me arromba todinha, foram para a cama, ele começou a chupar o cu dela passou vaselina e começou tentando foi difícil mais ela deixou ele enterrar aquilo tudinho no cu dela, ele depois da primeira gozada ele demora muito para gozar de novo, nossa judiou ela ficou toda assada ele tirava tudo e empurrava tudo ate o saco ela empinava a bunda para receber aquele vergalhão todinho dentro foi maravilhoso, que noite maravilhosa, ficamos fodendo ate duas da manha, acabamos dormindo lá, quando acordamos de manha foi outra seção de foda ele meteu nela de novo, meteu no cu , de novo deixou ela bem arrombada, que delicia, ela adorou ficou uns dois dias sentando de lado e passando pomada no cu, preparando para o final de semana de novo, e maravilhoso ver sua mulher sendo estraçalhada sexualmente por um negro dotado que delicia, bem que ele também me arromba sempre, hoje minha mulher sabe e já viu ele meter em mim que delicia.

Espero que tenham gostado, depois eu conto uma outra passagem que aconteceu.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 1 votos)
Loading...