Aos 11 Penetrado e apaixonado(Part3) Papai entrando na brincadeira

Peço desculpas pela demora da continuação da minha história…
Bem: Na minha casa morávamos Eu, Minha Mãe, Minha Irmã de 12 anos (Por tanto ela era um ano mais velha do que eu), Meu Irmão de 4 anos, e nosso padrasto, que era pai biológico apenas de meu irmão menor…
Mas na verdade Jairo (Era seu nome) era nosso pai… Ele casou com minha mãe quando eu tinha apenas 2 anos, e ele realmente nos tratava como filhos… Nunca nos sentimos menos amados por ele não ter nos concebidos.
Ele tinha um filho de minha idade… O Victor… Mas depois vocês vão saber por que meu pai fez tudo… Eu começar a gostar de levar rola na bunda, mas principalmente gostar de cheiro de pinto de novinho… E Victor é o grande responsável
Porisso… Mas depois falo mais no Vitinho.
Daniel e eu já namorávamos a uns 3 meses… Nos comíamos todos os dias… Como sua mãe era enfermeira, e trabalhava o dia inteiro, tínhamos sua casa pra fazermos tudo… Levavamos uma vida de casal… Quando estávamos em sua casa a tarde, Ficavamos pelados… Nos Chupavamos, nos dedávamos, e nos metiamos muito, ao ponto de ficarmos com nossos cuzinhos e piroquinhas doloridos…
Chegou dezembro, e meu pai precisava fazer um trabalho em uma cidade que ficava a uns 500km de distância de nossa casa… E Então ele teve uma ideia… Levarmnos Daniel e eu com ele, pois ele trabalharia das 08h00 as 13h00, e no restante do tempo poderia nos levar pra passear. Enquanto ele estivesse trabalhando ficaríamos no hotel que tinha até piscina…
Como já estávamos de férias, não tinha problema… Mas ficamos preocupados de não poder nos dias com meu pai fazer nossas sacanagens…
Mas fomos…
Chegamos em um sábado por volta das 13h00, e depois de nos registrar fomos almoçar, e meu pai falou que iria sair pra encontrar um cara do trabalho pra já acertar o trabalho que começaria na segunda…
Então ficamos no quarto Dane e eu… Logo estávamos de pinto duro… E Daniel falou:
Igor… Quero te comer nessa cama de casal… Onde você e teu pai vão dormir…
Eu falo:
Dane ta doido? E se meu pai voltar?
Daniel:
Ele num falou que chegaria só umas 4h00? Da pra eu te comer umas 3 vezes, e você me comer umas 2 vezes…
Como meu pinto já tava estourando minha cueca falei que queria que ele metesse e gozasse em meu bumbum…
Então tiramos nossas roupas, e eu comecei cheirando aquele pintinho que eu tanto gostava de cheirar… Aquilo me inebriava, eu ficava louco com o cheiro.
Não demourou nem 5 minutos, Daniel estava com seu piru todo enterrado no meu reto, tirando de mim os mais prazerosos gemidos…
Quando derrepente olho pra o lado e vejo meu pai com os braços cruzados olhando pra nós e rindo…
Tentei empurrar Daniel de cima de mim, mas ele começou a rir, e socar com mais força o piru em mim…
Gritei com ele pra ele parar, mas esculto a voz de meu pai bem suave:
Deixa ele gozar filho… Não é bom cortar o gozo…
E você tá lindinho levando no cuzinho do Dane Gostosinho…
Não Acreditei naquilo… Mas ele se sentou na cama ao lado, e ficou olhando o Dane me comer…
Quando Daniel Gozou, e saiu de sima de mim, tentei levantar, mas meu pai ordenou:
Fica deitado de bunda pra cima…
Daniel Foi pra o banheiro se lavar, e eu comecei a chorar e falar:
Papai me perdoa por favor… Não conta pra a mamãe, e nem me bate… Meu pai continuava rindo, e falou:
Que é isso filho… Não vou contar nada, e como vou bater em você se fui eu quem mandou o Daniel te iniciar….
Não acreditei que eu estava ouvindo isso!
Mas P.p.Papai… Filho quero que você saiba que eu te amo muito… Você é meu filho… Não importa que não tem meu sangue nas tuas veias… Você é meu filho…
Nesse momento Daniel volta do banheiro ainda pelado com o pinto mole e meu pai pega na mão dele e fala assim…
Filho Dane e eu já brincamos desde antes de vocês brincarem…
Olha só…
Meu pai começa a beijar a boca de Dane, e passa a mão na bunda dele que tava na minha frente…
Ele soca o dedo na bunda dele, e ele geme bem alto…
Eu falo gaguejando:
P.P.papai… Meu pai nem dava ouvidos pra mim…
Dane fala Tio Jairo bota o campeão pra fora…
Eu penso…
Como assim… Meu namoradinho é usado por meu pai? E eles tem até apelido pra rola dele?
