Casada conhecendo o tesão em uma menina

Autor

Oi!!!

Meu nome é Ana, mas desde a infância me chamam de Nine,

sou branquinha, loira de 1,68m, 56Kg, olhos verdes,

um corpo normal, com a bunda necessária e seios pequenos! rsss.

Gostosona pra uma Mulher Casada de seus 40 anos, com dois filhos.

Vou relatar algo que aconteceu quando eu tinha 35 anos, no bloco de apartamentos onde eu morava tinha uma menina de 16 anos, e comecei a notar que ela me secava sempre que nos topavamos lá pelo condominio,

Ela era muito gostosinha, uma delicinha, loirinha, baixinha, peitudinha, bundudinha, as olhadas dela eram constantes e comecei a secar ela tbm principalmente os seios dela que eram uma delicia(grandes e firmes).

Um dia eu estava chegando em casa, coloquei a chave na porta do meu AP e estava abrindo, e ela estava saindo da porta do AP da minha vizinha, estava linda, de topzinho e shortinho, barriguinha de fora e com aqueles peitoes lindos quase saltando pra fora do top.

Eu dei uma secada nos seios dela e disse um "OI" e fui entrando no meu AP, quando fechei a porta e fui girar a chave pra trancar, ela bateu na porta, abri e ela disse "OI", eu repeti "OI", ela perguntou da minha filha(tenho uma filha de 17anos que na epoca tinha 13), eu disse que minha filha não estava, que eu estava sozinha, ela disse "deixa eu entrar quero falar com voce"… e foi entrando antes mesmo que eu dissesse algo.

Ela foi direto pro sofá enquanto eu fechava a porta novamente, sentou-se e eu cheguei perto dela e disse:

– Nossa menina voce está com uma roupa bem curtinha ein…

ela riu e levantou em pé, deu um girinho na minha frente e disse "GOSTA?"

– "É voce está bonita, mas tá meio indecente, nao deixo minha filha sair assim não"

aí ela veio mais pra perto de mim e me disse na lata

– Olha eu quero saber uma coisa… Não sei se voce percebeu… Mas eu gosto de meninas! E a tempos estou achando que voce tambem gosta. Estou certa????"

aí eu fiquei meio surpresa, dei assim uma parada pra pensar o que falar, o que fazer, e antes que eu pudesse reagir ela disse:

– "Quando voce chegou eu estava saindo da casa da minha amiga aí do lado, to com tesaum danado porque eu ia foder com ela, mas a mãe dela estragou tudo. A gente tava se amassando no quarto dela e a mae dela chegou e tivemos que parar. To com muito tesão, sei que voce me olha com desejo, quer foder comigo?"

Na hora eu meio que gelei, mas logo me subiu um fogo, uma coisa que eu nem pensei… peguei ela pelo cabelo, assim passei a mão por trás da cabeça dela, e puchei o cabelo dela pra baixo fazendo ela gritar e olhar pra cima, e meti um beijao na boca dela.

Puchando o cabelo dela e beijando ela na boca, chupando a lingua dela, nosso beijo combinou muito, a quimica foi deliciosa, a menininha sabia muito bem beijar na boca. Ela começou me abraçar e passar a mão na minha bunda, apertando forte, e ficamos nos beijando e nos amassando na sala um pouco, aí peguei ela pelo cabelo de novo girei o corpo dela e fui empurrando pro meu quarto, ela reclamava que tava doendo e eu dizia pra ela:

– "Não tá com tesaum? Não tava querendo foder? Agora voce vai foder comigo sua putinha!"

levei ela pra cama, joguei ela em cima da cama e tirei meu vestido, baixei minha calcinha e fui pra cima dela, beijei ela na boca e arranquei o topzinho, caí de boca nos seios grandes e duros dela e chupei muito aqueles peitões.

Nisso ela me meteu dois dedos na buceta molhada e eu gemi alto com a sensação gostosa da invasão e mordi os seios dela arrancando gritinhos da menininha.

