Bem como eu queria!

21-06-18 Por 2 ★ 4.91

Estou no meu sítio, tinha levantado a pouco me lavado e estava tomando um mate sentado na area da frente, tava um dia gostoso, quando olho vejo vindo a cavalo um vizinho amigo meu, quando ele me viu veio em direção à minha casa, e eu vi que atrás do cavalo vinha a cadela tigrada dele, uma fila linda, e atrás alguns cachorros, meu amigo chegou perto da cerca, me deu bom dia, me disse que ia para o campo, que tinha uns serviços para fazer, e precisava de um favor meu, ele não tinha se dado conta que a cadela estava no cio, ia levar ela no campo mas com esta cachorrada atrás não vai dar, só vou me incomodar e passar vergonha, levar ela de volta para casa eu perco muito tempo, queria ver se tu não tens um lugar para eu deixar ela até voltar do campo. Eu que já era tarado naquela cadela, doido para comer ela, falei que podia deixar sim, tinha uma cocheira que não era usada há tempos, e era bem fechada, arrumei uma corda, ele colocou no pescoço dela, levamos lá na cocheira, e deixamos ela atada, para evitar que escapasse. Deixei ele ir embora, tomei um bom café, arrumei umas coisas e fui lá ver a cadela, ela estava deitada, entrei, fiz uns carinhos nela, nessa hora o pau já estava que era uma pedra de duro, passei a mão no lombo dela e fui descendo até chegar naquela buceta grande, linda, inchada, ela ficou quietinha e torceu a cola para o lado, tirei a roupa, cheguei perto, ela deu uma cheirada no pau, passou a lingua, eu sempre alisando ela, fui para trás, cuspi naquela buceta, e fiz que nem cachorro, subi nela, botei as mãos na virilha dela, me arquei, dava uns grunidinhos que nem cachorro e ficava dando umas estocadas, encostava a cabeça da piça na entrada e tirava, até que numa daquelas eu estoquei e a cabeça encaixou, me firmei mais nela e empurrei, aquilo foi parece que ia descolando por dentro, e o pau sumiu, passou por um canal apertado e se foi, olhei, estava aquela buceta esticadinha com a minha piça toda atolada, acariciei ela e comecei uma foda deliciosa, ritmada, gostosa, aquele buraquinho quente, agasalhando minha piça me deixou louco, fodi, fodi, e quando senti que ia gozar acelerei as fincadas, e por fim enterrei tudo e me agarei nela, era leite que não parava mais, os ovos se comprimiam e a piça latejava, fiquei ali parado uns minutos, tirei e correu leite pelas pernas dela, ela se virou e lambeu minha piça com gosto, tive que sentar num cocho, pois minhas pernas estavam bambas, saí, me lavei, fui fazer uns serviços que eu tinha para fazer, depois fiz uma gemada, comi, e fui lá ver minha nova namorada, dei outra foda deliciosa, almocei, sestiei, levantei e fodi de novo aquela delícia, depois peguei uma bacia com agua e um pano, e limpei bem e fiz compressas naquela buceta para não verem que ela tinha sido fodida o dia inteiro, como a buceta era grande nem se notava.
lá pela meia tarde, olhei para a estrada vinha vindo meu amigo, fiz um mate, ele chegou, conversámos um pouco tomamos uns mates, e ele se foi levando minha namorada junto.
Que cadela boa de buceta, e que dia gostoso e prazeiroso o meu.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,91 de 11 votos)

Por

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. mauricio

    Dlc d conto. TB gosto de cadelas grandes. Eu namorei uma pastor alemão com uma cota linda, Bem vermelha e quente.
    Se alguem curtir fuder cadelas podemos marcar

  2. Bob

    Você tem vídeo de zoo tido.