# # # #

A primeira noite no caralho de Papai

957 palavras | 7 |4.13
Por

A primeira vez que papai me enrabou, foi depois de tomar umas cervejas e trocarmos umas caricias.

Me chamo Dani. Isto tudo aconteceu quando eu tinha 17 anos, depois do falecimento da minha mãe meu pai começou a beber muito, chegava embriagado ou bebia em casa.
Eu filho único, sempre fui muito afeminado, e com a ausência da mãe só dois homens dentro de casa começamos com outras liberdades, andavamos de cueca dentro de casa, as vezes saia sem roupas do banho e tudo transcorria bem, comecei a usar uns shorts de meninas, bem curtinho, me depilava por completo, meu pai não sabia, mas eu já estava tomando hormônios femininos desde os doze anos.
Minha mãe me levara no médico e ele prescreveu.
Tinha uma bundinha empinada e redondinha, e os meus peitinhos já estavam bem desenvolvidos.
Meu pai não percebia nada das mudanças que estavam acontecendo.
Quando ele chegava em casa eu estava de banho tomado, perfumada usando calcinhas fio dental e um short que deixava minha bunda a mostra, ele sentava no sofá e eu lhe servia uma bebiba enquanto arrumava a mesa do jantar.
Aproveitava e me inclinava, atolava o shortinho e impinava a bunda enquanto punha a mesa.
Certo dia papai já bem embriagado, quando passo por ele com os pratos na mão, me dá uma palmada na bunda e diz. Tá ficando com uma bundinha bonita, tá gostosinha.
Eu lhe pergunto gostou? Como sabe não provou.
Ele ta interessante, senta aqui no colo do papai, fiquei de costas me posicionei para sentar e ele me agarrou pela cintura e fez com que eu sentase em cima do seu pau que estava estremamente duro.

Pela primeira vez sentia um pau duro encostado na minha bunda, me abraçou fortemente, eu exitado dei uma rebolada em cima do pau dele e levantei.
A partir daquele dia as coisas mudaram papai comecou a andar nú dentro de casa e sempre que podia se aproximava de mim exibindo o seu magestoso caralho 23 cm, que ele se orgulhava de mostrar.
Papai começou a chegar mais cedo em casa, não estava mais bebado e começou a me dar presentinhos, perfumes femininos bem marcantes. Calcinhas, camisolas,shortinhos curtos e calças legin.
Chegava em casa me abraçava e me dava um selinho e perguntava como estava a menininha dele, deslizava a mão pela minha cintura e acariciava a polpa da minha bunda.
Outro dia me trouxe um bikini e um conjunto sutiem e calcinha apressadinha.
Ai entendi, ele estava pronto pra usar a guriazinha dele, a roupa seria o sinal que eu o aceitaria como meu macho.
Na sexta feira, eu decidi que iria ceder aos seu encantos, tomei banho cedo, me perfumei toda coloquei a langeri apressadinha, fiz uns petiscos e fiquei esperando ele chegar.
Quado abri a porta para ele entrar, logo sentiu o meu perfume que enebriava a sala, magi no ar, eu estava com medo e exitada, anciosa por perder o cabaço, seria meu pai o meu primeiro homem.
Ele me abraçou deu selinho mais demorado, feixei a porta e senti ele me agarrar pela cintura, me puxou de encontro ao seu corpo e disse menininha você esta um tesão, é hoje!
Eu disse vá tomar um banho estou pronta pro meu paizinho.
Depois do banho ele já veio para sala nú, com o pau meio ereto, eu lhe servi uma cerveja e fomos beber juntos.
Depois da terceira cerveja, com a língua mais solta ele começou a falar do que estava vendo em mim, do desejo dele de me fazer uma mulherzinha, das vezes que se masturbava adimirando a minha raba, que não via a hora de me possuir, que sabia eu também queria, mas devia ter medo.
Falei do meu desejo, dos meus medos e minhas expectativas, fizemos um acordo de fidelidade, a jura do dedinho de não trair.
Trocamos algumas caricias, papai foi muito gentil comigo, fomos para o quarto ele tirou a minha roupa, me ofereu o caralho para que eu chupasse, no começo fui meio desajeitada, mas aos poucos fui me acostumando com aquele enorme pau dentro da minha bouca.
Papai pegou um óleo com cheiro de cravo, e foi passando no meu corpo até chegar no meu cuzinho, foi massageando delicadamente, introduziu um dedo, tirou e foi esfregando a cabeça do caralho até conseguir introduzir, logo em seguida retirou, pois vira que eu estava descofortável. Aquele óleo, esquentava, e deslizava, era muito exitante, o calor invadia minhas entranhas.
Foi fazendo novas tentativas com os dedos até conseguir introduzir de novo, perguntava se queria que parasse e eu lhe respondi não, continua tá melhorando, vou me acostumar, fui rebolando para facilitar a penetração.
Papai começou uma penetração rápida, ele estava desejoso por gozar no meu rabinho, e eu desejosa por sentir o seu leitinho.
Ele preocupado perguntava se eu estava gostando. Perguntou se podia colocar todo seu pau dentro de mim.
Eu lhe disse vai paizinho, prepara enterra até as bolas, que eu vou rebolar gostoso pra te dar muito prazer, quero sentir o teu pau gostoso explodindo dentro de mim.
Então, papai de um golpe só, sem piedade socou tudo no meu rabinho, foi golpeando meu cuzinho até explodir em um gozo intenso, me levando nas nuvens, atravessado no delirio daquele pau gostoso todo dentro de mim!
Assim foi o minha primeira noite no caralho de papai.
Virou meu dono, papai meu amante, meu maridinho.
Todas as noites massacrava meu cuzinho, incansável e insaciável, chegava a me cumer três vezes numa mesma noite.
Até hoje vivemos estas núpicias, eu com o cuzinho aberto pra papai se divertir.
Deixo foto!

20231020-112800

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,13 de 23 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Mineirinhoudi034 ID:1d7znbod7tl9

    Que delícia de conto! Queria uma filha putinha

  • Responder Vanessa ID:1e384c9lk79i

    Leitinho de papai é uma delicia! Amei!

  • Responder Luiz ID:3v6otnnr6ic

    Delicia de conto nada com um bom conto de um pai comendo um filhinho

    • Dani ID:1e384c9lk79i

      Obrigado luiz!

  • Responder Kiko ID:1czk7p8uzxwg

    Se eu fosse teu pai iria chupar seu pau também e fazê-lo gozar na minha boca.

    • Gui ID:2e08ka9k0j

      Que delicia

  • Responder L ID:on95w2zhri

    Delícia incesto. Alguém te le: inces01