A descoberta da nossa tendencia–macho pegador

A minha infância foi muito gostosa,gostava de curtir as coisas e toda tarde sai com os amigos para pesquisar a região e as brincadeiras se sucediam.
Desde criança era reservado,tinha medo do desconhecido,mas procurava estar atento as novidades e o tempo foi passando.
Era nosso costume de sempre estarmos sem camisa e de short e gostávamos de ir nadar no rio e sempre pelados e na maior inocência,mas certo dia notei o Luis um garoto mais velho sempre perto do Valdir e quando entramos no rio notei que o Luis estava com seu pinto duro e foi se achegando ao Valdir e se colocou atrás e ficaram se curtindo,era novidade para mim mas resolvi ficar de olho e nesta noite na praça eles se afastaram do grupo e fui atrás com cuidado mas curioso e fiquei chocado pois o Valdir nu de 4 e o Luis atras dele e sue pinto duro e foi colocando no cu e o Valdir gostando e fiquei estático,e o Luis ficou um bom tempo colocando seu pinto no cu do Valdir e que me chamou atenção que ele sorria ,todo feliz e me vi no seu lugar e este pensamento foi tomando forma dentro de mim.
Depois desse dia a minha vida mudou,pois era tímido,medo de me expor,e comecei a olhar em volta e nada acontecia.
Estava em casa quando um amigo do meu irmão Celso veio jantar em casa e ele me olhava de uma maneira diferente e confesso me incomodava e me sentia acuado e ele ria e não parava de me encarar.
Logo depois do jantar estava encucado e resolvi não ir a praça e somente de short fui ao alpendre da casa e fiquei vendo o pessoal,mas algo mexia comigo e o amigo do meu irmão não saia da cabeça,e do nada ele surgiu ao meu lado,e foi me abraçando e dizendo e você me conte,tem,comido as menininhas,e sua mão me alisava e logo acariciava a minha bunda e me vi descoberto e a vontade de viver a experiencia do Valdir deixei levar e ele foi colocando sua mão por baixo do meu short,e seu dedo tocando meu cu,e foi dizendo gosta de sentir o toque do macho e foi abaixando e me deixando nu,e senti ele se colocar atrás de mim e logo seu dedo invadia meu cu e todo feliz me vi rebolando.
O alpendre estava com luz apagada e da praça ninguém podia nos ver e ele me fez abrir as pernas e me curvar e senti seu pinto pressionando meu cu e seu pinto era grosso e aos poucos foi vencendo a resistência e entrou a cabeça,que dor e sua mão segurava meu grito,e foi metendo e pela primeira vez senti um pinto me comendo e sabia que era o que queria,e submisso aceitava sua pegada e ele se esbaldou e me encheu de porra..que gostoso servir ao macho que nos descobre.
Senti um vazio quando ele tirou o pinto e depois de um banho fui deitar pensando de como seria minha vida.
Fiquei uns dois meses na seca,vontade de ser comido e quando cheguei em casa ele estava me esperando e fomos ao alpendre e ele me comeu e me deixou saciado,mas me disse que sua família iria se mudar……

A descoberta da nossa tendencia–macho pegador 1

Depois que o amigo do meu irmão me disse que iria se mudar senti que fiquei a deriva e fui deitar pensando como iria fazer para me saciar.
No outro dia fiquei observando todos os amigos e quando fomos ao rio fiquei de olho nas ferramentas,e nada me apetecia e fui ficando no desespero.
Passados uns dois dias de short resolvi dar uma volta sozinho e fui andando e deparei com uma construção e alguns homens trabalhando e a minha curiosidade foi me levando e estavam terminando uma casa e estavam no acabamento,e divisei um negro bonito que foi me encarando e me disse gostaria de vvr a vista lá de cima e concordei e fui subindo as escadas e ele atrás e que vista pois era bem alto a sacada e no quarto lindo tinha um colchão no chão,e me encostei na murada e ele foi me abraçando e dizendo,estou a perigo,quero comer seu cu gostoso ,e neste momento vi que poderia sobreviver com machos novos e ele foi abaixando meu short e se ajoelhou e abriu minhas pernas e veio morder minas nádegas, e logo sua língua foi invadindo meu cu e que sensação nova e me vi rebolando e o negro dizia viado que gosta de rola ,e me levou ao colchão e me pos de 4 e passou algo na sua rola e foi buscando meu cu que o recebeu sedento e com vontade ele me comia,e perdi a noção de tempo e ele como estava a perigo me encheu de porra.
Do lugar que estava de 4 via a porta e tinha um moreno nu,alisando uma rola de respeito e foi se achegando e me colocou de costas e ergueu minhas pernas,e as deu para segurar e me vi todo exposto e ele veio com tudo e que sensação de sentir o macho nos enchendo e como o amigo estava a perigo e logo gozou gostoso.
Voltei para casa todo feliz e sabia que voltaria para uma nova visita aos machos

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 7 votos)
Loading...