#

Um gatinho para brincar

706 palavras | 1 |3.67
Por

Acho que vi um gatinho, ele aqui é que vai ver um Piu Piu safado e que vai caçar ele.

Eu me acho muito pervertido mesmo, sou tbm um tonto nessas coisas de sexo qndo não estou vendo meus desenhos preferidos na TV qndo não tou sozinho em casa, mais tenho uma terrível agonia de não conseguir parar qndo começo a brincar e tbm tenho esse costume de ficar pelado da cintura pra baixo quando tou sozinho em casa e ficar me esfregando em tudo que sinto que é gostoso fica em cima apertando bem ali, meu cu pisca e minha pica sai um caldinho que faz um fio até as coisas que tou em cima, adoro deixar as coisa cheirando a cuzinho, eu entro muito aqui e vejo que tem bastante gente que tbm gosta muito de safadezas, eu adoro fazer qndo posso, amo ver minha pica dura e latejando fazendo um caldinho na ponta do cogumelo e saindo um fio de caldinho que meleca tudo que cai em cima e esse dias apareceu gatinho do vizinho aqui, eu estava sozinho e consegui atrair ele pra dentro de casa, gente que delicia que é o carinho que ele faz de ficar se esfregando na gente, eu já tava peladinho e não perdi tempo observando que ele tava bem carente por carinho levei ele pra cima do tapete e me sentei no chão de pernas bem aberta e ele foi se achegando até eu ter ele todo juntinho da minha pica dura com ele roçando nela, logo já fui deixando os pelos dele que sei que a dona dele cuida muito bem dele quanto sua higiene levando pra dar banho e fazer todos os requisitos que eles fazem no pet shop, e nesse momento eu nem me importei só queria deixar ele marcadinho da minha pica toda molhada e grudenta da vontade que tava de me esfregar e ele ali bem nela dura e claro que não deixei mais sair dali e ai tentei algumas vezes fazer ele lamber o meu cogumelo bem espumado da pica de tanto caldinho q sai dali da cabeça do cogumelo, seus pelos macios ficaram bem melados em algumas partes, sei que gato se forçados tem a hostilizar contra a gente, mais eu digo uma coisa ou é da natureza desse ou então ele foi ensinado, porq nem uma das vezes que forcei ele a beija o cogumelo vertendo caldinho, ele não me agrediu só fazia muita força contra pra sair dali, mais eu sou safadinho por natureza e segurava firme sua cabecinha com minhas mãos eu esfregava máximo sua boca e nariz q são bem gelado no furinho do meu cogumelo duro vertendo sem parar aquele caldinho transparente parecendo clara de ovo, nossa que delicia fazer isso com ele e deixar sua carinha tudo melada depois de poucas lambidas dele e logo tbem achei uma maneira de fazer ele fica deitado de barriga pra cima me facilitando fica de cu bem arreganhado e fazendo encosta em seu nariz, isso sim ele até quase me arranhou pra tentar fugir dali, mais eu fui mais malvado e dei jeitinho, com cadarço de sapato amarrei suas patas pra dominar ele mais fácil e obrigar ele a cheirar bastante meu cuzinho soado com cheiro gostoso que dava pra sentir no ar aquele cheiro próprio de cu, eu sabia que ele não tava gostando muito daquele cheiro forte mais mesmo assim fiquei mais de meia hora apertando meu cu e minha pica cima dele, ele até miou algumas vezes qndo apertei meu cu cima do focinho dele se retorcendo muito pra sair, mais eu segurava muito forte ele ali deitado sobre o tapete e comigo de joelho no chão com ele embaixo de mim entre as pernas e roçando meu cuzinho bem cima de sua cabeça fazendo ele lamber um pouco meu cu e gemendo de prazer por ter ele de cara enterrada no meu cuzinho perverso que adora sentir e tentar fazer todo o nariz do gatinho entrar ali pra dentro.
Soltei ele depois de me aproveita bem que foi correndo pra sua casa cheirando a cuzinho e pica, espero q ele volte quando eu estiver sozinho, porq amei fazer isso cima dele.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,67 de 9 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Eduzinho ID:81rcz4j9d1

    Humm delicia o gatinho volto outra duas vezes e essa ultima fui mais malvado com ele, levei ao banheiro e fiz cocô e logo disse a ele que ia ensinar ele a limpar bem meu cuzinho sujo de cocô, que delicia de brincadeira, eu fiz ele usar toda aquela língua áspera até ele deixar o cu bem limpinho e ainda me masturbei até gozar segurando o q pude todo o focinho gelado em meu cuzinho e dando alguns peidinhos nele o deixando pouco agitado, já é a terceira vez q pego ele aqui em casa qndo tou sozinho e usou pra satisfazer minha beluga dura e safada e meu cuzinho cheirando a coco, coitada da vizinha, cuida tanto dele levando e gastando em pra deixar todo cheiroso e eu uso pra deixar com gozo e cheirando a meu cu sem dó.