# # #

Iniciando a vida gay no cinema Ponto Zen Parte 2

1054 palavras | 5 |3.91
Por

sendo usado no cinema gay por desconhecidos, caminho sem volta

continuando.. eu estava sendo enrabado com gosto, tava aquela fase que vc relaxa, o cu já alargado e a dor um pouco menor. Cara que me comia sabia comer, tava curtindo comer, quando ele percebia q ia gozar ele parava, segurara firme com o pau atolado, depois retomava o ritmo, nisso passava rola na boca , na cara, nem tinha ideia se era mesma rola ou nao. Eu tava cansado de ficar curvado, com dor nas pernas e costas, ai um lance de sorte aconteceu.
Dois novinhos, na casa dos 20 anos, apareceram na porta, segurando a cortina, como se quisesse que vissem q eles tinham chegado. Eles acabaram chamando a atenção da maioria dos machos do lugar, e quando eu vi não tinha mais rola na minha boca, só o cara q nao parava de comer meu cú. Vi que ele aumentou o ritmo, bateu forte na minha bunda e gozou gostoso atolado. Fui sair mas ele segurou, vi q ele ainda tava se mexendo um pouco e mexendo ali no pau, não percebi na hora, ele tava soltando a camisinha aos pucos, quando ele tinha soltado a camisinha quase toda deu uma enfiada e com cuidado deixou ela dentro do meu cu! Adna empurrou com o dedo, a camisinha sumiu no meu rabo. É impressionante como não se respeita viado!
Aí eu pisquei o cú e senti, primeiro q o cú não fechava e segundo q tava doendo mesmo. Eu tava com muita dor nas pernas, nas costa e no cú, subi devagar as calcas e fui devagar, tateando pela parede, pra sair do dark room e ir pro banheiro.
Pra chegar no banheiro se passa pelo barzinho, tinha uns coroas lá tomando cerveja e vi que comentaram entre si o meu estado, pois eu andava com jeito de quem tá cagado, no meu caso arregaçado. Eu sabia q tava com uma camisinha cheia de gala dentro do cu e precisava ir no banheiro tirar.
Chegando no banheiro, tem cabines a esquerda e a direita e em frente tem uma pia, fui me olhar no espelho, lavei a cara, bochechei e olhei pro banheiro a direita pensando em entrar ali pra tentar tirar a camisinha, mas ai olhei pelo espelho e vi q eu cara meio coroa, parrudo e careca veio atras de mim, ele tava no dark room só olhando.
Ele já chegou atras de mim e falou baixinho entra, apontando pro banheiro a direita, eu falei q não dava, q eu tava com muita dor no rabo, parece q isso deixa os caras doidos! ele se empolgou e falou q era só uma chupetinha. Ela um pinto bonito e cabeçudo então obediente entrei e me agachei. Fui chupando ele e mais uma vez não era um cara que queria ser chupado, era um cara que queria usar minha boca, ficou bombando com força e segurando a cabeça, querendo dar aquela vontade de vomitar. Pra minha sorte logo ele diminuiu o ritmo, provavelmente pra segurar a gozada. eu pedia pra ele fechar a porta le disse q não, e segurava na porta, ai aparecia alguem as vezes e me via ali de joelho chupando, humilhação total pois dessa vez nao tava no escuro.
Lembrei da camisinha no rabo e fui tentar procurar. baixei as calças e enfiei dois dedos no cu pra procurar, mas ela tinha sumido rabo adentro.
Enquanto isso, o cara percebeu q eu tava mexendo no cu e me perguntou se eu tava com tesao no cu e se eu queria dar o cu. Falei q nao guentava mais dar o cu ,as q tinha perdido uma camisinha dentro do cú e q eu precisava tentar por pra fora. Ele gostou da historia e pediu pra enfiar um dedo no cu pra ver se achava.
Ela foi falando e me virando e me puxando pra cima então entendi q não era pedido, era ordem, volteia ficar com tesao de um cara enfiando o dedo no cú pra procurar uma camisinha usada ai virei o rabo pra ele e quando ele enfiou o dedo gemi gostoso, ele disse á seu viado é mentira né. Eu disse que era sério, ai ele já disse pera q eu vou procurar de outro jeito, já apontou a rola e socou, tentei fugir pelos lados, mas ele me prensou na parede, aí olhei pra fora e vi q tinha dois caras do lado de fora meios escondidos acompanhando o q tava rolando. Eu virei na direção da porta e eles tavam lá, aí vi q não ia sair e relaxei, e mais uma vez foi aquela socada forte sem dó ( parece q em cinema gay ninguém tem dó do passivo), mais dor e mais uma vez atolado com plateia na minha frente assistindo.
O cara me comendo no pelo, mandando eu abrir as pernas, e eu dizia q nao dava mais a calça tava no limite, ele de repente começa a gozar eu dou um passo pra frente e cai a porra dele de dentro do meu cu nas minha calças e ele ainda goza um resto nas calças. fiquei preocupado pois como eu ia voltar pra casa com tanta marca de porra! Senti algo no cu e puxei, era a camisinha do primeiro macho, meio suja do meu rabo e de porra do segundo comedor. Ai eu mostrei pra ele e disse, tá vendo como era verdade!
Ele em ligou, me empurrou pro lado e saiu do banheiro. Fui sair tbem mas os dois caras q tavam lá fora não me deixaram, eles se olhavam e eu não sabia o que tava rolando, percebi algo do tipo: vc vai, vai vc, quer ir? .. na boa…? de repente parece q entraram num acordo e um deles entrou, um pau preto! delicia q nunca tinha experimentado! mais uma vez botado pra mamar, e mamei com gosto, tesao tava a mil e meu pipizinho estourando de vontade de gozar ( eu não queria gozar pq depois q gozo pero a coragem de fazer putaria)..
tratei de cuidar direitinho daquele caralho preto lindo, bati o olho no relogio e já eram 5 da tarde, cú ardendo e pingando e ainda tinha muito pra aprontar….
continua

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,91 de 11 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder luiz ID:dlns5khrd

    Vc ta começando agora aprenda que: Viado passivo tem prazer em ter seu cu todo fodido, a pica dos machos sao trofeus que devemos aguentar ate o final, ninguem precisa ter pena de seu cu tem que arregaçar ele. Da proxima vez vai preparado e procure homens de pau grosso para fazerem o serviço direito

    • NovoGAy ID:gqb5babzk

      olá, ainda tenho o final da historia pra contar, e sim to viciado em ir lá, da um tesao danado ser usado e de repente virarem as costas e irem embora te deixando arreganhando num canto

  • Responder Escritor mistério ID:5vaq00tfi9

    Vida de passivo em local de foda e assim mesmo. Não tem dono, e muito menos o seu cu… Ele pertence a qualquer ativo que queira foder ele. Só tem que aguentar e sem reclamar.

  • Responder Itaúna sp ID:yaz7tl8k

    Já faz um tempinho que não vou ao cinema Zen, tive grandes aventuras lá, assim como no cinema Arouche, antes da pandemia…

    • quero ir no cinemão ID:2je2xmo8

      sempre quis ir num cinemão mas tenho medo de ir sozinho hahha