# # # #

Meu tio e eu, relamos um no pau do outro

848 palavras | 5 |3.73
Por

Hoje irei contar uma história verídica sobre oque rolou entre meu tio e eu.
Me chamo Felipe, moro no interior de SP e o caso aconteceu a mais ou menos 2 anos, na época eu tinha 15 anos e eu era fascinado pelo meu tio de 47 anos, depois do meu despertar sexual meu tesão por mais velhos e barbados só aumentou.
Eu era magrinho, 1.80 de altura, moreno escuro e olhos verdes, tinha 17cm de rola, e o meu tio o André barrigudo, 1.74 de altura, peludo, rosto quadrado com barba, maos grossas e bracos fortinhos.(Lembrando ele é casado e tem 3 filhos) E tambem ele geralmente bebia muito e sempre estava feliz.
Eu batia muitas punhetas pensando como ele seria pelado, até que um dia eu vi uma brecha enquanto eu estava me masturbando no banheiro: Pensei (Porque nao mandar mensagem a ele e dps sem querer enviar um porno gay).
Dito isso fiz… Inventei uma historia para ele olhar no carro dele se minha bolsa estava la, e ele disse -Nao, ai eu mandei em seguida, -Obrigado tio, e o link depois, ancioso batendo punheta e aguardando ele visualizar a mensagem para eu apagar depois e criar um suspense, isso rolou e mandei a seguinte mensagem me fazendo de sonso:
-Meu deus, mandei sem querer.
-Foi voçê ou a tia que viu a mensagem?
Ele:
-Eu
Eu:
-Desculpa tio.
Ele:
-Voçê gosta daquilo?
Eu:
-Nao sei acho que sim.
Ele:
-Seus pais sabem disso?
Eu:
-Não, eles nao entenderiam
Ele:
👍
Logo vi uma brexa para tentar dar encima dele e pegar no pau dele. Mandei:
-Como voce é meu tio e homem, seria meio estranho eu falar com meus pais sobre, sera que eu podia falar com voce sobre algumas coisas?
Ele:
-Claro
Eu:
-Sera que pode ser pessoalmente? Acho que seria melhor.
Ele:
-Sim.
Eu:
-Quando? (Ansioso e querendo o mais rapido possival)
(Ja estava criando a fic e oque eu iria inventar para ele, para conversar pessoalmente)
Ele:
-Vou tentar arrumar um horario amanha no almoço e te aviso.
Eu:
-Ta bom tio me avisa por favor obrigado.
Ele:
-De nada, boa noite.
Logo nisso eu nao gozei e acumulei o tesão para o dia seguinte…
De manha mandei:
-Bom dia tio, eai que horas a gente pode conversar?
Ele depois de 3 horas mandou:
-Me encontra enfrente a barbearia tal, sabe onde fica?
Eu:
Sei nem saber falei que sim, e depois procurei no google.
Chegando perto do meio dia, fui ate a barberia que por acaso era perto de onde estava e o aguardei la.
Ele chegou e entrei no carro, com o coração a mil e meio sem saber oque falar.
Eu:
-Oi tio.
Ele:
-Oi.
Eu:
-Onde vamos conversar? Melhor parar ne? (Eu querendo que ele pare para ficarmos mais intimos).
Ele:
-Vou ir andando por ai, e vamos conversando.
Eu:
-Ta bom entao
(Esperei um pouquinho e ja perguntei)
Eu:
-Primeiro queria saber se todo pinto é igual, tipo o meu igual o seu …
Ele:
-Nao.
Eu:
-Oque muda entao?
Ele:
-Tem uns que é mais grosso, maiores, outros mais torto pra esquerda. Eu nao sei de tudo tambem ne
(risos).
Eu:
-Ata entendi.
-Outra coisa que eu queria saber oque é masturbação e como que faz?
Ele:
-É a punheta.
Eu:
-Oque é punheta? (Me fiz desentendido)
Ele:
-Voce nunca fez? Nao sabe oque é?
Eu:
-Nao, nunca fiz
Ele:
-(Risos)
-É algo que se faz quando esta com tesão
Eu:
-Oque é tesão?
Ele:
-Quando voce esta animado beijando alguem e começa sentir algo.
Eu:
-Hmmm
-Mas e como se faz? Voce pode me ensinar?
Ele:
-Poxa mas voce é meu sobrinho e de menor, se pegarem a gente é pedofilia.
Eu:
-Mas voce é meu tio, ta tudo bem.
-Entao eu posso te mostrar e voce me ensina a fazer?
Ele:
-Pode ser…
Eu:
-Beleza.
Seguido disso entramos numa estrada de terra e logo perguntei.
Eu:
-Oque eu faco?
Ele:
-Abaixa o short.
Eu:
-Ok
Ele:
-Agora pega nele e começa a mexer…
Eu:
-Assim?
Ele:

Eu:
-Acho que nao to fazendo certo, eu faco isso ate quando?
Ele:
-Ate sair a porra.
Eu:
-Oque é porra?
Ele:
-Um liquido branco que sai depois que voce goza.
Eu:
-Gozar?
Ele:
-Terminar a punheta.
Eu:
-Ata.
-Nao sei, voce pode me mostrar como faz, para eu ver se estou fazendo certo.
Ele:
-Puts, serio?
Eu:
-É porque acho que to fazendo errado.
Assim ele tirou o cinto, mesmo dirigindo e abaixo a calca e sacou o saco com pau pra fora.
Ja estava duro e deveria ter uns 16cm, gordinho e sem pelos, com prepucio.
Ele ficou batendo um pouquinho e eu perguntei:
-Posso fazer uma vez? Ja pegando no pau dele…

O conto continua… Se gostarem do desenrolar.
So de escrever essa parte ja fiquei com tesao, penso ate em mandar msg pra ele dnv, se curtirem posto parte 2 de como acabou isso, e se rolar o dia que pedi para meu avo me ensinar a bater punheta tambem…
Isso é veridico e curto contar meus relatos pessoais, chama ai.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,73 de 22 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Yue ID:g3iumjlhm

    Vc com um 1,80 de altura um homem gigante perguntando oq ué é masturbação e se um pinto é igual ao outro? Hahaha que rediculo quem cairia nisso!!!

    • Ponto ID:1dg8gyiwubwj

      Né? Não deu nem pra levar a sério

  • Responder Luiz ID:3v6otnnr6ic

    Conta logo pra agente bater punheta gostosa

  • Responder P cunha. ID:830wyuew44

    Gostei conta como acabou, chupou a pica dele?

  • Responder Matoso ID:1daibs5yv3

    Incesto muito bom hehe. Alguém te le: maatoso