Fui pra cima dela e ajoelhei com a buceta na cara dela e mandei chupar… praticamente sufocava ela com minha buceta

esfregando pra cima e pra baixo, e rebolando na cara dela. Ela chupou muito enfiava a lingua fundo na minha buceta, mordia as beiradinhas da minha xana meteu um dedo e arfava mal conseguindo respirar.

Derrepente ela quis meter o dedo no meu cu, nao deixei e mudei de posição tirando a buceta da boca dela e colocando o cu em posição pra pra ela chupar meu cu. Soltei um pouco o peso e mandei ela lamber meu cu bem gostoso, ela fazia, lambia meu cu e mordia as preguinhas como dava.

Fiquei um pouco assim curtindo a lambida dela no meu cu e depois me virei em posição de 69, fui arrancando o shortinho dela enquanto ela lambia meu cu e buceta alternadamente, assim que tive acesso a bucetinha dela comecei chupar tambem e nas minhas primeiras lambidas ela gemeu alto verteu liquidos e meteu dois dedos na minha buceta com muita força. Com a sensação da minha buceta invadida em chupei mais forte e meti tambem dois dedos nela ao que ela gozou arqueando o corpo e urrando alto, socando na minha buceta.

Logo ela voltou a lamber meu cu e passou a fuder minha buceta com os dedos,e acho que meteu até 4…rsss

eu logo fudia a buceta dela com 3 dedos tambem e chupava o grelo dela, ela me arrombava, não demorou gozamos, eu primeiro e logo em seguida ela. Deitamos uma ao lado da outra e nos abraçamos e ficamos beijando na boca um tempo abraçadinhas fazendo carinho, passado aquela molezinha do pós gozo, entao resolvi que era hora de arrombar o cu dela.

Botei ela de 4 e fui lambendo o cu dela, lambi acho que uns 5 minutos o cu dela, mordendo a bundinha, mordendo as preguinhas do cu, lambendo muito, botando a pontinha da lingua dentro, quando estava tudo bem babado, escorrendo saliva eu comecei a meter um dedo no cuzinho dela. Entrou fácil, comecei fuder com 1 dedo entrando e saindo todinho, dava cuspidinhas no buraquinho e um tapinha na bunda de vez em quando. Experimentei 2 dedos, entrou quase metade e ela reclamou. Até agora quase não tinhamos falado, apenas fudendo. Então quando ela reclamou que doeu 2 dedos no cu falei:

– "Cala a boca sua putinha… nunca deu o cu? não sabe que é assim, que dói um pouco? Pois agora eu vou arrombar o teu cu e voce só pode achar gostoso sua puta. Cala a boca"

Tirei os dois dedos e cuspi no buraco aberto, ela piscou o cu, quando abriu de novo eu empurrei tudo, os dois dedos entraram quase inteiros ela gemeu alto e apertou o cu, quando deu uma afrouxada eu meti até o fundo, ela protestou, mandei calar a boca e comecei girar os dedos no cu dela, ela gemia e começou esfregar o proprio grelo com força e gemer alto.

Eu me empolguei com os gemidos dela e comecei socar forte, tirando e colocando os 2 dedos no cu, com força, rápido

ela gemia alto e reclamava, quanto mais reclamava mais eu socava e comecei a bater na bunda dela com a outra mao, palmadas fortes, até que ela gozou assim dando o cu pra mim e se masturbando com a outra mao.

Deitei de frango assado na beira da cama, fiz ela ajoelhar no chão e fuder um pouco meu cu e chupando minha buceta até me fazer gozar de novo.

Depois nos beijamos, e mandei ela se vestir e ir embora, que quando eu quisesse foder de novo eu dava um toque pra ela.

Ela foi e eu fiquei pelada largada na cama esfregando a buceta e chupando os dedos, pensando na besteira que tinha feito, afinal uma mulher de 35 anos, casada, com uma menina de 13 anos, fudendo que nem colegial com uma menina de 16 anos que mora no próprio condominio… rsss

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,79 de 19 votos)
Loading...