#

Minha pequena bunduda – A Surpresa

809 palavras | 5 |4.54
Por

Nunca pensei que isso fosse possível, Cole me surpreendeu.

Após a noite em que deixei Marcos gozar na “portinha” do bumbum da Cole nunca mais fomos os mesmos,ele sempre pedia para eu deixar a Cole dormir conosco,e sinceramente eu também amava cada vez mais essa situação.

Como Marcos só dormia aos finais de semana aqui em casa, quando finalmente chegou sábado,
Marcos veio ficar com a gente,trouxe um presente para Cole,um pijama lindo da Moana.

Fomos ao mercadinho, compramos algumas “misturas” e um sorvete para a nossa pequena bunduda.rsrsrs…

Ao chegarmos em casa a Cole estava imunda,deixou cair sorvete por toda a roupa.

Eu: Vai tomar banho Nicole,agora!!!

Cole: Me chamou de Nicole?, tá brava?.

Eu: Vai logo,que eu já estou indo te ensaboar, só ajudar o Tio Marcos guardar às compras,vai logo menina!!!

Marcos: Calma amor,ela é muito pequena,normal se sujar com sorvete,tadinha.

Fui ao banheiro vê se ela já estava tomando banho,entrei no box para passar sabonete em seu corpinho.

Eu: Minha filha você já está ficando mocinha,precisa aprender a lanchar sem se sujar toda,olha só escorreu sorvete até na sua pepekinha.

Cole: Para mamãe,faz cócegas rsrsrs…

Eu: Sentiu cócega na pepeka foi?,deixa a mamãe saber se o sorvete estava gostoso.

Nesse momento eu abaixei no box,e dei uma lambidinha bem de leve entre os lábios vaginais dela.

Ela tem um bumbum enorme para a idade, más sua bucetinha é minúscula,o clitóris bem escondidinho.

Cole: Mamãe,isso foi legal,faz de novo,faz?.

Eu: Hum…gostou da lambidinha da mamãe?.

Cole: Gostei,deu um arrepio aqui. (Apontou para o clitóris minúsculo).

Eu: A mamãe vai beijar sua pepeka tá?, más só mais uma vez,o tio Marcos também quer tomar banho.

Comecei a beijar a bucetinha da minha pequena,que sensação deliciosa,minha língua invadindo a bucetinha dela, até alcançar seu hímen.

Ela já estava de olhinhos fechados, então quis tirar uma dúvida.

Me deitei no box,e mandei ela sentar na minha boca,ela meio sem jeito foi descendo sua buceta na minha língua,eu estava louca de tesão com tudo aquilo.

Minha dúvida era,porque ela empinou tanto a bunda enquanto era penetrada?, não deveria ser o contrário?,ela se encolher,e “trancar” o cuzinho?.

Enquanto chupava sua bucetinha,comecei a passar meu dedo “do meio” em seu anelzinho.

Para minha surpresa,a xotinha dela pulsou na minha língua ao primeiro contato do meu dedo em seu cuzinho.

Eu: ( pensando) Acho que a Cole herdou meu tesão em dá o cú, más tão pequena assim?.

Enfiei meu dedo bem devagar em seu cuzinho,ela instintivamente começou a sentar com mais força,engoliu todo meu dedo em segundos.

Eu fiquei pasma,ela tão nova sentir tanto prazer anal,comecei a “bombar” meu dedo dentro dela.

O cuzinho dela começou a “morder” meu dedo,e sua bucetinha escorrer o melado na minha língua, obviamente engoli cada gota.

Ela começou a rebolar em meu dedo,e seu anelzinho a abrir e fechar de maneira ritmada, não me contive e enfiei o dedo indicador também,eu estava me masturbando com a mão esquerda,imaginem meu tesão como estava.

Cole se apoiava com às mãos na minha cabeça,seus joelhos nas roupas sujas de sorvete para não se machucar no piso.

Ela estava indo cada vez mais rápido,meus dedos entravam e saíam quase todo,seu anelzinho começou a abrir muito,e apertar meus dedos cada vez mais forte,eu jamais imaginaria que algo poderia acontecer tão cedo na vida de uma “mulher”.

Por instinto Cole começou a gemer,e falar coisas que nunca ouvi da boca dela.

Cole: Chupa mamãe,chupa mamãe,aí mamãe isso é tão bom, atrás está gostoso,mais pra dentro mamãe,mais pra dentro,mais pra dentro…

Meu tesão estava incontrolável,a Cole começou a empinar,e travar a “bundinha” empinava e voltava travando o cuzinho,empinava e travava,empinava e travava,cada vez mais forte, até que finalmente ela gozou,minha pequena explodiu em um orgasmo digno de uma verdadeira puta.

Seu anelzinho apertava tanto meus dedos, más tanto que não resisti e gozei junto com a minha pequena bunduda.

Quando tirei meus dedos de seu bumbum,ele ainda piscava muito,e ela ainda sentada sob meu rosto,e sua bucetinha minúscula ainda escorria,e pulsava.

Marcos: “Cês” vão dormir aí no banheiro?.😅

Espero que gostem da sequência,se o feedback for positivo,encerro com uma trilogia.

Grande abraço.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,54 de 52 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tripé ID:1duiy45znl7y

    Tá melhor, cada capítulo fica mais gostoso a história.

  • Responder Lucas ID:7xbyx5p0m4

    Nossa que delícia hein meu

  • Responder Toni 20cm ID:1ef35vk0mhjk

    Adoro comer um cuzinho preto
    Se quiser ficar com o cu arrombado entre em contato

  • Responder Papapelekinhas ID:xgnzyc8m

    Ótimo ficou muito bom mesmo. Essas menininhas são uma delicia espero ganhar uma calcinha usada da Cole.

  • Responder Jorginho zangi 1075553328 ID:1dgxi4bf4gld

    Nossa que delicia, conta mais. Fiquei imaginando vocês duas no banheiro e eu de pau duro olhando. Mostra pra mim essas duas delícias. Continua.