,

Eu, Carol e Sergio

Há 6 meses Por 3 ★ 4.33

Sou Carlos, casado com Carol somos ambos bissexuais e tivemos muitos momentos junto com outros machos. Conheci Serio em uma viagem que fiz a negócios, na época ainda viajava muito depois parei com esse serviço. Convidei Carol para me acompanhar na sexta-feira para passarmos o final de semana com Sergio. Ao chegar Sergio nos esperava na rodoviária, e apresente Carol, que ficou encarando Sergio e ele não tirava os olhos dela, fiquei sem jeito e disse oi estou aqui, os dois ficaram desconcertados e se desculparam e ela disse parece que o conheço a tempos, ele disse para mim também amor, parece que a conheço a anos, eu já estava vestida e assumida como mulher, de shorts, blusa decotada e lingeries, ela também se vestia mais ou menos igual a mim, ao chegar no apto. Sergio nos deixou a vontade e mostrou o quarto de hospedes para ela, e voltou para a sala, eu e Carol encostamos a porta do quarto e eu perguntei o que foi aquilo, ela disse não sei fiquei vidrada no seu homem, desculpe querida, e eu mostrei tudo da ex-mulher dele, ela disse tem coisas linda, algumas já ultrapassadas, mas vc vai ter um paraíso aqui amor, tudo de muito bom gosto. Ela disse sabe Paula, desde o dia em que te fiz gostar da fruta tenho adorado cada minuto quando podemos desfrutar um do corpo da outra, se transformou numa puta como eu, e você travestida de mulher me dá mais tesão. Adoro chupar seus peitinhos , eu gozo em seu corpo, esfregando minha bucetinha na sua bunda, e chupando seus peitos e vc os meus, acho que seria delicioso. Depois coloco a cinta e como seu cuzinho e você goza bastante sem tocar no seu grelinho, assim como eu gozo contigo. Fui para a sala, e sentei ao lado de meu homem, Carol sentou-se no sofá defronte, e Sergio disse o que faremos esta noite meninas, eu disse dá um palpite Carol, ela disse o que vc quiserem eu tou junto, e ele falou vamos dançar em uma boate, eu disse acho ótimo, jantamos e depois vamos dançar, e minha mulherzinha bem linda a meu lado, serei um rei com duas mulheres lindas e deliciosas a meu lado, notei que Sergio não tirava os olhos de minha esposa fiquei encabulada, quando fomos nos maquiar eu falei com a Carol , sabe eu quero Sergio sempre que ele me quiser, ela veio para meu lado e disse disse sabe Paula, vc é maravilhosa e ele não iria trocar vc por mim, ai me abraçou e enfiando sua língua na minha boca me beijou e disse que estava morrendo de tesão, perguntou deixa eu te possuir, eu disse ta louca, ele esta na sala, ela disse mas estou louca de tesão por vc Paula, e não sei se aguento, mas ela se conteve e saímos. No restaurante éramos duas lindas mulheres, apenas eu morena cabelos pretos e Shirley loura, mas as duas lindíssimas, com as pernas de fora, Sergio se sentindo entre nos cobiçava meus seios e minha bunda, e também fazia o mesmo com Carol, depois fomos a tal boate, onde dançamos os três, depois ele me levou a dançar uma musica lenta eu sentia seu pau na minha barriga e ele dizia estou morrendo de tesão, deveria ter comido você antes de sair amor, e depois vendo Carol sozinha, e triste falei Sergio, vai dançar com ela também quer sentir seu pau na barriga, ela ficou vermelha e ele a levou com carinho para a pista de dança, Sergio se esfregava nela e ela depois disse que ficou morrendo de vontade de agarrar o pau dele, ao terminar vi seu rosto vermelho de tesão, sorri e disse amor, calma que a noite não terminou.