Meu pai tira a camisa, e Dane desabotoa sua calça, e baixa e tira toda… Na cueca um volume enorme se desenhava… Pela cueca dava pra imaginar um pauzão… Mas Daniel baixa a cueca também, e salta pra fora a maior rola que até então eu tinha visto… Dane cai de boca e começa a chupar, e meu pai dedava aquele cuzinho, que até então eu pensava que era só meu…
Derrepente meu pai fala:
Tá bom Dane… Deixa eu falar com Igor…
Meu filho senta aqui perto do papai… Olha eu e Dane brincamos a algum tempo, e como nós dois amamos muito você, e queríamos que você solbece como é bom brincar de sacanagem… Eu ao lado de meu pai, não falava nada… Eu pedi a o Dane pra testar você e saber se você tava pronto pra chegarmos aqui onde estamos…
Filho eu como nosso Dane assim como você… E quero fazer o mesmo com você assim como ele faz…
Então eu tomo coragem e pergunto:
O senhor quer me comer Papai?
Sim filho falou…
Mas só se você quiser… Nunca vou forsar você a nada…
E ele começa a alisar meus cabelos e rosto…
E eu Falo:
Mas papai… A gente é pai e filho… E você é adulto… E outra coisa… Então eu aponto pra rolona de papai que não baixava por nada e falo:
Ela é grandona, e não vou aguentar… Vai me rasgar e até sair sangue…
Meu pai calmamente fala:
Filho jamais vou te machucar… Não vai te rasgar por dois motivos… Seu cuzinho foi feito pra levar pirooca, e Dane já começou a te preparar pra mim…
Eu insisto:
Mas Papai… Vai doer muito e eu não vou aguentar…
Nesse momento Dane abre a boca e fala:
Igor quer ver como é bom, e nem doe nada?
E Dane fica de 4 na cama que papai e eu íamos dormir, e diz:
TTio Jairo vamo mostrar pra Igor como ele pode aguentar…
Papai fica em pé por trás de Dane e fala assim:
Vamo sim Dane… Mas Igor você pode ajudar… Chupa o pinto do papai pra lubrificar pra papai comer nosso Dane…
Eu todo vermelho de vergonha me aproximo de papai e pego muito timidamente seu pinto e olho…
Papai fala:
Cheira filho… Você num gosta de cheirar o do Dane? Então… Garanto que o do papai é bem melhor…
Então eu começo a cheirar, e passo a língua na cabeça e papai ordena mais uma vez:
Igor chupa agora, e deixa ele todo molhado…
Eu coloco na boca só o que eu podia, o que não era muito…
O pau do papai tinha 18×5.4… Era grande e grosso… E vou babando todo como Dane tinha me encenado quando ele ia me comer…
Daí papai começa a dedar o cu de Dane e tira seu pau de minha boca e mete no reto de Daniel que começava a gemer… Gemer de uma forma que ele nunca tinha gemido com meu pintinho socado nele…
Papai começa um vae e vem… Ele tirava todo e enfiava tudo aquilo no cu de Dane… Meus olhos observava cada milímetro do pau de papai no cu que era só meu…
Depois que papai gozou em Dane, começou a escorrer um verdadeiro rio de porra da bunda de Daniel… Papai se vira pra mim e fala:
Igor… Quero que você deixe o pinto do papai limpinho… E derrepente encosta seu pau em minha boca, e eu começo a chupar e deixar limpo como ele mandou…
Depois de tudo aquilo fomos pra o banheiro tomar banho… Os 3… Lá papai começou a me dedar, e derrepente ele me suspende e começa a lamber meu cuzinho e Dane diz…
Pode gemer putinho… Sei que isso é gostoso…
Quando terminamos toda aquela putaria já era umas 17h00, e papai manda nos vestirmos pra sairmos… Mas antes ele diz:
Igor… Vou me preparar, e te preparar… Por que hoje a noite vou comer você…
Aquilo me causava medo, curiosidade mas tezão também…
Mas isso conto só no próximo… Se tiverem comentários é claro…
Se não tiver coments… Vou entender que minha história ta chata, e não ta dando tezão em ninguém..

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...