# # #

Eu e minha filha

1145 palavras | 3 |4.65
Por

Depois de um relacionamento conturbado de muitos anos entre idas e vindas e com uma filha linda como a mãe me surgiu uma excelente proposta de intercâmbio na Europa. Depois de ter pensado muito resolvi aceitar pois já que vivíamos em pé de guerra seria melhor para os 2, e seria apenas 2 anos longe da minha princesa de 9 anos e quando voltar ainda acompanharia toda sua juventude.
No começo foi complicado pra me adaptar a vida na Europa mas com o tempo tudo foi se encaixando e quanto mais tempo passava menor ficava meu contato com minha ex e minha filha. Aprendi muito nesse tempo, e de 2 anos de intercâmbio acabou que virou 3 e pra resumir acabei passando 4 anos na Europa.
Voltei pra São Paulo no fim de janeiro e logo seria o Carnaval, revi família e amigos menos minha ex e filha essas que tinham se mudado pro nordeste, lugar onde minha ex era natural. Comecei a reorganizar minha vida, voltar a trabalhar na agência, colocar em prática tudo que tinha aprendido, tudo virou uma correria, fato esse que me impediu de voltar a ter um contato mais ativo com minha filha. Porém as coisas foram se encaixando e comecei a falar com ela via WhatsApp, ela de cara se mostrou receptiva e combinamos dela vir passar as férias escolares de meio de ano comigo.
Finalmente o meio do ano chegou e fui buscar minha linda filha no aeroporto, quando a vi tomei um choque, apesar de sempre ver suas fotos não tinha notado na dimensão que ela mudou fisicamente, estava linda, não era mais uma criança e sim uma moça apesar dos seus 13 aninhos. Cabelos escuros ornando com sua pele negra, blusinha curta que mostrava sua barriguinha linda, seios que já marcavam a blusa pelo volume e um quadril proporcional ao corpo, e bunda com um volume considerável, ela estava exuberante nem acreditei, seus traços pareciam com os da mãe quando mais jovem. Fui em sua direção e lhe dei um beijo com abraço longo, trocamos algumas palavras e fomos embora.
OS dias passaram e nosso entrosamento foi aumentando com o passar do tempo, naquela primeira semana ainda tive que ir pra agencia resolver algumas situações mas na próxima eu ia tirar pra ficar com minha princesa. A noite saíamos pra comer ir ao cinema ou ficamos em casa apenas vendo TV.
O fim de semana estava chegando e decidi que íamos a praia, ela disse que não tinha trazido biquíni então fomos ao shopping para comprar tudo que ela precisava. Chegamos lá e deixei ela solta, dei alvará pra ela comprar tudo que quiser e fui atrás de minhas coisas.
Enfim o sábado chegou e o calor veio com força, partimos rumo a maresia, chegamos arrumamos nossas coisas, comemos e a tarde íamos para praia, ela foi se arrumar e voltou com um biquíni vermelho com um canga enrolada na cintura, não achei nada demais, apenas notei que ela era linda. Chegamos na praia e procuramos um guarda sol pra ficarmos, encontramos próximo de onde estava uma família com dois homens aparentemente com seus quarenta e poucos anos, um jovem que deveria ser o filho de uns 20 anos, duas belas mulheres e mais 2 garotas um pouco mais velhas que minha princesa. Logo do outro lado estavam um grupo de jovens entre seus 18 e 25 anos. Aceitei as coisas e sentei na cadeira de praia, quando notei todos os caras olhavam pra minha filha que tirava a canga de praia ficando apenas de biquíni, foi aí que notei o quanto ela estava gostosa e inevitavelmente tive uma ereção, não sei se porque todos a estavam desejando e comendo com os olhos ou se era realmente pela mulher maravilhosa que ela havia se tornado apesar da pouquíssima idade.
Ela notando que todos a olhavam sem pudor nenhum sentou no meu com entrelaçando os braços em mim. Até aquele momento não tínhamos tido um contato tão próximo além de abraços e eu jamais tinha pensado nela como mulher, mas foi inevitável ela no meu colo meu pau só tomou mais vida não pude disfarçar e ela percebeu dizendo que eu precisava entrar no mar pra me acalmar. Eu não acreditei no que ouvi, jamais imaginei aquela situação mas estava incrível ela ali no meu colo então resolvi arriscar e dizer.
_Se eu sair daqui agora todo mundo vai perceber que estou de pau duro.
__E daí ninguém aqui sabe que você é meu pai. Respondeu ela de forma meiga no meu ouvido com um sorrisinho safado.
Aquilo me fez pirar, eu me minha própria filha, era muita loucura, o que as pessoas iam pensar, dizer, como iam me julgar, nossas famílias, mil coisas passaram na minha mente e uma delas foi um clube naturista que conheci na Europa onde as famílias viviam incestuosamente e além de tudo ela tinha razão ali ninguém sabia que éramos pais e filhos porém era nítido nossa diferença de idade então resolvi ser precavido e deixar pra ver no que Aquilo ia dar em outro momento.
_Vai você agora pro mar enquanto eu observo o quanto os caras te comem com os olhos até lá.
Ela maliciosamente levanta do meu colo dando um jeito de tocar meu pau mesmo que por cima da senha que eu usava e caminha rebolando até o mar. Neste momento eu fiquei pensando quem era aquela garota que estava comigo, ninfeta linda e gostosa que se oferecia ao próprio pai, será que ela já não era mais virgem, por quantos ela já passou, com quantos anos foi sua primeira vez, com quem, todas as perguntas vieram em minha mente mas nenhuma resposta apenas a se eu deveria continuar com aquilo ou parar por ali e sim meu tesão falou mais alto.
O fim de tarde já esvaziada a praia , muitos já iam embora quando decido ir em direção a minha princesa dentro do mar, não sabia o que dizer então cheguei e perguntei diretamente.
_Você é virgem?
Ela me olhou sem entender e eu fui mais claro.
_Você já transou?
Ela olhou nos meus olhos sorriu pra mim, pulou nos meus braços entrelaçando as pernas na minha cintura e disse no meu ouvido.
_Isso você vai ter que descobrir.
Bom pessoal esse é o início dessa história, mas vou dividir ela pra não ficar tão longa, mas só solto a continuação se essa for bem avaliada, abraços e bom sexo a todos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,65 de 65 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Ronaldo mineirinho ID:1eolso7ozzdt

    Tem gente que não sabe curtir um conto, pra mim está muito bom porque tem conto que o pai ou padastro já chega fedendo as crianças, continuei porque está muito bom.

  • Responder Beto ID:8cio3cf2qm

    Conto excitante, por favor continue.

  • Responder Psi ID:1hf796zm

    Palhaçada