Ao chegar em casa, ela foi tomar uma ducha e Sergio disse como será, ela no quarto dela ou ela entre nos eu disse gostaria de me deitar entre vcs dois para sentir como é gostoso deitar com uma mulher e um macho, ele sorriu todo feliz, quando ela voltou sentou-se perfumada no sofá da sala, e eu fui a ducha, quando voltei, vi que Sergio a estava acariciando, e que ela estava adorando sentir suas mãos em seu corpo, ele pediu senta-se entre nos amor, e eu sentando disse parece que começaram sem mim, ele me beijou de um lado e ela de outro e ambos me beijaram e eu me entreguei a aqueles dois tarados, me sentindo a mulher mais feliz deste mundo. Pedi vamos para a cama, e fomos, la Carol tirou minhas roupas me deixando de calcinha, Sergio ficou pelado e seu enorme pau apareceu, e eu tirei a camisola de Carol, portanto todos nus nossos corpos eram lindos, as duas tinham bunda grande e Sergio disse não vou aguentar tantas bundas gostosas assim e eu cai de boca no seu pau, Carol passou a lamber minhas costas e foi lambendo minhas costas até chegar no meu cuzinho, onde enfiou a língua, eu gemia de tesão e ela enfiava a língua o mais profundo que conseguia, eu estava adorando Sergio vendo tudo gozou gostoso em minha boca e eu engoli cada gota daquela porra deliciosa, ai ele ajudou Carol a lamber meu corpo, e eu gozei sem me tocar, e ele disse agora nos dois vamos fazer a Carol gozar bem gostoso amor, vamos vc chupa os seus seios e eu chupo sua bucetinha, e com jeito foi enfiando seu pau foi delicioso ver e ajudar ele comer minha mulher, era uma puta safada, ela quando gozou pulava de prazer e gemia dizendo seus putos, para isso me trouxeram, e depois Sergio pediu para eu chupar a buceta dela cheio do seu gozo, e veio lamber meu cuzinho, foi maravilhoso, enquanto eu chupava sua buceta, ele colocou a cabeça do seu pau no meu cu, e foi enfiando, Carol gozava com minha boca e eu com o caralho no cu gozei feito louca, depois ficamos os três desfalecidos, bem relaxados, e Carol disse foi a melhor foda que já dei em minha vida, eu e Sergio dissemos nós também linda, obrigada pela participação amor.
Dormimos e cada vez que acordava acariciava minha mulher e meu homem, delicia, as vezes acordava com os beijos de Carol em meu corpo e outras vezes, sentia Sergio me acariciando e ou tentando comer meu cu ou o de Carol, sei que gozamos a noite toda, cada foda melhor que a outra. Acordei no outro dia era sábado, eles ainda estavam dormindo eu sai tomei uma ducha e fui preparar um café reforçado para nos três, afinal foi uma noite de muito sexo, muito esforço, quando coei o café eles acordaram e sorrindo tomaram café na cama e ficamos os três namorando, ela disse acho que atrapalhei vcs, não foi, nos dissemos não amor, vc completou nossa noite, e ainda temos muito a fazer hoje e amanhã os três juntinhos, ela disse Paula, vc não esta chateada comigo, eu disse eu estou muito feliz por saber que vc é uma delicia na cama amor. Sergio disse vc é que vão resolver o que faremos hoje, eu e Carol dissemos se vc não se importar queremos ficar o tempo todo em casa fodendo, acariciando, usando o corpo um do outro, até não aguentar mais. Passamos o sábado e o domingo fudendo, de todas as formas possíveis e imagináveis, pedimos comida pele fone, e a noite pizza e sexo o dia todo, no domingo nos três já estávamos moles de tanto gozo, e Sergio nos levou a rodoviária, nos beijando e pedindo, me passem noticias todos os dias, e quero a Carol aqui também na sexta feira, vou preparar coisas para nos. Ao chegar em casa encontrei meu tio que tinha um caralho enorme, grosso e grande, o qual minha esposa adorava mas disse estar cansada para eu ir conversar com ele, estava com um short e fui baixando deixando seu caralho duro cai de boca como sempre ele gostoso demais me falou vira quero comer esse seu cu, dai ele chupou e preparou meu cuzinho para seu caralho. Quando saiu de mim fui tomar banho e descansar, ´pois estava cansada do final de semana com Sergio.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 6 votos)
Loading...

Por ,

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Janete Souza

    Delícia de conto continua
    Beijos

  2. John Deere,Matador de Veados

    Você vem me dizer que dá pra homem e fala que é bissexual,me poupa cara,só se for é bi-veado,de tão veado que é,e sendo assim torça pra não cruzar comigo,porque essa sua veadagem vai acabar!

  3. Pachecao

    Delicioso conto estou com muito Tesão e super excitado será que você pode nos blindar com à continuação do mesmo vou tocar uma Gostosa Punheta agora pensando em vocês..