Aventuras de um jovem- Parte um

Há 2 anos 0 ★ 5.00

Antes de tudo, quero informar-lhes que isto será uma série, que contará a experiencia real de uma pessoa anônima.

Era dia 8 de julho de 2014,e fazia praticamente 1 mês que eu havia completado 18 anos. Como qualquer jovem virgem na minha idade, estava louco para transar. Sempre fazia planos para realizar tal ato, porém nunca saíam do papel.
Dessa vez, contudo, estava determinado a transar e para alcançar isso a ideia era simples: chamar uma acompanhante.
Assim comecei a fazer os devidos preparativos: encontrei um dia e hora (15 de julho ás 8h da manhã, pois meus pais nem minha empregada estariam em casa), treinei beijo de língua (isso mesmo), treinei posição sexual (com a querida amiga almofada) e decoração para o espaço onde seria feito o sexo (olha a loucura).
Por fim, faltava-me acertar uma coisa, escolher uma profissional do prazer, que embora pareça ser fácil, foi a coisa mais difícil da vida. O porquê disso era por três coisas: não sabia onde achar, tava timído demais para chamar e estava nervoso (pelo fato de ter uma completa estranha na minha casa).
Primeiramente, acertei minha primeira preocupação; achando uma acompanhante do meu estilo em um site de acompanhante. Logo, só restava-me chama-la no Whats App; parecia fácil, mas não para mim (kkk). De qualquer jeito, tomei coragem e chamei-a, com certa timidez no início (pois, perdi ela depois); a acompanhante chegaria no dia e hora escolhido por mim.
Chegando o grande dia acordei cedo,tomei café, tomei banho e pronto para recebe-la exatamente ás 7:50 na sala de estar.Depois de um tempo deu 8 horas, 8:15, 8:30, 8:40, 8:50, 9:00; neste ponto você já deve ter percebido, o que sucedeu-se.ELA ESQUECEU!!! Não sei quantas ás vezes eu xinguei mentalmente ela aquele dia. Mas no final das contas remarquei o "encontro" para dali dois dias.
Novamente acordei, preparei-me e esperei para recebe-la, que desta vez chegou pontualmente.Rapidamente,abri a porta timidamente para ela e encaminha esta para então o local "preparado". Chegando lá, ela perguntou:
-Selvagem ou normal?
Como assim? Eu pensei e respondi:
-Selvagem.
Foi eu responder isso, que ela pegou-me e tacou na cama com tudo, colocou-se encima de mim e começou a beijar-me e tirar toda minha roupa. Logo em seguida ela levantou-se e devagarinho foi tirando a roupa. Primeiro ela retirou a calça, aguachando -se com a bunda empinada na minha frente, depois ela tirou a camiseta e colocou-se sentada em cima de mim, com somente sutiã e calcinha, ela então beijou-me profundamente e pediu então que retira-se seu sutiã, ao retira-lo dei de cara com dois belos pares de seios, sem pensar duas vezes comecei a mamar que nem louco neles. Logo em seguida e colocou-se de quatro e sussurrou no meu ouvido:
-Tira ela e me faz sua cadela.
Coloquei-me atras dela e retirei daquela linda bunda a calcinha. Assim chegou o grande momento, finalmente comeria e perderia minha virgindade.Coloquei a camisinha e meio desajeitado, tentei colocar meu querido lá "dentro", que no início foi um pouco difícil, pois não sabia onde ficava o lugar para penetrar (kkk, isso mesmo). Porém com a ajuda da acompanhante, consegui finalmente "tacar o peru lá dentro".
O que eu senti naquele momento foi inesquecível, não há palavras para descrever. Senti meu corpo arder de tesão, senti seu calor e linda e gostosa buceta. Devagarinho, eu "fui indo e voltando" e ela rebolando enquanto isso.
Porém, como nada é infinito ( somente o universo e a estupidez humana- Albert Einstein), gozei e que gosada, foi a melhor que tive desde então e mais demorada a chegar.
O sexo durou somente 30 minutos, até a acompanhante estanhou (kkk). Foi então que ela perguntou:
-Essa foi sua primeira vez?
Eu, que não havia mencionado isso antes por orgulho, disse envergonhado:
-Sim.

Depois nós continuamos a conversar,contou-me seu verdadeiro nome, que era Amanda e depois de longos minutos ela foi embora.
Eu voltaria a encontra-la, mas isso é outra história!!!

Esse é o fim do episódio 1, se gostou comenta ai em baixo,Também peço deem dicas para a melhoria e ajustes da então história que inicia-se.

Próximo episodio em fevereiro.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos