Eu e a minha irmã katrina transamos na viagem de férias com o nosso irmãozinho parte 02

Autor

Desde já quero agradece ao ernome sucesso do nosso último conto, minha irmã e eu agradecemos muito pelos votos e espero que esse conto que postarei agora tenha o mesmo agrado como dos outros contos anteriores, então vamos aos fatos.

No dia seguinte kelvin acordou feliz ao meu lado pois minha irmã e eu tínhamos transamos com ele, a viagem era longa e cansativa mas isso foi deixada pra trás pois nós três estávamos divertindo muito, o ônibus parou no desses restaurantes que tinha banheiros com chuveiros, nós três descermos para tomar aquele banho e toma aquele café gostoso, o banheiro estava cheio mesmo assim decidimos ficar, katrina e eu tomamos banhos juntos e minutos depois sairmos de la e formos em direção ao banheiro masculino para espera o kelvin os homens começaram a nos observa nós duas parecia carnes diantes dos Leaos loucos para comer, pois katrina vestida um shortinho curto com uma blusinha e eu uma leg preta bem apertada, minutos depois kelvin sai do banheiro e sairmos correndo dali para tomar aquele café, tomarmos o nosso café depois entramos para dentro do ônibus e partimos rumo ao Maranhão.

A noite chegou e como dentro do ônibus é frio ja perguei logo o coberto bem grande do meu lado o kelvin estava olhando o movimento da estrada daí tive uma ideia, tirei meu short e a minha calcinha cobrir eu e ele na loucura e no prazer perguei a mão dele e coloquei na minha buceta que já estava molhadinha ai caros leitores sinto aquela dedo dedilha a minha xoxota na hora fiquei maluca aaahhh issoooo vai irmãozinho deixar a sua irmã louca de tesão, falava essas palavras de puro tesão e praze, não sastifeita virei minha bunda pra ele e coloquei aquele dedinho dentro do meu cu nossaa que delicia sentir aquela dedinho enfiada toda no meu cu, kelvin começou a soca aquela dedo dentro do meu cu que delicia eu enlouquece e comecei a morde o coberto e imaginando mil loucura com aquela dedo atolado no meu cu.

Katrina que estava sentada no banco da frente olhou para trás ( parecia que ela ja estava com o radar ligado kkkk), e viu que estava acontecendo e perguntou:
– vou senta ai com vocês.
Eu respondo com o tom de prazer.
– aahh irmãzinha ficar ai vai.
Katrina não sastifeita insistiu e eu deixei, mas ela veio e se possionou para senta no colo do kelvin e levantou o coberto e viu o dedo do kelvin no meu cu, aquilo deixou ela maluca mas o que eu vir depois foi incrível pois nunca ia imagina que katrina faria aquilo ela puxou mas a sua poltrona pra frente depois agachou, tirou a rola do kelvin pra fora e começou a chupa gostoso, eu cobri ela com o coberto e vejo kelvin delirando com a chupada da sua irmã e eu estava louca de tesão sentido aquele dedo gostoso no meu cu.

Katrina ja estava entregue outra vez ao prazer pois quando ela terminou de chupa a rola do nosso irmãozinho ela ja estava sem o seu short ( ela de fato não perdeu tempo, pois já se acostumou ao nosso incesto de irmaos), ela ficou de costa pegou no pau do kelvin e colocou bem na sua buceta e nisso sinto o kelvin dar um suspiro de prazer.
-aahh.
Katrina começa a pular querendo sentir mas e mas aquela rola gostosa invadir e preenche cada espaço daquela bucetona e com isso ao mesmo tempo kelvin dedilhava com o seu maravilhoso dedo no meu cu, que loucura sensacional os três irmãos fazendo incesto dentro de um ônibus de viagem.

Minutos depois foi a minha vez de sentir aquela deliciosa rola sastifazer-me a todo custo, katrina saiu e agora seria a minha vez e quando eu sentei naquela rola deliciosa nossa fui no Paraíso como é bom sentir uma rola entre as minhas pernas, comecei a pular como uma louca, kelvin com seu instinto de comedor pagar nos meus peitos e começa a mexer, enquanto isso katrina começa a beijar o nosso irmãozinho e disse a ele:
– vai kelvin enfiar essa rola gostosa na sua irmazona puta.
Ouvi aquelas palavras foi uma coisa maravilhosa agora serei irmã puta para o.kelvin que delicia ouvi tudo aquilo ja estava mim sentido uma prostituta, aaahhh que delicia como eu adoro uma sacanagem, foder gostoso a qualquer custo huuummm.

Fiz um movimento para frente e para trás e kelvin suspirava revirava os olhos sentindo aquela loucura total, katrina ficou de quatro na minha poltrona e no tom de voz bem baixinho e sexy ela perdiu:
– chupa meu cu kelvin.
Eu queria ver aquela cena, sair de cima dele e sentei de frente e vejo o nosso irmãozinho lambendo como um cachorro o cuzao da katrina, eu como estava por cima fiquei pulando e observando para ver se tinha alguém nos espiando e por sorte não tinha, como é lindo ver meu irmãozinho lambendo o cuzao da nossa irmã, começo a calvaga e calvaga bem gostoso naquela rola gostosa, com tanto tesao kelvin não aguenta e goza gostoso dentro da minha buceta ( obs: katrina e eu nos cuidarmos para não engravidamos do kelvin, tomamos maiores cuidados pois tomarmos anti-concepcional).

Que delícia ouvi meu irmãozinho geme de tanto prazer que sentir das suas irmãs, levantei de cima dele e sinto aquela gozo escorre sobre as minhas pernas, katrina vendo que a festinha acabou ela se arruma dar um beijo na boca do.kelvin e voltou para o seu lugar, e eu dormi pelada com as pernas toda gozada, como é bom sentir prazer mas um prazer proibido.

No dia seguinte a rotina continuou e infelizmente a nossa viagem acabou pois tinharmos chegando ao nosso destino, descermos do ônibus e já dermos de cara com a minha avó e o meu tio, entramos no carro e partimos rumo a casa da vovó.

Bom a viagem acabou mas o incesto não pois está acontecendo cada coisa gostosa aqui que vocês nem imaginam, e tudo isso contarei a vocês tá bom…

Tchau… até mas.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,96 de 23 votos)
Loading...