Apelei para o Pingo!

Há 1 ano Por 6 ★ 4.33

Fim de semana passado na sexta feira fui para o meu sítio pois tinha mandado lavrar um pedaço de terra para plantar umas mandiocas, fui ver como estava o plantio, já estava tudo praticamente pronto. No sábado acordei numa tesão danada, pensei em me acalmar com a minha égua, ou alguma outra fêmea, mas não era isso que eu queria, aí me lembrei do Pingo, aquele guri filho do Elço que era capataz da chacara do meu amigo, aí pensei tinha sobrado um pedaço de terra que ficou sem plantar pois a rama era pouca, vou pedir umas mudas para meu amigo pois sei que ele tem a mandioca gema de ovo que é uma maravilha, falei com ele e ele prontamente me cedeu só que eu tinha que buscar lá na chacara, e ele não podia ir comigo, era tudo que eu queria. Cheguei lá o Elço veio me receber, o Pingo veio junto todo sorridente, falei com o Elço sobre as ramas, colocamos na camionete, e fomos conversar um pouco e tomar um mate, aí conversando indaguei do Pingo como ele estava na escola, se fazia muita arte, estas coisas, ele me disse que ia bem na escola, mas que arte não fazia quase por que ele não tinha muitos amigos e quase não saía, então eu disse por que não vai passar o fim de semana na minha casa podemos andar a cavalo, pescar, ele falou se o pai deixar, eu disse e aí Elço, ele falou eu não gosto muito que ele vá na casa dos outros, dar trabalho, incomodar, eu disse não é trabalho nenhum, ele vai amanhã antes de eu ir embora deixo ele aqui, o Elço deixou, o guri correu trocou de roupa e veio faceiro para a camionete, após muitas recomendações do Elço e da mãe partimos. O Pingo ia faceiro me olhava e ria, dei uma distãncia da casa, a estrada era deserta, dentro de lavoura e mato, encostei a camionete, e já passei a mão nas pernas e na bunda do Pingo, ele rindo disse tava com saudade heim tio, eu tirei o pau para fora que a esta altura já estava duraço, enquanto ele alisava meu pau eu baixei a bermuda dele coloquei ele de 4 no banco cuspi no cuzinho e meti o pau, quando entrou ele deu um gemido forte e um pulo para frente, não judia da tua mulherzinha tio vai com calma, beijei ele, fiz carinho cuspi de novo e fui botando devagarinho, fodi com tesão, com vontade, com desejo, me deliciava a cada estocada, quando gozei parece que ia desmaiar, era tanto leite que não parava mais, me froxou as pernas, fiquei meio relaxado, bem levezinho, limpei ele e fomos embora, depois do almoço meu pai foi plantar as mandiocas e eu e o pingo fomos sestiar no meu quarto, demos duas fodas gostosas, levantamos, fizemos um lanche e fomos andar a cavalo no campo, andamos bastante, aí aproveitamos a sombra de um matinho e dei uma foda gostosa em cima dos pelegos. O que eu gosto no Pingo, que me dá tesão é que ele é miudinho, ele some embaixo de mim, e tem um cu delicioso e apertadinho, eu me sinto um macho dominante deitado em cima dele com tudo dentro daquele cuzinho gostoso, a noite ele dormiu comigo, no meu quarto tem a minha cama de casal, e uma bicama então meu pai nem desconfiou que ele ia dormir no meu quarto. Trocamos muitos carinhos, beijos, caricias, arretos, ensinei ele a chupar, deixei ele cavalgar no pau, demos uma foda gostosa e dormimos, de manhã acordei com ele escoradinho em mim, com a mãozinha no meu peito, fui ajeitando ele devagarinho, sem acordar, deixei ele de bruço, cuspi na bundinha e na cabeça do pau me ajeitei em cima e enfiei o pau devagarinho, ele acordou com a metade já dentro dele, deu um gemidinho, me chamou de maridinho, me fez um carinho e a tesão foi a mil, fodi com gosto de novo. Levantamos tomamos um cafezão, ficamos olhando TV, o pai disse que ia sair, almoçar com um amigo, já tinha tratado, eu assei uma carninha, fiz uma salada, almoçamos limpamos tudo e fomos sestiar, ficamos na cama brincando, se acariciando, demos uma foda bem demorada, levantamos, lanchamos, o pai chegou, arrumei minhas coisas, levei o Pingo para casa, ele foi abraçadinho em mim, me fazendo carinho até perto de casa, deixei ele, acenei para o Elço, e me fui embora, agora vou dar um tempo o gurizinho é muito gostoso, mas estamos nos envolvendo demais, pode dar problemas, pois ele só tem 12 anos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 9 votos)
Loading...

Por

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. anoninx

    adoro meter em meninos de 12, cuzinho apertado e durinho.

    • Anônimo

      Me diz teu email

  2. Anônimo

    n lembro do pingo de outros contos, mas cara, se tu pegou esse tanto de moleque entao tu eh meu idolo kkkkk

  3. Boa tarde que conto delicioso queria estar no seu lugar e foder o cuzinho desse guri.

  4. Janete Souza

    Amei o seu conto muito bom
    Parabéns Beijos

  5. eduxc

    eu amo seus contos! tenho 15 anos e adoraria ter um macho pra ser meu maridinho