Me comeram e me humilharam

Autor

pessoal o que vou contar aqui foi algo que aconteceu comigo a 6 meses atrás,me descrevendo ela um pouco, ela tem 1,66 e 54kg um bumbum redondinho e um par de peitos bem bicudos, costuma chamar a atenção principalmente quando ando com vestidos,
Mais voltando ao ocorrido, em uma noite de terça feira, meu noivo me em casa após uma noite linda que tivemos naquela noite eu estava com um vestido bem apertado Preto e com uma calcinha pequena Branca que se escondia dentro das minhas nadegas, continuando, já era umas 11 horas da noite , Ao entrar em casa min estranhei que a luz do quarto estava acesa, euachei muito estranho, msm pois não era costume eu esquecer não sabia eu o que me esperava., ao chegar ao quarto. Ela levou um susto enorme, havia 2 caras sentados um no sofa e um na cama, a casa dela no caso são três comodos. Eu ficou sem reação na hora totalmente assustada quando veio um terceiro ja colocando a arma na minha cabeça, era terrível eu morria de medo me. Obrigaram a ficar com as mãos na parede e há foram levantando meu curto vestido e eu sem poder fazer nada sentindo aquelas mãos nas minhas nadegas, e para variar ainda usava uma minúscula calcinha Branca de renda , o que ajudou mais excita Los nesse momento o meu medo era enorme não sabia que ainda o pior estava por vim. , me Obrigaram a ficar so de calcinha e como já estava sem.sutiã , fui obrigada a desfilar pra eles era humilhante como. Tentei gritar me amordaçaram. E ainda amarraram minhas mãos para trás e fui novadelesmente obrigada a desfilar do quarto para a cozinha. E vice versa, era constragedor na 2 vez msm amarrada foi obrigada a tirar a calcinha msm amarrada e rebolar e a abri o meu ânus era terrível , e voltar ao quarto onde fui obrigada a ficar de quarto no sofa com as minhas partes totalmente visíveis o medo a vergonha era o que eu mais tinha quando. Sinto uma língua invadir meu clitóris e subia até o ânus meu cuzinho, .eu ali amarrada de quatro amordaçada nada podia fazer a não ser gemer e contorcer, um me puxou pelo cabelo e começar chupar meus peitos , enquanto o outro chupava meu cu e minha vagina om uma calcinha pequena Branca que se escondia dentro de sua lindas nadegas sair tão pensativo aquela. Noite.. E claro cansado decidi deixa- la no portão msm e ir embora já era umas 11 horas , nem imaginária o que aconteceria com minha noiva. Naquela noite de terça feira. ..tdo que passo agora escrever foi como ela me relatou . Ao entrar em casa minha noiva estranhou que a luz do quarto estava acesa ela achou estranho mais na cabeça dela. Na. Correia ela tinha esquecido, ao chegar ao quarto. Ela levou um susto enorme, havia 2 caras sentados um no sofa e um na cama, a minha casa saobtrês comodos. Na hora fiquei sem reação. E totalmente assustada. quando veio um terceiro ja colocando a arma na minha cabeça foi terrível, eu morrendo de medo. Me Obrigaram a ficar com as mãos na parede e lá foram levantando meu curto vestido. E eu sem poder fazer nada, sentindo aquelas mãos nas. Minhas nadegas, e para variar ainda usava uma minúscula calcinha Branca de renda , com um fio só na bunda o que ajudou mais a excita Los, nesse momento o meu medo era enorme não sabia que ainda o pior estava por vim. A Obrigaram a ficar so de calcinha e como já estava sem.sutiã. A partir de. Agora começo relatar da maneira que ela me contou. Minha noiva dizendo:
fui obrigada a desfilar pra eles.era humilhantemente como. Tentei gritar me amordaçaram. E ainda amarraram minhas mãos para trás e fui novamente obrigada a desfilar do quarto para a cozinha. E vice versa, era constragedor na 2 vez msm amarrada foi obrigada a tirar a calcinha msm amarrada, foi horrível fazer isso e rebolar e a abri o meu ânus era terrível , e fui obrigada a voltar ao quarto , com. Uma arma no meu ânus, sendo obrigada a andar calmamente rebolando, chegando no quarto fui obrigada a ficar de quarto, no sofa,com, as minhas partes totalmente visíveis minha cabeça encostada no sofá e minha buceta e o meu cu totalmente a vista deles , com muito medo e vergonha era o que eu mais tinha naquela hora quando. Sinto uma língua invadir meu clitóris e subia até o ânus meu cuzinho, .eu ali amarrada de quatro amordaçada nada podia fazer a não ser gemer e contorcer, um me puxou pelo cabelo e começar chupar meus peitos , enquanto o outro chupava meu cu e minha vagina, na posição que eu estava não podia fazer nada amarrada e de quatro no sofá, e nem podia olhar pela posição que eu estava, sentia tapas nas minhas nadegas, me xingavam de vadia de puta, ao mesmo tempo sentia, uma língua que sugava minha buceta com muita vontade, e descia até o meu ânus, enquanto o outro agora me obrigava a chupar seu Pinto, enquanto o terceiro continuava com a arma na minha cabeça e apertava os meus peitos, aquela noite so estava começando, eu nem imaginava o que ainda viria…..
Se vcs gostaram e. Querem saber do restante, esperem a 2 parte ….

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,87 de 15 votos)
Loading...