,

Amiga da Universidade

Há 7 meses Por 2 ★ 4.63

Sou Rafael tem hoje 32 anos, sou branco, cabelos e olhos castanhos, nada atlético, sou normal, magro, alto.
Ha quatro anos atrás resolvi fazer algo que me desse prazer pois estava todas as noites em casa só assistindo novelas. Resolvi fazer outra graduação, fui fazer administração de empresas, sou pedagogo.
Chegando lá todos os alunos da sala muito mais novos do que eu, eu nesta época tinha meus 28 anos, casado, os meus colegas, 18 a 23 anos, solteiros, tudo ia normalmente, algumas diferenças, as sextas-feiras eles ao sai da universidade iam para a balada e eu para casa, comecei a fazer os trabalhos com uma menina, uma menina sim 18 anos, negra, cabelos negros trancinhas, olhos negros, corpo muito bonito, simpática, conversavamos muito, ela sempre me falando dos seus romances e tals, eu sempre falando da minha vida, ficamos bons amigos. Ela ia na minha casa fazer trabalhos, e na dela, conheci a família dela, fiquei amigos dos pais dela. Só que a amizade foi crescendo, fiquei envolvido por ela, tentei me afastar um pouco mas já era tarde, quando tentei me afastar, ela veio e me disse estar apaixonada por mim.
um dia resolvi faltar a aula, cheguei na frente da universidade e fiquei na minha pick-up quando ela ia chegando a chamei, ela veio em minha direção e resolvemos sair dali.
Fomos para uma praça da cidade um lugar bem distante e a minha intenção era colocar um ponto final na estória, acabamos nos beijando.
Resolvemos ir para um lugar mais discreto, fomos num motel afastado da cidade. chegando lá aconteceu, começamos a nos beijar, tirei a sua roupa toda, como disse ela é negra, cabelos negros trancinhas, olhos negros, corpo muito bonito, peitinhos pequenos, aerolas negras, comecei a beijar aquela boca carnuda, fui mordendo o pescoço, quando vi já estava mamando naquelas seios lindos, do tamanho de limões, negros, minha boca quase engolia teus seios, fui descendo ainda mais, tirei sua calcinha branca de renda, que visão maravilhosa, sua bucetinha, peludinha, bem rente, um cheiro de morango, comecei a beijar, abri com os dedos seus labios vaginais, vi seu grelo, passei a língua nele varias vezes, e ela se contorcia, comecei a chupa-lo como se fosse um canudinho, uma bucetinha toda moreninha, da cor de chocolate, mordia seus labios vaginais, e ela gemia, gritava, não de dor, mas de prazer, voltei a ficar em pé, meu pau estava duro que nem rocha, sentei-a na cama, e dei meu pau pra ela, ela começou a fazer um boquete delicioso, acabei gozando na sua boca, a empurrei na cama e deitei-me sobre ela, mesmo com o rosto melado, chupei a minha porra que estava na sua boca, fui rocando nela meu pau, ate que ela foi abrindo as pernas, meu pau entrou na sua buceta com alguma dificuldade, a gata era virgem, com 18 anos e virgem, forcei uma pouco, ela abriu bem as pernas, eu queria e ela tambem, meu pau entrou, ela gritou, no começo só a cabeça, depois fui ajeitando, ate porque ela estava gemendo de dolorido, até que entrou todo, meu pau é pequeno uns 15cm, comecei no vai e vem e ela foi relaxando, enviei tudo na sua buceta, ela gritava, amor vai, vai, vai fundo, me faz sua mulher, me faz sua puta, e eu enviando, era sua primeira vez, sai de cima dela me sentei numa cadeira, e coloquei sentada de frente comigo, com a rola na sua buceta, a fiz cavalgar, ela subia e descia, grita, ta gostoso, amor, fode, fode, sou sua puta, gozei dentro dela, e a vi gozar, parecia uma louca desvairada, gritava, uivava, quando saiu de cima da minha rola, deitamos na cama e ficamos por alguns minutos, so nos olhando, que menina maravilhosa.
Gente esse conto foi curto, mas ele foi real. vai ter a 2 parte se vcs desejarem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,63 de 8 votos)
Loading...

Por ,

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Andre

    Otimo conto. As negras tem a buceta e o cu tao quentes que chega a queimar a rola. Dso as que dão mais gostoso. Adoro fuder cu e buceta de negras e mulatas beeem putas. Tenho a rola grossa e cabeçuda. Meu email [email protected]

  2. Negão insaciável

    Continua