Vi pornô não aguentei e comi minha filha

Sou Léo,nome ficticio, sou casado, tinha 36 anos quando ocorreu, isto no ano de 2001,minha esposa trabalhava de enfermeira no hospital público da minha região,temos duas filhas e um filho,Bruna, Poliana e Gabriel, na época Bruna com 9anos Poliana com 7, certo dia depois de dar o jantar para as crianças coloquei elas para dormir e foi para sala assistir TV, comecei assistir um pornô e tava muito gostoso, quase gozando quando o Bruna veio do quarto dizendo que estava com medo,tirei rapidamente do filme e deixei ela deitar comigo no sofá/cama, estava calor então coloquei nela um shortinho de dormir, quando ela pegou no sono coloquei no filme pornô novamente batendo uma punheta gostosa, de forma impensada comecei a passar a mão na bucetinha da Bruna por cima do shortinho, olhando pra ela com aquele corpinho deitada do meu lado e eu com muita vontade de trepar, virei de lado e comecei a roçar meu pau nela, me levantei e coloquei meu pau no rostinho dela,ela sempre teve o sono pesado, então queria aproveitar ao máximo, enfiei meu pau na boquinha dela e chamei ela de putinha,de vadiazinha do papai, tirei o shortinho dela e comecei a passar o dedo na bucetinha dela e cai de boca chupando ela toda, passei a ligua no cuzinho, quando me deu vontade de gozar fiquei de joelhos perto do rostinho dela e gozei na cara dela, vi minha filhinha como se fosse uma puta toda gozada, tirei várias fotos e guardei pensando sim a única recordação daquele momento maravilhoso, limpei ela e vesti a roupa, e a coloquei na cama como se nada tivesse acontecido, na manhã seguinte só fiquei na punheta lembrando daquele momento, fiquei curtindo as fotos, mas queria sentir aquele corpo por dentro, queria comer aquela miniputa,
Quando deu dia de plantão da minha esposa de novo, dei o jantar para as crianças e coloquei Poliana e o Gabriel pra dormir e deixei a Bruna ficar na sala assistindo desenho até pegar no sono, eu havia colocado nela um shortinho molinho desses de dormir(babydoll), quando ela adormeceu tirei meu pau pra fora e comecei passar no rostinho dela esfregando o rosto dela todo, peguei a mãozinha dele e coloquei no meu pau, tirei seu shortinho e chupei a bucetinha inchadinha, entrei no meio das pernas dela e comecei a roçar meu pau na entrada da bucetinha, ela acordou eu disse que tinha derramado suco nela, disse que poderia ficar de calcinha, fui até a cozinha e peguei um remédio de dormir da minha esposa, é quase um sossega leão, e dei a ela dizendo que era pra não gripar, depois de meia hora ela apagou de vez, aí já era… Tirei a calcinha dela, abri as pernas dela e chupei o cuzinho a bucetinha,babei na buceta dela e coloquei meu pau na entradinha forçando aos poucos,num movimento vai e vem consegui colocar só um pouco do meu pau, aquela bucetinha tava muito apertadinha, eu tava com muito tesão, eu no meio das pernas da minha filha fazendo sexo posição Papai e mamãe com ela, quando tava quase gozando tirei dá buceta e esperei um pouco, tive uma ideia mais malicioso, fui ao quarto peguei a Poliana no colo trouxe pra sala, deitei ela no outro sofá, tirei sua roupinha, deitei ela de bruços e coloquei uma almofada debaixo da cintura dela pra ficar empinadinha, eu queria comer a Bruna olhando pra Poliana,mas antes meti a ligua no cuzinho da Poliana, voltei pra Bruna passei óleo no pau e enfiei de novo,senti o cabacinho dela, enfiei gostoso, enquanto metia chamava ela de piranha, vadiazinha de putinha do papai, e olhava pra Poliana aquele cuzinho pequenininho virado pro meu lado,tirei varias fotos e filmei não sabia se teria novas oportunidades, tirei meu pau e gozei na cara dela, quis comer a Poliana também,mas só rocei meu pau melado no cú dela, vesti a roupa delas é coloquei pra cama delas, fiz assim durante um bom tempo, usando minhas filhas como putas e ninguém nunca soube.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 3 votos)
Loading...